Quais são os vilarejos mais bonitos da Itália?

Um país como a Itália, que através dos milênios de história viveu grandes divisões durante o período medieval, não pode deixar de ser repleto de aldeias e castelos. Vamos conhecer alguns dos mais charmosos?

0 2.993

OS VILAREJOS MAIS BONITOS DA ITÁLIA

Olá leitor, estarei participando do blog Brasil com Z com um post super especial dedicado a Itália desconhecida, ou seja aos vilarejos e burgos italianos.. não deixe de me seguir, tenho certeza que você vai adorar!!

Um país como a Itália, que através dos milênios de história viveu grandes divisões durante o período medieval, não pode deixar de ser repleto de aldeias e castelos. Isso acontece porque as cidades se fechavam dentro de muralhas e fortalezas, resultando em joias de arquitetura e paisagismo, preciosidades históricas que estão entre as mais importantes do mundo. Não é à toa que os vilarejos italianos são “a menina dos olhos da Itália”, prova de um passado não tão distante assim.

Os vilarejos italianos não são mais apenas história e cultura, mas também (e principalmente) lugares repletos de vida e oportunidades. Pontos de referência, cenários inéditos, estradinhas, casas antigas e habitações modernas colocadas entre pedras seculares… Velhas técnicas que se renovam… Pessoas otimistas e verdadeiras, espírito jovial… Detalhes, emoções, curiosidades… Tudo isso faz parte de um programa que deseja promover os vilarejos da Itália, não apenas como destino turístico, mas também como possíveis locais para se escolher um novo estilo de vida.

 Morano Calabro em Calábria
Morano Calabro em Calábria

A “aldeia” italiana é percebida como um lugar pouco conhecido, que deve ser explorado, em uma dimensão ligada ao passado – geralmente com uma natureza característica da região ou um elemento de atração (um castelo, uma igreja, um edifício particular – como, por exemplo, os trulli ou nuraghe).

Os vilarejos se distinguem das grandes cidades porque partem de uma perspectiva diferente. Eles envolvem diretamente os moradores, as associações, o comércio local e os artesãos. Esse é um grande recurso, pois em lugares assim os cidadãos são muito ligados a tradições – e isso implica em maior colaboração da parte do povo. É por isso que, para propor uma linha de desenvolvimento, é preciso analisar o contesto histórico-cultural – o que significa fazer com que as pessoas participem e desfrutar da criatividade deles.

“Museus a céu aberto do país mais bonito do mundo”, eis a breve definição da ANCI (Associação Nacional dos Municípios Italianos), que pensou em formar o clube dos “Vilarejos mais bonitos da Itália”, a fim de preservar e valorizar a singularidade dos pequenos centros do nosso país. O clube dos “Vilarejos mais bonitos da Itália” nasceu da necessidade de valorizar o grande patrimônio de história, arte, cultura, ambiente e tradição presente nos pequenos centros italianos que são, em grande parte, excluídos da rota dos turistas.

Scilla na Calábria
Scilla na Calábria

Na verdade, esses lugares precisam se desenvolver e merecem destaque pelo enorme patrimônio (histórico, paisagístico, cultural e criativo). Eles são capazes de satisfazer a demanda turística na Itália, igualmente ou até mais do que as grandes cidades.

A história de cada aldeia, a autenticidade, os prazeres e sabores, os eventos e os museus guiam o turista através da inesperada riqueza do município, onde a beleza depositada na história aguarda apenas a oportunidade para se revelar ao visitante curioso. Todos os vilarejos categorizados pela Associação (junto com a ANCI) são fruto de uma seleção cuidadosa em todo o território nacional.


Faça da sua viagem para Itália uma experiência única! Conheça os meus e-books com dicas exclusivas de quem conhece o melhor da Itália!


Quais aspectos devem ter um pequeno município para fazer parte deste prestigiado clube? São duas as condições:

1) o padrão de “vilarejo”, ou seja, uma população inferior a dois mil habitantes no centro histórico e a quinze mil na cidade inteira.

2) alguma característica especial em nível de planejamento urbano e arquitetura, comprovada pela Superintendência de Belas Artes.

Junto a esses aspectos físicos, o vilarejo deve possuir uma série de “dons” emocionais e racionais e qualidades imateriais que conferem autenticidade e personalidade ao lugar.

Portanto, “vilarejo” quer dizer autenticidade (artesanato, costumes locais), espontaneidade (patrimônio enogastronômico nativo, comidas típicas e sabores a serem resgatados) e tradição (folclore, até então perdido nas cidades grandes).

É a procura dessas sensações que traz o turista para as aldeias italianas. O visitante deseja compreender que é possível vivenciar essas emoções, seja por uma hora, um dia, uma vida.

Pacentro no Abruzzo

Não se deve rejeitar nenhuma cidade, pois cada uma tem seu encanto. É preciso descobrir esses lugares, onde você pode confrontar a si mesmo, com seus próprios fantasmas. Na imaginação é possível absorver o “senso de tempo”, sentir o perfume da vida e de suas fases. Os vilarejos são esses lugares encantadores, cuja beleza consolidada pelos séculos transcende a nossa vida. É por isso que temos o dever de salvá-los.


PASSEIOS EM GRUPO EM LÍNGUA PORTUGUESA NAS PRINCIPAIS CIDADES ITALIANAS? RESERVE AGORA CLICANDO AQUI!


Na Itália há aldeias famosas e povoados desconhecidos, de igual beleza também. É uma descoberta contínua dessa realidade fascinante, que pouco a pouco é revelada. A Itália proporciona grandes e pequenas surpresas (como os centros que apresentamos). Fizemos esta seleção após consultar a opinião de duas organizações bastante respeitadas: “Os vilarejos mais bonitos da Itália” e “Bandiere Arancioni”, clube de Turismo Italiano.

Analisamos as escolhas deles e depois selecionamos mais algumas também, com base no nosso “coração”.  Esta é uma lista aleatória dos lugares mais bonitos e encantadores, porém pouco conhecidos. A nossa intenção é justamente de incitar a sua curiosidade e, por que não, convencê-lo a pegar o carro, moto, ônibus, trem, ou qualquer meio de transporte, e vir correndo visitar esses vilarejos.

Vamos começar a desenrolar esta pequena lista dos vilarejos mais bonitos. Nos próximos posts iremos falar sobre cada aldeia – algumas vezes de modo específico, outras de modo geral e resumidamente.

1) Étroubles – Vale de Aosta.

Este vilarejo no coração do Vale do Grande São Bernardo, possui apenas 500 habitantes. Conhecido desde o período medieval, pois era um dos pontos de passagem da via Francigena (percurso que naquela época unia Cantuária a Roma). Quem se hospedou em Éntroubles foi Napoleão, durante a viagem para a batalha de Marengo. Hoje Éntroubles é famoso entre os amantes da arte, pois seu centro histórico é um museu com obras de artistas internacionais, inspiradas no tema de viagem.

2) Castellabate – Campânia

 

Castellabate, foto via labellevie.it
Castellabate, foto via labellevie.it

Dentre os vilarejos da Itália para se visitar, não pode faltar esta pérola do Cilento. Famosa, também por ter sido o set de filmagem do aclamado “Bem-vindo ao Sul”, um dos maiores sucessos do cinema italiano nos últimos anos. Com mar aprovado pela “Bandeira Azul”, seu território entra no Parque Nacional de Cilento e no Vale de Diano, região onde nasceu a Dieta Mediterrânea.

3) San Leo – Emília-Romanha

Não é difícil imaginar o motivo pelo qual San Leo foi incluído entre os vilarejos mais visitados da Itália. Pitoresco e peculiar, San Leo é definitivamente o destino turístico mais frequentado de Valmarecchia. Localizado na ponta de uma rocha enorme e intransitável, a cerca de 32km de Rimini, conquista os turistas com sua imponente fortaleza (colocada bem no pico da rocha). Casa de Dante, do Conde Cagliostro e de São Francisco de Assis, que aqui receberam de presente o Monte Alverne do Conde Orlando di Chiusi no Casentino (1213).


Se você deseja viajar para a Itália, siga o canal Viajado Para Itália no YouTube e descubra as melhores dicas para sua viagem ser inesquecível.

4) Sermoneta – Lácio

Aldeia tipicamente medieval, pertencente à Igreja, Sermoneta é vigiada por uma monumental muralha e um castelo do século XI. Estamos falando do Castelo Caetani, um dos mais conhecidos exemplos de arquitetura defensiva de Lácio. O território de Sermoneta, que se estende entre os montes Lepinos e o Agro Pontino, na província de Latina, possui cerca de 9.797 habitantes.

5) Gangi – Sicília

 

Gangi. Foto via dailymail.co.uk
Gangi. Foto via dailymail.co.uk

Exótico e de atmosfera curiosa, Gangi encanta e cativa com seu lindo centro histórico. De origens antigas, desde a Idade da Pedra, este vilarejo na entrada de Palermo é considerado um dos mais fascinantes do território de Madonias. Com um centro histórico caracterizado por vários prédios e igrejas de grande valor histórico, com casas típicas de pedra (que agora estão à venda). Até o New York Times falou sobre Gangi, graças à iniciativa da cidade em vender as casas por preços irrisórios (praticamente de graça), desde que fossem reformadas ao longo de quatro anos.

6) Bova – Calábria
Bova, foto via ntcalabria.it
Bova, foto via ntcalabria.it

Considerado a capital da Bovésia, região grecófona da Calábria, este vilarejo de 400 habitantes foi colônia da Magna Grécia e área conquistada também pelos normandos. Localizado no alto, é vigiado por um imponente castelo normando. Antiga sede episcopal, a vida da aldeia de Bova é inseparavelmente ligada à região. Para comprovar este fato, a cidade é famosa pela produção de instrumentos musicais e pelo Sentiero della Civiltà Contadina (um museu a céu aberto pelas ruas do vilarejo – exposição da vida cotidiana e principais ferramentas utilizada por agricultores).


SAIBA MAIS SOBRE BOVA


É impossível contar sobre todos os vilarejos, pois são tantos! Esses que vimos são uma pequena parte. Porém, qualquer lugar que escolher ir, qualquer que seja o destino que tenha decidido, você vai encontrar em todos esses vilarejos a beleza das cidades menores que engrandecem a Itália.

Guia Sua Viagem Para a Italia Gratuito Viajando Para Italia


Não deixe de ler:

Como Chegar na Itália?


Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália

Seguro Viagem Para Italia Viajando Para Italia Aluguel de Carro na Italia Viajando Para Italia Onde Ficar na Italia Viajando Para Italia
O Seguro Viagem é obrigatório e mais barato do que você imagina. Ainda mais com nosso bônus. Quer viajar pela Itália de carro mas não sabe onde alugar um? Nós temos a solução para seu problema. Garanta sua hospedagem em site confiável e renomado, sem sustos em sua viagem.

 

   Mala Levar Vinho da Italia para Brasil Viajando para Italia Consultoria Para Viagem Para Italia Viajando para Italia
Passeios em Grupo em toda a Itália e com Compra de Bilhetes antecipada economizando tempo e dinheiro. Que tal uma mala para você levar os melhores vinhos italianos para sua casa no Brasil? Conheça mais essa facilidade. A sua Viagem dos Sonhos para a Itália pede um serviço diferenciado, com excelência e dentro do seu orçamento.

Os Melhores Conteúdos do Viajando Para Itália

  1. Qual é o gasto médio em um dia na Itália?
  2. O que visitar na Itália em 10 dias?
  3. Os dez lugares imperdíveis da Toscana?
  4. As melhores dicas para economizar na sua viagem para Itália?
  5. Aeroportos da Itália? Como chegar no teu hotel? Veneza, Milão, Roma, Florença? Saiba como agora!
  6. O que fazer em 1, 2, 3 ou 4 dias nas principais cidades italianas? Conheça itinerários em cada cidade que você vai visitar!
  7. As melhores dicas sobre alimentação na Itália? Vinho? Comida típica em cada lugar?Economizar? Roteiros de enogastronomia? Descubra tudo!
  8. Viagem de carro na Itália: Exemplos de roteiros nas principais regiões italianas!
  9. Quais são os principais monumentos turísticos na Itália? Quais são os monumentos imperdíveis e que você deve colocar no teu roteiro?
  10. Qual é a melhor época para ir para Itália? O melhor período? O clima na Itália?
  11. Saiba tudo sobre o Transporte na Itália? Trem? Carro? Como se deslocar? Comprar passagem de trem? Metro?
  12. Os melhores exemplos de roteiros turísticos na Itália? Monte o seu roteiro seguindo os meus conselhos!

Grande abraço da Itália,

Ana Patricia

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

BAIXE AGORA MESMO O

E-BOOK GRÁTIS!