Por que os italianos gesticulam?

Os italianos dividem muitas opiniões e geram o sentimento de oito ou oitenta: ou você ama, ou você odeia! Não há um meio-termo quando falamos deles. Mas afinal de contas por que eles gesticulam tanto?

0 547

Os italianos e seus gestos!

Por que os italianos falam alto?

Os italianos dividem muitas opiniões e geram o sentimento de oito ou oitenta: ou você ama, ou você odeia! Não há um meio termo quando falamos deles.

Italianos falam alto, gesticulam, dão risada alta e quando estão bravos então: mamma mia! Socorro! Hahaha…

Fato é: se você cresceu em uma família de descendente de italianos você provavelmente já está acostumado a ter 30 pessoas na mesa falando ao mesmo tempo, de todos os assuntos e, impressionantemente, todos se entendem; se você cresceu em uma família mais, como posso dizer, ‘normal’, vai estranhar um pouco o jeito italiano de ser.

 


Faça da sua viagem para Itália uma experiência única! Conheça os meus e-books com dicas exclusivas de quem conhece o melhor da Itália!


É importante lembrar que É CULTURAL! Não é algo que eles fazem de propósito, é simplesmente o jeitinho deles. Pra quem não está acostumado, pode parecer falta de educação, deselegante e até meio rude, mas depois que você os conhecer melhor e saber como eles são generosos e gentis, com certeza seu ‘ranço’ vai passar. Hehehe…


VEJA O VIDEO ABAIXO E ENTENDA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO SUPER CURIOSO!


Segundo alguns estudos os gestos italianos passam dos 250!

Os gestos italianos

Mas por que os italianos gesticulam tanto?

Bom, há algumas explicações para isso:

  1. A primeira delas diz que eles gesticulavam por motivos comerciais; como não falavam outras línguas e os comerciantes distantes não falavam italiano, eles faziam compra e venda através de gestos.
  2. A segunda: o desejo de não ser entendido pelas populações predominantes como os romanos, godos, normandos e todos os outros povos que dominavam a península. Dessa maneira eles ‘criaram’ uma comunicação gestual. Os gestos acabaram substituindo a palavra falada como uma espécie de linguagem codificada que só eles entendiam
  3. Outra explicação bem plausível: os italianos são extrovertidos, comunicativos e as pessoas com essas características ‘falam’, também, através da expressão corporal, principalmente com as mãos. As mãos que ‘voam’ de lá pra cá e parece que vão derrubar alguma coisa a todo o momento, seguem a personalidade agitada deles. Dizem que, se você amarrar as mãos de um italiano, ele fica mudo! Bem sabido é que os italianos têm gestos únicos e característicos para se comunicarem.
  4. Há também uma teoria de que tudo começou no Império Romano: todas as vezes que os imperadores faziam seus discursos, o povo, para tirar sarro ou para imitá-los, repetiam os gestos dos soberanos e, assim, a ‘cultura gestual’ foi passando de geração para geração! Há outra versão dessa mesma história que diz que o povo imitada peças de teatro, ‘repetindo’ os gestos dos atores.
  5. Mais uma teoria: fazer um entender o dialeto do outro! A Itália é repleta de dialetos, cada região tem um diferente e, alguns deles, como o Sardo, é considerado língua estrangeira. Para evitar possíveis mal entendidos, dizem que os gestos eram ‘universal’: todos entendiam independente do dialeto falado por eles e isso facilitava negociações entre as diversas regiões e povos.
  6. Há também a história de que os gestos eram usados em anfiteatros para sinalizarem, autorizarem, dar ou recusar ordens, uma vez que o barulho era ensurdecedor dentro das arenas e não havia como se comunicar nem de perto e nem ‘à distância’, por isso, os gestos foi a melhor maneira de ‘passar um recado’.

PASSEIOS EM GRUPO EM LÍNGUA PORTUGUESA NAS PRINCIPAIS CIDADES ITALIANAS? RESERVE AGORA CLICANDO AQUI!

CURIOSIDADE:

  • A história de outro gesto universal também é interessante: a oração com as mãos unidas. É o gesto de oração por excelência e em muitas religiões o gesto é repetido. A imagem remete aos crentes antes de Cristo e as mães na frente do filho miserável. Na realidade, a origem do gesto não é religiosa, como se poderia pensar erroneamente, mas tem origem nobre. Os afrescos das catacumbas nos instruem que durante os primeiros séculos do cristianismo eles oraram de pé e de braços abertos, como os sacerdotes ainda fazem durante a missa. A outra forma antiga de oração era a da oração com o rosto no chão (pense em Jesus no jardim do Getsêmani ou no modo de orar dos muçulmanos).
  • A oração, como a conhecemos hoje, aquela com as mãos postas, derivara do ato de uma homenagem feudal. Durante a cerimônia o vassalo, de joelhos, colocou suas mãos nas mãos do senhor feudal e prometeu-lhe lealdade, além de assegurar seus serviços em troca de proteção e sustento. Assim, o cavaleiro entregou a sua vida às mãos do seu mestre e tornou-se um dos seus homens (do latim homo do qual vem homagium, homenagem).
  • O New York Times fez um artigo falando sobre os gestuais italianos falou dos gestos o seguinte: “é uma sucessão de movimentos inegavelmente significativos, nos quais não é difícil encontrar alguns dos hábitos de todos nós: dos quatro dedos ao polegar para dizer ‘o que você está dizendo, nas costas da mão passou sob o queixo para dizer inequivocamente que ‘eu não me importo com isso’”.

Se você deseja viajar para a Itália, siga o canal Viajado Para Itália no YouTube e descubra as melhores dicas para sua viagem ser inesquecível.


MAS DE ONDE VEM A FAMA?

  • Grande parte dessa fama dos italianos foi parar no exterior e isso por causa dos gestos feitos por celebridades e, em particular, por representantes da classe política italiana. Ainda no artigo do New York Times, na verdade, são revistos alguns gestos de figuras públicas que – para melhor ou para pior – caíram na história. O artigo inclui o icônico episódio do dedo do meio mostrado por Umberto Bossi, em 2008, durante a execução do hino italiano e vai até o gesto de apreciação física feita pelo ex-primeiro-ministro da Itália Silvio Berlusconi a Michelle Obama, ex-primeira dama dos EUA, no G20 de 2009.

De acordo com Isabella Poggi, docente de Psicologia da Universidade de Roma, “há gestos que expressam ameaça, desejo, desespero, vergonha e orgulho, entre tantos outros sentimentos”; de acordo com a psicóloga o que os diferencia da linguagem de sinais como Libras, é que eles são usados individualmente e não possuem uma sintaxe completa.

O filósofo Giambattista Vico defendia a tese de que a comunicação gestual acontecia já nos tempos mais longínquos, como na pré-história, uma vez que não há registros de comunicação verbal e, além dos gestos, eram utilizados sons que hoje não fariam sentido nenhum.

Guia Sua Viagem Para a Italia Gratuito Viajando Para Italia

VOCÊ SABIA?

E, para quem DETESTA o fato de falar com as mãos, tenho uma notícia bem ‘chata’: a origem da nossa linguagem corporal e do nosso modo de falar é TODINHA italiana! Então, antes de ‘condenar’ os amiguinhos italianos, se lembrem dessa informação! 😉

Outros gestos que os italianos criaram: o dedo do meio; se pararmos para pensar, não tem problema nenhum em mostrar um dedo para alguém, mas, o do meio… Dizem que o Imperador Calígula, que regeu Roma de ano 37 a 41 d.C., costumava colocar um anel no dedo médio e fazer seus súditos o beijarem como forma de humilhação, já que o dedo pra cima lembrava um pênis ereto. Mas como nem tudo é tão ruim como parece, os italianos são também responsáveis pelo ato de balançar a mão para dar tchau, bater a mão contra o estômago para dizer que está com fome, fechar a mão com o polegar estendido em direção à boca para convidar alguém para beber e, outro gesto italiano MUITO conhecido: fechar a mão e balança-la para frente e para trás, levemente, com os dedos unidos para demonstrar insatisfação.

CONCLUSÃO

O falatório alto, as risadas e os gestos, fazem do povo italiano único no mundo e mesmo com esse jeito meio ‘tortinho’, eles são incríveis! Deixe todo e qualquer preconceito de lado e VIVA os italianos: os conheça, tente se envolver nesse ambiente animado e exagerado; acima de tudo: entenda que nada irá muda-los e os respeite, sempre! : )

 


Não deixe de ler:

Como Chegar na Itália?


Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália

Seguro Viagem Para Italia Viajando Para Italia Aluguel de Carro na Italia Viajando Para Italia Onde Ficar na Italia Viajando Para Italia
O Seguro Viagem é obrigatório e mais barato do que você imagina. Ainda mais com nosso bônus. Quer viajar pela Itália de carro mas não sabe onde alugar um? Nós temos a solução para seu problema. Garanta sua hospedagem em site confiável e renomado, sem sustos em sua viagem.

 

   Mala Levar Vinho da Italia para Brasil Viajando para Italia Consultoria Para Viagem Para Italia Viajando para Italia
Passeios em Grupo em toda a Itália e com Compra de Bilhetes antecipada economizando tempo e dinheiro. Que tal uma mala para você levar os melhores vinhos italianos para sua casa no Brasil? Conheça mais essa facilidade. A sua Viagem dos Sonhos para a Itália pede um serviço diferenciado, com excelência e dentro do seu orçamento.

Os Melhores Conteúdos do Viajando Para Itália

  1. Qual é o gasto médio em um dia na Itália?
  2. O que visitar na Itália em 10 dias?
  3. Os dez lugares imperdíveis da Toscana?
  4. As melhores dicas para economizar na sua viagem para Itália?
  5. Aeroportos da Itália? Como chegar no teu hotel? Veneza, Milão, Roma, Florença? Saiba como agora!
  6. O que fazer em 1, 2, 3 ou 4 dias nas principais cidades italianas? Conheça itinerários em cada cidade que você vai visitar!
  7. As melhores dicas sobre alimentação na Itália? Vinho? Comida típica em cada lugar?Economizar? Roteiros de enogastronomia? Descubra tudo!
  8. Viagem de carro na Itália: Exemplos de roteiros nas principais regiões italianas!
  9. Quais são os principais monumentos turísticos na Itália? Quais são os monumentos imperdíveis e que você deve colocar no teu roteiro?
  10. Qual é a melhor época para ir para Itália? O melhor período? O clima na Itália?
  11. Saiba tudo sobre o Transporte na Itália? Trem? Carro? Como se deslocar? Comprar passagem de trem? Metro?
  12. Os melhores exemplos de roteiros turísticos na Itália? Monte o seu roteiro seguindo os meus conselhos!

Grande abraço da Itália,

Ana Patricia

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

BAIXE AGORA MESMO O

E-BOOK GRÁTIS!