Quais são as principais localidade de Chianti, na Toscana?

8 6.856

O que visitar em Chianti?

Quais são as principais localidade de Chianti, na Toscana?

A região de Chianti é uma das áreas mais populares da Toscana. A denominação Chianti, não se refere a uma área precisa, mas a uma área montanhosa situada entre as cidades de Florença, Siena e Arezzo. É um dos lugares para conhecer na Toscana, uma visita inevitável para todos os turistas. Não é só uma área maravilhosa pela sua bela paisagem natural, mas também é uma área rica em história e charme.


Faça da sua viagem para Itália uma experiência única! Conheça os meus e-books com dicas exclusivas de quem conhece o melhor da Itália!


Chianti não é uma região muito extensa, mas é muito rica do ponto de vista naturalista, preciosa por seu histórico artístico e generosa por sua enogastronomia. Por esta razão, há muitas perspectivas e possibilidades de rotas entre suas colinas, paisagens naturais, vilas medievais e das pequenas cidades onde as tradições folclóricas ainda estão vivas e são atemporais.

Toscana
Toscana

Poggibonsi, Castellina in Chianti e Raddi in Chianti são apenas algumas das realidades maravilhosas que você pode encontrar nesta área. Não se esqueça da comida e do vinho da região de Chianti, uma área conhecida por todo o mundo como a ‘terra do vinho’, onde o protagonista é o Chianti Classico Gallo Nero, acompanhado de outros vinhedos bonitos como o Brunello di Montalcino, o Vernaccia di San Gimignano e o Nobile di Montepulciano, bem como um azeite extra virgem Toscano extraordinário.


VAMOS CONHECER A ENOGASTRONOMIA TOSCANA?


O Chianti Classico é aquele feito entre Florença e Siena e inclui todos os municípios de Greve, Panzano, Gaiole, Radda e Castellina; para atravessar estas aldeias, deve se percorrer a Chiantigiana, uma das mais belas estradas da Itália, que atravessa Chianti de Florença para Siena. Segui-lo é uma ótima maneira para visitar a área, e os lugares mais bonitos da região.


Roteiro do vinho em Val d’Orcia?


1) Começamos a partir de Greve in Chianti, este lugar é o coração da zona de produção do Chianti Clássico e vale uma visita. Esta animada cidade é famosa pela sua praça peculiar, que era a cidade do mercado desde aldeias medievais, castelos e fazendas para as colinas circundantes.


Guia Sua Viagem Para a Italia Gratuito Viajando Para Italia


Greve in Chianti é o lar de muitas igrejas interessantes e paróquias, além disso, a cidade está cheia de castelos e aldeias medievais que serviram de residências nobres. Greve oferece a oportunidade de provar e saborear muitos produtos típicos de Chianti. Sob as arcadas da praça, na verdade, existem muitas lojas de artesãos, bares e restaurantes. Estes incluem o antigo Falorni Butcher que só oferece produtos tradicionais de Chianti.

Greve in Chianti. Toscana. Fonte Flick
Greve in Chianti. Toscana. Fonte Flick

 

2) A poucos quilômetros de Greve está localizada Panzano, populosa cidade de Chianti; desde o século XII Panzano tem desempenhado um papel importante na defesa dos territórios de Florença.

O Castelo de Panzano foi, de fato, um baluarte importante na defesa da República de Florença nas guerras entre Florença e Siena. Também neste local encantador, entre as atmosferas antigas e restos medievais há locais para se comer e beber. É agradável caminhar pela cidade antiga e respirar o ar dos velhos tempos, permanecendo na praça principal para um copo de vinho. De fato, em Panzano, existem alguns bares e restaurantes que oferecem degustação de vinhos e produtos locais típicos. Além disso, há a Antica Macelleria Cecchini (antigo açougue) famoso pela sua excelente ‘bistecca alla fiorentina’ (um bife alto e grosso), que é cortado ao lado da Divina Comédia.

NOTA: Atenção quem bebe não dirige.. fique muito atento porque as leis italianas são severas.. 🙂

3) Continuando em direção a Siena, fica Castellina in Chianti, com origens antigas, a cidade tem uma rica história que remonta à Idade do Bronze e aos etruscos. Muitos são também os testemunhos da época medieval. A posição favorável do cruzamento das quatro zonas de Chianti fez deste lugar uma importante cidade estratégica e militar, entre Florença e Siena, dos quais permanecem sua bela Fortaleza e a passarela para Via delle Volte .


Se você deseja viajar para a Itália, siga o canal Viajado Para Itália no YouTube e descubra as melhores dicas para sua viagem ser inesquecível.

O centro histórico de Castellina foi completamente reestruturado, e é aqui que você pode admirar dois interessantes sítios arqueológicos, o Túmulo de Montecalvario, uma importante prova da era etrusca, que remonta aos séculos VII-VI a.C. e La Rocca, uma torre do século XIV, que está localizada na praça principal e de onde, do topo, você pode admirar a paisagem de Chianti. Para ver há também o Castelo Monternano e o Museu Arqueológico de Chianti, no interior da fortaleza. No centro histórico, na Via Ferruccio, você vai encontrar muitos restaurantes, boutiques, lojas e construções históricas como o Palácio Squarcialupi e o Palácio Banciardi. Imperdíveis são os inúmeros bares de vinho, onde podemos saborear vinhos locais.

4) Deixando a Chiantigiana se chega a outra bela cidade, Radda in Chianti, que mantém a sua aparência medieval original e as paredes ainda protegendo o centro da cidade, que se desenvolve em um labirinto de ruas concêntricas. É uma cidade muito turística de Siena, importante cidade vitícola, cheia de eventos culturais e folclóricos. A vila tem a aparência medieval característica, com interessantes edifícios históricos e religiosos, como o castelo histórico que há apenas os restos de muralhas e torres.

Radda in Chianti
Radda in Chianti

A cidade inteira está reunida em torno da Igreja de São Nicolau e do Palácio Pretoriana, que data do século XV. Importante é o antigo iglu (feito de pedra) que remonta à cidade aos tempos do Grão-Duque. Você pode visitar as fazendas vizinhas para provar o Chianti e outras iguarias da Toscana e experimentar a atmosfera típica de Chianti e seu melhor vinho.

5) Entre estes belos lugares não poderia faltar San Gimignano, cidade Patrimônio Mundial Cultural e Natural da UNESCO, e passeando por suas ruas não será difícil entender o porquê. Apesar de ser uma cidade pequena, ela irá surpreendê-lo com sua beleza e com sua riqueza de maravilhas arquitetônicas e urbanas.


DICAS DE SAN GIMIGNIANO?


San Gimigiano
San Gimigiano

Você vai se encantar com a seu centro histórico com, por exemplo, a bela Praça de São Agostinho com sua homônima e bela igreja, ou, lugar mais interessante, é o antigo Conservatório de Santa Clara, que abriga o Museu Arqueológico e a Galeria de Arte Moderna e Contemporânea. Como não ver Praça da Cisterna, maravilhosa, abraçada por torres medievais e casas, você está na praça, com a vizinha Praça do Duomo, que sempre foi o centro da vida da cidade. Você vai se surpreender com o seu piso em azulejo e muitas, muitas torres, verdadeiro símbolo da cidade. Imperdível será também uma visita à Rocca di Montestaffoli, da época medieval, com seus círculos de paredes.


PASSEIOS EM GRUPO EM LÍNGUA PORTUGUESA NAS PRINCIPAIS CIDADES ITALIANAS? RESERVE AGORA CLICANDO AQUI!


Conclusões

Quem atravessa a Toscana deve saber que a beleza testemunha nas obras de arte, mas não é o ponto mais alto da beleza, que está espalhado nas aldeias e no campo, nas praças e becos, refletida na cor das pedras, na ordem de culturas e sabores da enogastronomia. Isso acontece apenas em uma área espetacular desta região maravilhosa, Chianti, que está localizada no coração da Toscana, entre Florença, Siena e Arezzo.

Como Chegar no Chianti?

Chianti é uma das áreas mais belas e conhecidas da Toscana. Colinas e aldeias empoleiradas caracterizam este território que se estende entre Florença e Siena, há muitos lugares para visitar e muitos quilômetros para se percorrer se você quiser desfrutar o sabor desta região. Mover-se em uma área tão vasta, embora recolhida, pode ser complicado se você decidir usar o transporte público. Por outro lado percorrê-la de carro, pode ser muito agradável e tornar-se parte integrante da viagem (sempre com um mapa bem detalhado na mão).

NOTA: Atenção quem bebe não dirige.. fique muito atento porque as leis italianas são severas.. 🙂

Indo de trem

Embora a rede ferroviária seja bem desenvolvida na Toscana, ela não alcança as principais cidades de Chianti. As estações ferroviárias de Chianti são, na verdade, apenas duas, Poggibonsi e Castellina in Chianti com partida e/ou chegada a/da Florença ou Siena. A escolha entre os dois, claro, depende do seu itinerário. Poggibonsi pode ser o seu ponto de partida se você decidir visitar San Gimignano, Monteriggioni e outras localidades na fronteira, antes de passar para o Chianti DOC ou para Siena. Castellina in Chianti, por outro lado, está localizada no coração de Chianti e é o lugar ideal para começar a sua viagem.

Indo de carro

O carro é definitivamente a melhor maneira de visitar Chianti, porque você pode ser livre para escolher onde e quando fazer sua viagem, mas também para poder desfrutar o melhor da natureza e espetáculos desta área. A Florença-Siena, estrada que corre ao longo da fronteira entre Chianti e Val d’Elsa, é a conexão mais rápida, sendo uma estrada de alta velocidade, mas não deixe saborear a beleza da paisagem. A saída mais adequada para chegar rapidamente ao coração de Chianti, é a Poggibonsi Norte.

A estrada estatal 222, chamada de Chiantigiana, que sobe e desce colinas, atravessa todas as principais cidades de Chianti. É certamente espetacular e muito bonita para percorrer, mesmo que por alguns quilômetros. O panorama ao longo desta estrada muitas vezes pode deixar você sem fôlego. Deve ter cuidado para ir por ali à noite ou manter uma velocidade reduzida, a fim de evitar atropelar javalis, porcos e veados.

A auto-estrada 2 Cassia, corre quase paralela à rodovia. Como passa ao longo da fronteira com a Chianti, convem ir até Greve e depois pegar a estrada Chiantigiana.

NOTA: Atenção quem bebe não dirige.. fique muito atento porque as leis italianas são severas.. 🙂

DICA: Vai viajar pela Itália de carro? Não sabe onde alugar o carro? Nós temos um parceiro que pode te ajudar: Rent Cars! Já pensou em alugar um carro na Itália, sem sair de casa, com atendimento em português, pagando em Real, sem cobrança de IOF e ainda poder parcelar em 12x sem juros no cartão? E que tal um desconto de 5% para pagamento à vista? Gostou da idéia? Então clique no banner abaixo Pesquise, compare e escolha! : )

Como Chegar na Toscana?

A posição geográfica da Toscana pode ser considerada estratégica do ponto de vista dos transportes e das interligações com o resto da Itália. A ótima rede de infraestrutura permite ao turista muitas possibilidades para acessar a Toscana.

De avião

Para quem viaja de avião, a região dispõe de dois aeroportos principais e algumas escalas para voos fretados.

O aeroporto mais importante é o Galileo Galilei, de Pisa – é o segundo no Centro da Itália depois de Roma em relação ao número de passageiros. Tem também o Amerigo Vespucci, de Florença – ideal para quem pretende acessar a capital ou o interior da Toscana. Além desses, há outros aeroportos menores em Grosseto, Sena, Versilia e Ilha de Elba.

De trem

É fácil acessar a Toscana pela Itália toda, esta região sensacional é atravessada pelas principais artérias ferroviárias do país. Também passam trens de alta velocidade, como o Eurostar, que integra a densa rede de trens regionais e municipais. A estação de Florença fica na principal linha ferroviária nacional, que interliga Norte e Sul da Itália.

De carro

Para quem prefere viajar de carro, pela Toscana passam as importantes rodovias A1 Milano-Napoli e A11 Firenze-Mare, que interligam a capital à costa do Mar Tirreno.

CONHEÇA UM EXEMPLO DE ROTEIRO COM CARRO NA TOSCANA

 


Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália

Seguro Viagem Para Italia Viajando Para Italia Aluguel de Carro na Italia Viajando Para Italia Onde Ficar na Italia Viajando Para Italia
O Seguro Viagem é obrigatório e mais barato do que você imagina. Ainda mais com nosso bônus. Quer viajar pela Itália de carro mas não sabe onde alugar um? Nós temos a solução para seu problema. Garanta sua hospedagem em site confiável e renomado, sem sustos em sua viagem.

 

   Mala Levar Vinho da Italia para Brasil Viajando para Italia Consultoria Para Viagem Para Italia Viajando para Italia
Passeios em Grupo em toda a Itália e com Compra de Bilhetes antecipada economizando tempo e dinheiro. Que tal uma mala para você levar os melhores vinhos italianos para sua casa no Brasil? Conheça mais essa facilidade. A sua Viagem dos Sonhos para a Itália pede um serviço diferenciado, com excelência e dentro do seu orçamento.

Os Melhores Conteúdos do Viajando Para Itália

  1. Qual é o gasto médio em um dia na Itália?
  2. O que visitar na Itália em 10 dias?
  3. Os dez lugares imperdíveis da Toscana?
  4. As melhores dicas para economizar na sua viagem para Itália?
  5. Aeroportos da Itália? Como chegar no teu hotel? Veneza, Milão, Roma, Florença? Saiba como agora!
  6. O que fazer em 1, 2, 3 ou 4 dias nas principais cidades italianas? Conheça itinerários em cada cidade que você vai visitar!
  7. As melhores dicas sobre alimentação na Itália? Vinho? Comida típica em cada lugar?Economizar? Roteiros de enogastronomia? Descubra tudo!
  8. Viagem de carro na Itália: Exemplos de roteiros nas principais regiões italianas!
  9. Quais são os principais monumentos turísticos na Itália? Quais são os monumentos imperdíveis e que você deve colocar no teu roteiro?
  10. Qual é a melhor época para ir para Itália? O melhor período? O clima na Itália?
  11. Saiba tudo sobre o Transporte na Itália? Trem? Carro? Como se deslocar? Comprar passagem de trem? Metro?
  12. Os melhores exemplos de roteiros turísticos na Itália? Monte o seu roteiro seguindo os meus conselhos!

Grande abraço da Itália,

Ana Patricia

8 Comentários
  1. Fabiano Diz

    Olá Ana, confesso que estou viciado no seu blog… rs… Em abril/maio passarei 20 dias por esse país maravilhoso. Lendo seus posts elaborei um roteiro e gostaria da sua opinião a respeito, principalmente no período que ficarei na região da Toscana. Chego dia 14 em Roma e vou para San Felice Circeo encontrar com uma amiga. Dia 15 estarei em Napoles. Dias 16 e 17 Capri. De 18 a 21 Roma. Dia 22 pela manhã alugo um veiculo com destino a Toscana. Agora começam minhas dúvidas. Vou direto para Florenca ou faço um roteiro desde as cidades mais próximas de Roma. Olha o que pensei: 1 ou 2 dias em Florença. 1 dia Pisa (manhã) e Lucca (tarde). 1 dia Chanti. 1 dia Siena (manhã) e San Gimignano (tarde). 1 dia Vald’orcia. 1 dia Arezzo (manhã) e Cortona (tarde). Depois Veneza e Padua, terminando em Milão no dia 4 de maio quando retorno ao Brasil. Ufa! Que comentário enorme… abraços.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz

      Fabiano, te aconselho a se hospedar uma noite em zona de Val d´orcia (1º), outra em zona de Siena (2º) e somente depois em Florença, assim você consegue visitar todo o território sem ter que viajar muito a cada dia. Veja o roteiro de carro na Toscana:) Prosseguir para Veneza Mestre onde poderá deixar tranquilamente o carro e depois ir para Milão.
      Obrigada pelo teu carinho..
      Ana

  2. Fabiano Diz

    Olá Ana. Agradeço pelo retorno. Esse é o post? http://www.viajandoparaitalia.com.br/italia-central/toscana/uma-semana-em-toscana/
    Fiquei com um dúvida. Saindo de Roma para Toscana, Florença seria minha última parada, correto? Abraços.

    1. Ana Patricia Da Silva Diz

      Sim, para as duas coisas:) Boa viagem, Ana

  3. Carolina dos Santos Martins Diz

    Bom dia Ana, me apaixonei pelo blog e a cada dica que leio fico bem mais agoniada para ir para Itália, estarei indo lá para outubro… é uma data boa? kkkk na verdade só vou poder ir nesse mês por conta de férias do namorado que não pode escolher o mês para tirar e minha maior vontade é conhecer a Itália mais natureza como Toscana, teria alguma dica de lugares por ai bem cheio de verde? kkk beijos e parabéns pelo Blog eu estou amando !

    1. Ana Patricia Da Silva Diz

      Olá querida, acho Outubro um ótimo mês..:) não faz nuito frio e nem muito calor.. então vão aproveitar.. Zona verde aconselho a zona do Chianti e de Val d´Orcia:) abraços e boa viagem, Ana

  4. Sebastião Pimenta Diz

    Olá Ana. Vou visitar a região de Chianti de carro a partir de Florença. Como conciliar a direção do carro com a degustação dos vinhos maravilhosos? Seria fácil contratar um motorista por um dia? Qual a sua sugestão?

    1. Ana Patricia Da Silva Diz

      Bom dia Sebastiao, ou quem dirige nao bebe ou se contrata um motorista..ou se faz um tour em grupo:) Acho sempre melhor n arriscar..
      Ana

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.