Roteiro de sete dias em Vêneto de carro?

Vêneto, região de mil facetas, guarda tesouros da natureza, arte e tradições, inclusive em terra firme.

1 1.942

VIAJANDO DE CARRO NA ITÁLIA: O VÊNETO !

ITINERÁRIO DE SETE DIAS NO VÊNETO?

Olá! Partecipo da revista Mala para Dois como convidado especial, não deixe de ler o meu primeiro post Uma viagem segura, conselhos para quem vai pela primeira vez”: a Itália!!

E os posts da seção: Viagem de carro na Itália: … onde a a cada mês estarei escrevo sobre um tour de carro em uma região Itália. Gostaram da idéia? Então não deixem de me seguir!!

Leia todos os posts nos seguintes endereços:

VIAJANDO DE CARRO NO VÊNETO

Vamos lá?

Entre as regiões italianas mais interessantes e ricas em beleza natural e histórica, encontramos sem dúvidas a região de Vêneto, que fica no Norte de nossa península. Vêneto, região de mil facetas, guarda tesouros da natureza, arte e tradições, inclusive em terra firme. A variedade de paisagens é extraordinária: as Dolomitas enfeitadas com as cores rosadas do pôr do sol, a costa leste do lago de Garda com Peschiera del Garda, Torri del Benaco e outros centros turísticos. Extensas praias de areia se espalham pelo litoral como Jesolo, Bibione, Cavallino e Caorle.

Montagnana veneto
Montagnana veneto. foto de Cláudio Colombo

Neste cenário natural sensacional se introduz um rico patrimônio cultural que faz de Vêneto uma terra de um encanto ímpar. Desde as arte-cidades às magníficas Vilas de Palladio dispersas pela Riviera de Brenta, aos pequenos vilarejos que reúnem os aspectos mais característicos desta abrangente região. Terra de grande fascínio, Vêneto apresenta inúmeros atrativos naturais e artísticos com alguns “primores” que não dá para perder.


Faça da sua viagem para Itália uma experiência única! Conheça os meus e-books com dicas exclusivas de quem conhece o melhor da Itália!


Uma boa maneira, ou melhor, uma forma mais cômoda de visitar a região de Vêneto, assim como outras regiões, é ir de carro. Assim, você fica mais livre para poder visitar os lugares que mais atraem a sua curiosidade e na hora quiser. Se precisar alterar alguns itens, você pode modificar nosso roteiro como achar melhor, parando quando e como quiser (com a oportunidade até de mudar a ordem das paradas).

Agora vamos começar a nossa viagem.

1) Primeiro Dia Veneza

(Chegada ao aeroporto Marco Polo, aluguel do carro e visita à linda cidade de Veneza, passaremos a noite em Veneza-Mestre).

A primeira parada de um roteiro ideal para explorar a região de Vêneto é, sem dúvidas, Veneza. Declarada “Patrimônio Mundial” pela UNESCO, tem sua lagoa, as ilhas, o Grande Canal com os palácios antigos ao longo da costa (ricamente decorados, que relembram o esplendor da antiga República Marítima).


VEJA NOSSAS DICAS SOBRE VENEZIA


Veneza, famosa também pelo seu tradicional Carnaval, pelos vidros de Murano e as rendas de Burano, pode ser visitada a pé, percorrendo suas inúmeras pontes e estreitas vielas chamadas “calle”. É possível também passear de barco com o Vaporetto, ou simplesmente com a mais romântica e tradicional gôndola, se deixando levar por suas águas onde podemos admirar de outra perspectiva essa paisagem única no mundo. Estes lugares são inesquecíveis: a Praça São Marcos, com a basílica repleta de mosaicos e cúpulas; o Palácio Ducal; o labirinto de vielas repletas de lojinhas e ateliês de artesanato; as igrejas decoradas com telas, esculturas e afrescos de diversas épocas; os museus e as pracinhas mais escondidas… Tudo em Veneza é um charme. Pernoite em Veneza Mester, onde teremos mais facilidades com o carro.

Passear em Veneza

2) Segundo Dia
(Partida de Veneza Mestre para Pádua).

A segunda parada de nosso roteiro tem como protagonista a cidade de Pádua.

Pádua ocupa uma posição de destaque e é considerada uma cidade da cultura no mais alto grau. Oferece aos visitantes muitas atrações, desde a Basílica de Santo Antônio (destino preferido pelo turismo religioso) à magnífica Capela dos Scrovegni, toda decorada com afrescos de Giotto, uma obra-prima da arte atemporal.


DICAS SOBRE PÁDUA?


Seu Jardim Botânico do século XVI, rico em plantas medicinais, está também entre os lugares considerados “Patrimônio da Humanidade”. Perder-se nas vielas é uma forma de capturar o espírito de “vilarejo medieval” que Pádua ainda conserva, é um grande centro de mudanças. Depois faremos uma parada no Caffè Pedrocchi, a tradicional cafeteria “sem portas”, para beber alguma coisa ao som de um ótimo jazz ao vivo, acompanhado de uma especialidade típica.

Basilica di Sant'Antonio
Basilica di Sant’Antonio
3) Terceiro Dia
(Partida de Pádua para Verona).

Verona é um amontoado de história e lenda, capaz de suscitar emoções inesquecíveis no coração e nos olhos dos visitantes. Começamos nossa visita pela Arena, um dos monumentos mais sugestivos do mundo romano. Além de ser símbolo da cidade, no verão se transforma em palco para grandes espetáculos, shows e temporadas de ópera. Verona é famosa no mundo inteiro por ser a cidade dos apaixonados.


Se você deseja viajar para a Itália, siga o canal Viajado Para Itália no YouTube e descubra as melhores dicas para sua viagem ser inesquecível.

É bem aqui que está a Casa de Julieta, com a famosa sacada que recorda a trágica histórica de amor contada pelo grande Shakespeare. O passeio também explora o aspecto místico religioso, elemento base para compreender o espírito tipicamente medieval que impera em toda a cidade, que tem como representante mor a magnífica catedral românico-gótica e a espetacular Basílica de São Zenão. Listada pela UNESCO desde 2000, Verona é um grande exemplo de integração urbana, arquitetônica e artística dos diversos períodos históricos que se passaram ao longo desses dois mil anos. A grande prova é a Praça das Ervas, com arquiteturas romanas, medievais e renascentistas perfeitamente integradas com o estilo da época do reinado da família Scala e dos palácios do século XIX.


DICAS SOBRE VERONA?


Não muito distante da Praça das Ervas, temos a Praça dos Senhores – a sala de estar de Verona – outro exemplo da perfeita disposição histórica, decorada pelo monumento dedicado a Dante Alighieri. A visita termina com o Castelvecchio, forte cenográfico mandado construir por Cangrande II della Scala, hoje uma das pinacotecas mais bonitas da região de Vêneto. Depois de termos jantado uma deliciosa comida, vamos para cama.

Ponte em Verona

4) Quatro Dia
(Partida de Verona para Vicenza).

Vicenza é esteticamente perfeita, uma joia única no panorama artístico de Vêneto, com relíquias preciosas de um patrimônio imenso. Vicenza, mais conhecida como a cidade de Andrea Palladio, é um dos lugares mais importantes da região de Vêneto, ela é rica em arte e cultura, por isso entrou para a lista de “Patrimônio Histórico” da UNESCO – até porque os bens arquitetônicos palladianos têm excepcional interesse. Como primeira parada, iremos ao Palácio Chiericati palladiano, que além de expressar de forma magnífica a genialidade do ilustre arquiteto, é também sede do Museu Cívico. Logo depois seguimos para outra obra-prima: o famoso Teatro Olímpico, também de Palladio, projetado pouco meses antes de sua morte.


DICAS SOBRE VICENZA


Continuamos para Praça dos Senhores, que fica no centro, onde podemos admirar a solenidade do Palácio da Justiça. Depois do Palácio da Capitania, deixaremos Palladio para conhecer uma Vicenza mais espiritual – vamos, portanto, para uma linda colina que fica ao sul da cidade. Lá surge do Barroco a Basílica de Nossa Senhora do Monte Bérico, onde estão as obras “A Ceia de São Gregório Magno”, de Paolo Veronese, e a “Pietà”, de Bartolomeo Montagna. Vamos terminar o passeio mais uma vez com Palladio, na visita à Vila Rotonda, a mais famosa entre as vilas de Vicenza, composta por quatro fachadas idênticas, que se destacam em meio ao verde do campo ao redor. Agora, depois de jantarmos, iremos descansar.

Centro histórico de Vicenza
Centro histórico de Vicenza
5) Quinto Dia
(Deixamos Vicenza para ir a Treviso).

Treviso é uma cidadezinha da região de Vêneto. O centro da cidade é cercado por muralhas do século XIV, até hoje em processo de restauro. Passeando pelas ruas desta pequena e encantadora cidade, não é difícil esbarrar nos afluentes do rio Sile. Na verdade, a primeira coisa que o visitante nota quando chega em Treviso é realmente o equilíbrio que reina por toda a cidade: o fluxo tranquilo das águas, a sequência de palácios antigos e os salgueiros, árvores choronas à beira do canal de águas cor de esmeralda.

Guia Sua Viagem Para a Italia Gratuito Viajando Para Italia

Então vamos começar nosso tour pela cidade seguindo pela avenida principal: Calmaggiore, onde encontramos várias construções monumentais da época medieval e renascentista.


DICAS SOBRE TREVISO?


Vamos para a Praça dos Senhores, uma espécie de espaço atemporal, onde está o edifício do centro histórico: o românico Palácio da Justiça. Veremos também a Casa dos Carraresi, a Galeria dos Cavaleiros, a Catedral, a Capela de Malchiostro, as igrejas de São Vito e Santa Luzia, a de São Francisco e a de São Nicolau. Ao cair da noite, é legal se aventurar na multidão nos arredores da Praça Domo.

Treviso

6) Sexto Dia
(Deixamos Treviso para as Colinas Eugâneas com lugares inéditos como Arquà Petrarca e Montagnana, onde passaremos a noite).

Na Planície Padana na região de Vêneto, as colinas que formam o grupo das Colinas Eugâneas oferecem várias possibilidades de passeios histórico-naturais. De origem vulcânica, as Colinas Eugâneas pertencem ao Parque Nacional de mesmo nome.

Vamos nos preparar para seguir um itinerário fascinante, em meio à natureza, onde encontraremos inspiração em qualquer estação do ano. A estrada que cerca as colinas leva a Arquà Petrarca, aos pés do Monte Ventolone, terra natal do poeta Francesco Petrarca. É um pequeno vilarejo no verde tranquilo das Colinas Eugâneas, que depois de atravessar dois milênios de história, parou na época medieval. Francesco Petrarca passou aqui os últimos anos de sua vida; agora seu corpo descansa no centro da Praça (no adro da igreja, que hoje virou o ponto central da cidade) em um caixão de mármore vermelho de Verona, de clara inspiração do cristianismo primitivo, decorado por um busto do século XV.

A casa de Petrarca permanece, lógico, a maior atração cultura desta arte-cidade. Mesmo tendo passado por vários restauros, conserva todo encanto e calmaria que se pode imaginar; com a cadeira, a escrivaninha e a estante de livros do grande poeta. Vale a pena visitar também o Salão Paroquial, o Oratório da Santíssima Trindade e a Galeria dos Vigários.


DICAS SOBRE MONTAGNANA?


A nossa viagem “de volta no tempo” continua em Montagnana, onde vemos a época medieval mais bem conservada de toda a região de Vêneto. A vista das muralhas é impressionante. Ao longo do trajeto, encontramos prédios magníficos, entre eles a Porta Legnago (também conhecida como “Forte das Árvores”, do século XIII, com o portão de madeira de carvalho original da época) e o Castelo de São Zenão (hoje sede do Museu Cívico).

Agora vamos visitar a Catedral e a “Transfiguração” de Veronese, com o lindo altar principal (muito provável obra de Sansovino). Depois de aproveitarmos um bom jantar relaxante e com ótimos produtos típicos da região, nos aguarda uma boa dormida.

Montagnana veneto
Montagnana veneto
7) Sétimo Dia
(Último dia do passeio nesta região maravilhosa. Depois de tomar um ótimo café da manhã, deixamos este lindo vilarejo para Rovigo).

Concluímos nosso tour em Rovigo, no coração de Polésine. Cidade “reservada” e elegante, “Rhodigium” na Idade Média, suscita um fascínio especial no visitante. É algo que tem a ver com seus lindos monumentos, mas também com o encanto da natureza “selvagem” que a envolve, com aquela névoa de mistério que sobe todos os anos.

A primeira parada é com certeza o castelo com as duas torres chamadas Donà (um dos símbolos da cidade) e Mozza (do século X). Caminhando com calma, admiramos os projetos arquitetônicos do domínio veneziano nas obras de Biagio Rossetti (o Palácio Roverella e o Mosteiro São Bartolomeu) e de Michele Sanmicheli (o Palácio Roncale), construções que trouxeram a Rovigo um valor artístico adicional.


DICAS SOBRE ROVIGO?


A visita segue para a Academia da Concórdia, sede da Biblioteca e da Pinacoteca, que reúne um acervo importantíssimo de obras de pintores da região de Vêneto e Ferrara do século XV ao XVIII. Também veremos o Museu Cívico, que fica dentro do Mosteiro de São Bartolomeu, exposição de grande interesse, tanto arqueológico quanto naturalista.

Rovigo. Fonte www.italiancook.ca
Rovigo. Fonte www.italiancook.ca

DICA: Vai viajar pela Itália de carro? Não sabe onde alugar o carro? Nós temos um parceiro que pode te ajudar: Rent Cars! Já pensou em alugar um carro na Itália, sem sair de casa, com atendimento em português, pagando em Real, sem cobrança de IOF e ainda poder parcelar em 12x sem juros no cartão? E que tal um desconto de 5% para pagamento à vista? Gostou da idéia? Então clique no banner abaixo Pesquise, compare e escolha! : )

Considerações Finais

A região de Vêneto é versátil e multicolorida, conserva tesouros naturais, artísticos e muita tradição. Nesta extraordinária variedade de paisagens e neste cenário natural sensacional se introduz um rico patrimônio cultural que faz de Vêneto uma terra de um encanto ímpar. Desde as arte-cidades às magníficas Vilas de Palladio dispersas pela Riviera de Brenta, aos pequenos vilarejos como Arquà Petrarca e Montagnana.

E boa viagem!!!

Veja a revista de Fevereiro!

Até o proximo post!! “

Visite o site do nosso parceiro e siga todas as matérias das revistas ( você poderá abaixar gratuitamente) que são super especiais e conheça e faça parte da comunidade de Mala para Dois!

Como Chegar no Veneto?

De carro

A região de Vêneto é bem interligada com o resto da Itália através de uma eficiente rede rodoviária. A rodovia A4 Torino-Trieste atravessa a região de Leste a Oeste. Vindo do Norte é possível chegar pela rodovia A22 Brennero-Modena. Do Sul também dá para pegar a A22 Brennero-Modena ou ainda a A13 Bologna-Padova.


VIAJANDO DE CARRO NA ITÁLIA: EXEMPLO DE ROTEIROS


De trem

Há vários tipos de trem: municipais, diretos (DIR), regionais (R) e inter-regionais (IR) – que param em todas as estações intermediárias – e os de alta velocidade ou longa distância como Intercity (IC) e Eurostar (ES) – que param apenas nas cidades maiores.


DESCUBRA TUDO SOBRE COMO FUNCIONA O TREM NA ITÁLIA?


De avião

O sistema aeroportuário de Vêneto inclui o Marco Polo de Veneza, o Valerio Catullo de Verona e o San Giuseppe de Treviso.

O aeroporto Marco Polo de Veneza é considerado o terceiro polo aeroportuário da Itália, com mais de 700 voos semanais de grande escala para os principais destinos nacionais e internacionais. O aeroporto de Verona tem voos diários para as principais cidades italianas e europeias. O aeroporto de Treviso é dedicado aos voos regionais, de baixo custo ou fretados.


COMO IR DO AEROPORTO DE ROMA PARA O CENTRO DE ROMA?

ou

COMO IR DO AEROPORTO MALPENSA PARA O CENTRO DE MILANO?

ou

COMO IR DO AEROPORTO DE VENEZA PARA VENEZA CENTRO


Não deixe de ler:

Como Chegar na Itália?


Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália

Seguro Viagem Para Italia Viajando Para Italia Aluguel de Carro na Italia Viajando Para Italia Onde Ficar na Italia Viajando Para Italia
O Seguro Viagem é obrigatório e mais barato do que você imagina. Ainda mais com nosso bônus. Quer viajar pela Itália de carro mas não sabe onde alugar um? Nós temos a solução para seu problema. Garanta sua hospedagem em site confiável e renomado, sem sustos em sua viagem.

 

   Mala Levar Vinho da Italia para Brasil Viajando para Italia Consultoria Para Viagem Para Italia Viajando para Italia
Passeios em Grupo em toda a Itália e com Compra de Bilhetes antecipada economizando tempo e dinheiro. Que tal uma mala para você levar os melhores vinhos italianos para sua casa no Brasil? Conheça mais essa facilidade. A sua Viagem dos Sonhos para a Itália pede um serviço diferenciado, com excelência e dentro do seu orçamento.

Os Melhores Conteúdos do Viajando Para Itália

  1. Qual é o gasto médio em um dia na Itália?
  2. O que visitar na Itália em 10 dias?
  3. Os dez lugares imperdíveis da Toscana?
  4. As melhores dicas para economizar na sua viagem para Itália?
  5. Aeroportos da Itália? Como chegar no teu hotel? Veneza, Milão, Roma, Florença? Saiba como agora!
  6. O que fazer em 1, 2, 3 ou 4 dias nas principais cidades italianas? Conheça itinerários em cada cidade que você vai visitar!
  7. As melhores dicas sobre alimentação na Itália? Vinho? Comida típica em cada lugar?Economizar? Roteiros de enogastronomia? Descubra tudo!
  8. Viagem de carro na Itália: Exemplos de roteiros nas principais regiões italianas!
  9. Quais são os principais monumentos turísticos na Itália? Quais são os monumentos imperdíveis e que você deve colocar no teu roteiro?
  10. Qual é a melhor época para ir para Itália? O melhor período? O clima na Itália?
  11. Saiba tudo sobre o Transporte na Itália? Trem? Carro? Como se deslocar? Comprar passagem de trem? Metro?
  12. Os melhores exemplos de roteiros turísticos na Itália? Monte o seu roteiro seguindo os meus conselhos!

Grande abraço da Itália,

Ana Patricia

1 comentário
  1. Jose Carlos Daltozo Diz

    Tenho um encontro da famiglia DAL TOSO em Vicenza, dia 03 de junho de 2018. Pretendo ir de SP-Milao, pegar trem Milao-Vicenza e nessa cidade alugar carro e rodar pelos arredores, indo ate o vilarejo de VO, onde nasceu meu avö Giuseppe Dal Toso. Meu sobrenome agora e DALTOZO, por causa dos cartorários brasileiros…
    Quero conhecer Verona, Lago de Garda, alguns vilarejos etc, quem sabe ate o começo das Dolomitas. Pádua e Veneza já conheci, em viagem anterior.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

BAIXE AGORA MESMO O

E-BOOK GRÁTIS!