Por que conhecer San Gimignano?

Perto de Florença, a cidade é pequena, mas merece uma visita.

4 6.403

Por que visitar San Gimignano?

Não tem desculpa para não ir para San Gimignano, porque é um dos vilarejos medievais mais característicos e encantadores da Toscana. San Gimignano, patrimônio da UNESCO, é uma cidadezinha que permaneceu quase intacta desde o fim do século XIV até hoje, como consta claramente nas pinturas da época (por exemplo, a tela de Taddeo Bartolo, no Museu Cívico da cidade).


COMO IR ATÉ SAN GIMIGNANO A PARTIR DE FLORENÇA?


É preciso conhecer este vilarejo pela singularidade da arquitetura, pelo encanto do clima do povoado, pelas paisagens extraordinárias dos campos em volta e pelo vinho aqui produzido (e suas respectivas degustações). Por todos esses motivos, San Gimignano é um dos lugares mais visitados da Toscana, e não apenas por turistas estrangeiros ou de outras regiões, mas pelos próprios toscanos também, que aproveitam o tempo de folga para passar um dia agradável, passeando ao ar livre.


TURISMO EM  SAN GIMIGNIANO?

Fonte: Drone Nomds


Um patrimônio que vale a pena conheceRr

O que ver em San Gimignano em um dia?

Podemos começar pelas casas-torre, que são uma das características típicas deste vilarejo. Das setenta que existiam na época medieval, hoje só restam treze – e graças a elas, San Gimignano conservou toda a arquitetura fascinante de um período inspirador. No passado, as casas-torre não eram apenas um elemento de prestígio (detalhe: a competição era para quem tinha a casa-torre mais alta), mas também tinham razões práticas, como a defesa. Com certeza, são essas torres que distinguem esta linda cidade em relação às outras.

Este slideshow necessita de JavaScript.

As casas-torre, ligadas entre si através de pontes, eram um sistema extremamente seguro de passar de uma casa-torre para outra sem ter de passar pela rua (que geralmente era frequentada por pessoas suspeitas ou com as quais poderiam ter pendências a pagar, brigas familiares e políticas).

Outro motivo da difusão das casas-torre teria sido em relação ao mundo da indústria têxtil; nessa região eram usados corantes à base de açafrão. Para fixar bem a cor, era preciso manter o tecido longe do pó e do sol, não tendo espaço adequado para estender os tecidos, as pessoas sempre construíam casas mais altas.


VAMOS CONHECER A ENOGASTRONOMIA TOSCANA?


Vamos continuar nosso passeio para admirar as principais atrações; dentre elas, não pode faltar a visita à Catedral de San Gimignano e o Palácio Comunale, que fica bem ao lado, onde está a Pinacoteca de Arte Medieval. Sua fachada romântica do século XII é toda original e lá dentro estão reunidas várias obras-primas, entre elas uma cruz de madeira de 1200.

A linda Colegiada de Nossa Senhora da Assunção, construída no século XII, é caracterizada por uma escadaria e uma fachada rústica, e dentro, três naves. Nela, está conservada uma série de obras-primas, como: o Martírio de São Sebastião, de Benozzo Gozzoli, as estátuas de madeira de Jacopo della Quercia e os afrescos de Lippo e Federico Memmi.


Faça da sua viagem para Itália uma experiência única! Conheça os meus e-books com dicas exclusivas de quem conhece o melhor da Itália!


Sem dúvidas, vale a pena subir até o topo da Torre Grossa, a torre mais alta da cidade, de onde é possível observar a melhor vista de toda San Gimignano. Ainda nessa região, vamos visitar o Palácio Comunale, a Pinacoteca e a Torre Grossa.

Construído e ampliado entre 1288 e 1323, o Palácio Comunale é outra obra-prima da arquitetura tardo-medieval, onde fica a Sala de Dante, decorada com uma série de afrescos importantes que têm como tema a corte e sua cavalaria. Na Pinacoteca, há obras do período entre os séculos XIII e XVII.

A Torre Grossa, que tem exatamente 54 metros de altura, pode ser visitada pelo Museu Cívico. Símbolo da cidade e do estado laico, a torre impera em todo o vilarejo e nos campos ao redor. Através de uma escada externa do palácio, é possível acessar o Museu Cívico (onde até Dante se hospedou por um período). Lá se destacam: a Majestade, de Lippo Memmi, a Cruz, de Coppo di Marcovaldo, o tondo com a Anunciação, de Filippino Lippi, além de uma das últimas obras de Pinturicchio.

Outra obra-prima da arquitetura renascentista de Giuliano e Benedetto Da Maiano é a Capela de Santa Fina. Reza a lenda que Santa Serafina, após a morte de sua mãe, teria decidido passar o resto de sua vida rezando diante de um oratório. Essa história está ilustrada em um afresco de Ghirlandaio presente na capela, em que o artista narra a vida da santa.


Se você deseja viajar para a Itália, siga o canal Viajado Para Itália no YouTube e descubra as melhores dicas para sua viagem ser inesquecível.


Por fim, sem dúvidas vale a pena ver a Igreja de Santo Agostinho, nos arredores da Porta San Matteo. Ela tem um estilo românico-gótico e abriga uma obra de arte de Piero Pollaiolo (A Coroação da Virgem, no altar principal) – outra maravilha é o conjunto de afrescos de Benozzo Gozzoli sobre A Vida de Santo Agostinho, que decora as paredes do coral.

A esta altura vamos parar em algum dos restaurantes especializados na culinária toscana para deliciar o paladar. Caso tenhamos ainda um pouco mais de tempo, podemos subir até a Rocca di Montestaffoli para ver as ruínas e outra vista linda da cidade. Para terminar a visitação, meu conselho é experimentar o vinho branco local, o Vernaccia de San Gimignano.

E sem contar que em San Gimigniano estão algumas das melhores gelaterias da Itália.. Então aproveite e curta a cidade do ponto de vista gastronômico!


Guia Sua Viagem Para a Italia Gratuito Viajando Para Italia

 Considerações Finais

Uma cidadezinha cuja extensão é de poucos quilômetros quadrados, e cujos habitantes não passam de 7.000, é digna de competir até com um monumento de prestígio como a Torre de Pisa. O mérito é, por exemplo, das galerias, que expõem a arte contemporânea e moderna, dos museus, que ficam sempre abertos, do teatro, que oferece apresentações musicais no verão além da temporada de inverno com várias organizações culturais, da biblioteca, que abriga mais de 100.000 obras, dos corais, das escolas de dança, das bandas e escolas de música. Em outras palavras, a cultura tem um papel predominante. Portanto, não é por acaso que San Gimignano tenha sido eleita pela Universidade de Sena como sede para os cursos de mestrado, e todos os anos recebe um grande número de exposições de arte contemporânea. Eis o porquê de conhecer San Gimignano.


Não deixe de ler:

Como Chegar na Itália?


Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália

Seguro Viagem Para Italia Viajando Para Italia Aluguel de Carro na Italia Viajando Para Italia Onde Ficar na Italia Viajando Para Italia
O Seguro Viagem é obrigatório e mais barato do que você imagina. Ainda mais com nosso bônus. Quer viajar pela Itália de carro mas não sabe onde alugar um? Nós temos a solução para seu problema. Garanta sua hospedagem em site confiável e renomado, sem sustos em sua viagem.

 

   Mala Levar Vinho da Italia para Brasil Viajando para Italia Consultoria Para Viagem Para Italia Viajando para Italia
Passeios em Grupo em toda a Itália e com Compra de Bilhetes antecipada economizando tempo e dinheiro. Que tal uma mala para você levar os melhores vinhos italianos para sua casa no Brasil? Conheça mais essa facilidade. A sua Viagem dos Sonhos para a Itália pede um serviço diferenciado, com excelência e dentro do seu orçamento.

Os Melhores Conteúdos do Viajando Para Itália

  1. Qual é o gasto médio em um dia na Itália?
  2. O que visitar na Itália em 10 dias?
  3. Os dez lugares imperdíveis da Toscana?
  4. As melhores dicas para economizar na sua viagem para Itália?
  5. Aeroportos da Itália? Como chegar no teu hotel? Veneza, Milão, Roma, Florença? Saiba como agora!
  6. O que fazer em 1, 2, 3 ou 4 dias nas principais cidades italianas? Conheça itinerários em cada cidade que você vai visitar!
  7. As melhores dicas sobre alimentação na Itália? Vinho? Comida típica em cada lugar?Economizar? Roteiros de enogastronomia? Descubra tudo!
  8. Viagem de carro na Itália: Exemplos de roteiros nas principais regiões italianas!
  9. Quais são os principais monumentos turísticos na Itália? Quais são os monumentos imperdíveis e que você deve colocar no teu roteiro?
  10. Qual é a melhor época para ir para Itália? O melhor período? O clima na Itália?
  11. Saiba tudo sobre o Transporte na Itália? Trem? Carro? Como se deslocar? Comprar passagem de trem? Metro?
  12. Os melhores exemplos de roteiros turísticos na Itália? Monte o seu roteiro seguindo os meus conselhos!

Grande abraço da Itália,

Ana Patricia

 

4 Comentários
  1. Leidiane Marinho Diz

    Olá! Você acha que vale a pena conhecer no inverno?? Faz muito frio?? Vou em janeiro! ABS.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz

      Boa tarde, estou em licença maternidade, portanto nesse periodo não estou conseguindo me dedicar a responder todos os comentários do blog. Te aconselho a ir nas categorias: Clima na Itália, Inverno na Itália, Viajando pela Itália – conselhos turisticos e Hospedagem na Itália. Tenho certeza que encontrará todas informações que você precisa para a tua viagem. Grande abraço, Ana Patricia

  2. LUIZA TRIANA ROSSATO Diz

    OI Ana Patricia !Tudo bem ?
    Estamos indo para Florença em outubro e ficaremos 10 dias .
    Queremos conhecer San Gimigniano , Siena , Montalcino e uma vinicola .
    Teriamos que contrarar um motorista com guia .
    Vc faz este serviço ?
    obrigada luiza

    1. Ana Patricia Da Silva Diz

      Cara Luiza,

      Informo que estou em licença maternidade até Setembro.

      Todos os emails devem ser enviados para [email protected], com cópia para o email [email protected].

      Para contatos via skype por favor salve o novo endereço:
      BonjourItalie-Touristico e para contatos via what ap: (+39) 3358385674.

      Em caso de EMERGÊNCIAS, por favor entre em contato pelo telefone/what ap (+39) 3358385674.

      Grande abraço,

      Ana Patrícia da Silva
      Responsável comercial do operador Bonjour Italie,

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

BAIXE AGORA MESMO O

E-BOOK GRÁTIS!