Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão?

Milão é uma metrópole e, para te ajudar a decidir o que visitar, listamos 10 atrações imperdíveis da cidade para você colocar nos seu Roteiro!

2 7.934

Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão?

Se quisermos visitar uma cidade grande como Milão, devemos concentrar nossas atenções nos monumentos e atrações principais, justamente naqueles que não podemos perder.  Mas afinal de contas quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? Vamos lá? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Nossa Introdução

Vejamos como explorar os dez monumentos que não podem faltar. Milão é uma cidade que reúne muita beleza, claro que, diferente daquelas que oferecem as arte-cidades e vilarejos tradicionais do ‘Bel Paese’, mas ainda assim rica em maravilhas. Não vá esperando então um centro histórico pequeno e aconchegante ou ruínas inspiradoras de tempos remotos, mas uma cidade viva, europeia, onde os majestosos castelos, igrejas, prédios históricos e museus se misturam com as ruas de compras e da vida noturna.

1) Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? DUOMO

O primeiro lugar que não dá para perder é o símbolo da cidade de Milão: o Duomo. A Catedral de Milão é a obra mais importante da arquitetura gótica na Itália e é dedicada a Nossa Senhora da Assunção. É impossível listar todos os tesouros que estão dentro da igreja, pois são inúmeros quadros, esculturas, altares, imagens em baixo-relevo e objetos preciosos. Toda em mármore branco, está entre as maiores igrejas católicas do mundo. SAIBA MAIS SOBRE O DUOMO DE MILÃO

Seu Terraço

Durante a sua visita, não se esqueça de subir até o terraço da Catedral para admirar de perto os requintados pináculos, os arcobotantes, as estátuas e em especial a imagem da “Madonnina”, como é chamada a padroeira. O teto da Catedral tem uma vista espetacular da Praça Domo, do Palácio do Arengário (sede do Museu del Novecento), do Palácio Real, dos pórticos, da Galeria Vittorio Emanuele II e mais à frente do Castelo Sforzesco.

2) Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? GALERIA VITTORIO EMANUELE II

Em segundo lugar temos a Galeria Vittorio Emanuele II, dedicada ao rei que a inaugurou, em 1867. Foi construída para unir a Praça Domo ao Teatro Scala e hoje abriga lojas e cafeterias da moda. No chão há um octógono central onde está o brasão da família Savoia e os emblemas de Turim (touro), Roma (loba), Florença (lírio) e Milão (cruz vermelha). É um dos pontos de encontro mais característicos da cidade de Milão. Sua construção é de 1870 e lá tem restaurantes, cafeterias tradicionais e lojas da alta moda.

3) Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? TEATRO SCALA

Saindo da Galeria, encontramos outra maravilha para visitar: a Praça Scala, onde estão a Galeria da Itália (um museu gratuito que abriga obras de arte desde o neoclassicismo até os dias de hoje) e o famoso Teatro Scala. É o templo da ópera, além de ser um dos teatros mais famosos em nível internacional. Localizado a poucos passos da Praça Domo (com a qual é ligado graças à Galeria Vittorio Emanuele), representa em absoluto a arte e a cultura de Milão.

4) Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? PALÁCIO REAL

Muitas das mostras de arte moderna mais importantes em nível internacional passam pelo Palácio Real, que fica na Praça Real, próximo à Praça Domo. O Palácio Real é um ponto de encontro dos amantes da arte, pois frequentemente recebe mostras importantes internacionalmente, onde é possível admirar as obras-primas dos artistas mais conceituados de todos os tempos.

5) Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? CASTELO SFORZESCO E O PARQUE SEMPIONE

Localizado na Praça Castelo, no coração de Milão, o parque do Castelo Sforzesco é o pulmão verde do centro da cidade. Seu nome está ligado à família Sforza, ducado de Milão no século XV. No decorrer dos anos, o castelo foi alvo de guerrilhas entre tropas francesas, milanesas e alemãs e, portanto, destruído. Contudo, a estrutura do castelo nunca foi atingida e uma série de trabalhos de restauração permitiu a manutenção do castelo em ótimas condições. Dentro do castelo é possível visitar vários museus ou então ficar admirando os lindos e enormes jardins.

Do lado de fora do Castelo, para completar a praça, há uma linda fonte. Atrás do Castelo fica o Parque Sempione, perfeito ponto de encontro para os jovens nas tardes de verão, ideal para uma bela caminhada. O Castelo é um complexo magnífico de caráter monumental e é um dos símbolos de Milão, assim como a Domo.

6) Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? IGREJA N. SENHORA DAS GRAÇAS E A SANTA CEIA

A igreja Nossa Senhora das Graças é uma das mais famosas de Milão, construída entre 1466 e 1490. Esta igreja é muito conhecida por abrigar em seu refeitório um dos quadros mais famosos do mundo: “A Última Ceia”, de Leonardo da Vinci. Exatamente por essa razão, a igreja Nossa Senhora das Graças foi declarada pela UNESCO “Patrimônio da Humanidade”. Vêm pessoas do mundo inteiro para ver a “Santa Ceia” de da Vinci, que retrata o Cristo com os doze Apóstolos na última ceia antes de sua morte. VAMOS CONHECER A ÚLTIMA CEIA?

7) Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? IGREJA DE NOSSA SENHORA E SÃO SÁTIRO

Nas vizinhanças do Castelo, há uma joia da arquitetura de Bramante: a igreja de Nossa Senhora e São Sátiro. Esta igreja de abside encantadora foi projetada por Donato Bramante. Apesar de ser um pouco escondida e pequena, seu interior é maravilhoso. As suas origens são da Idade Média e durante sua construção foi acoplado o santuário de São Sátiro.

8) Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? PINACOTECA DE BRERA

Brera é um dos bairros mais elegantes e exclusivos da cidade. Os palácios do século XVIII, as cafeterias ao ar livre e as refinadas butiques de roupas e acessórios dão ao bairro um ar boêmio. Nesta região temos a Pinacoteca de Brera e a Academia de Belas Artes, que são os dois tesouros deste bairro chique da cidade de Milão.

A Pinacoteca de Brera é uma galeria de arte que merece ser admirada, sua beleza já vale a visita à Milão. Ela possui uma das obras de arte mais singulares do mundo, graças a Napoleão Bonaparte, que reuniu obras-primas importantes – entre elas o “Cristo Morto”, de Mantegna; a “Pietà”, de Bellini; e obras de Tiziano.

9) Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? BASÍLICA DE SANTO AMBRÓSIO

Depois do Domo, a Basílica de Santo Ambrósio é considerada o edifício religioso mais importante da cidade. É um exemplo esplêndido do estilo românico-lombardo. De construção antiga, conserva obras artísticas e relíquias inestimáveis que documentam seis séculos de história da cidade. A Basílica, mandada construir pelo Bispo Ambrósio entre o ano de 379 e 386, foi refeita várias vezes. Em 1492, Bramante fez a nova reitoria e a reestruturação do mosteiro. Enquanto a Catedral é branca e chamativa, a Basílica de Santo Ambrósio é vermelha e a cor terracota dá um ar sério e robusto.

10) Quais são os dez principais lugares para conhecer em Milão? NAVIGLI

Navigli tem lugares pitorescos e sugestivos, onde nas estações amenas acontecem eventos agradáveis à noite à beira dos canais, que espelham as antigas “casas de sacadas comunitárias”. Um tempo atrás, Milão era uma cidade repleta de canais navegáveis que desenvolviam um papel essencial na vida social e econômica da cidade.

Entre o século XV e XVI, foi construído o sistema dos Navigli, ou seja, dos canais navegáveis. Um dos engenheiros que participaram da obra foi Leonardo da Vinci, que estudou uma forma de ligar o Canal de São Marcos em Brera ao Canal da Martesana e depois o de Adda. Dos antigos canais, restam apenas três: o Naviglio Martesana, o Naviglio Grande e o Naviglio Pavese. Até o século XIX, era o porto da cidade e hoje é o centro da vida noturna. Característicos e românticos de dia, cheios de vida à noite. Uma multidão de milaneses e turistas lotam os bares para o tradicional aperitivo.


Assista a esse vídeo incrível sobre Milão

(Fonte: Volovisione)


Curiosidades sobre Milão?

Antes de finalizar esse post não poderia deixar de falar sobre algumas curiosidades sobre Milão. Afinal você não pode fazer essa viagem sem saber todos os detalhes dos lugares que vai visitar.

A Coluna do Diabo

A Coluna do Diabo: é uma coluna que remonta ao tempo dos romanos, e possui dois buracos idênticos feitos a uma altura de cerca de um metro do chão. Fica perto da Igreja de Sant’Ambrogio e, diz a lenda, que o diabo tentou seduzir Sant’Ambrogio a abandonar seu papel de bispo e, com raiva pela resposta negativa, ele lançou um chute muito poderoso, batendo os chifres na coluna e fazendo os furos.

A Ponte das Sereias

A ponte das sereias: dentro do Parque Sempione fica um riacho muito romântico, com uma pequena ponte chamada Ponte delle Sirene. A lenda diz que se você beijar sua cara metade nesse lugar, essa pessoa nunca vai te trair.

Rua dos Gnomos

A Rua dos Gnomos: não, você não vai encontrar nenhum ser mágico por aqui, mas essa rua, no distrito de Maggiolina, atrás da estação central, é chamada assim por causa das suas casinhas que a caracterizam: são pequenas habitações, muito parecidas com os iglus dos esquimós, e que lembram casinhas de gnomos. Um charme!

Arte de rua em Milão

A arte de rua em Milão está crescendo com muita força! Para poder ver incríveis murais e grafites você pode ir até Corso di Porta Ticinese, Jardim das Culturas e Via Mercalli.

Os Fantasmas de Milão

Os fantasmas de Milão! Um do mais famoso é o de uma noiva que teria caído do telhado do Duomo. Dizem que, à noite, podemos ouvir Carlina, a noiva que caiu do telhado sussurrando pelos arredores do Duomo.

Vai se hospedar em Milão? Então siga nossas dicas exclusivas de Hotéis!!!

Aqui você encontrará gratuitamente indicações de hospedagem para não cair numa furada e não ficar em uma zona distante das atrações na Itália!

A seguir, não deixe de ler nossas dicas e conselhos sobre os bairros de Milão e onde se hospedar. Aqui você encontrará o melhor bairro e o tipo de hospedagem que mais se encaixa no perfil de sua viagem;)

Saiba que reservando dentro do nosso blog através da Booking.com você estará colaborando a manter nosso site e você não pagará nada a mais por isso, pois o serviço de reserva é GRATUITO. Ou seja, sem taxas de reservas ou administrativas, e as reservas podem ser canceladas Gratuitamente.

Hospedagens que aconselho nas Regiões de Malpensa e Linate

Vamos começar pelas regiões de Malpensa e Linate, as zonas aeroportuárias da cidade. Linate e Malpensa ficam perto dos dois principais aeroportos de Milão. Ideal para breves estadias e viagens a trabalho e se você estiver com carro.

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho na Região do Duomo

Uma das regiões mais encantadoras é a do Domo, catedral e símbolo da cidade, esta região é perfeita também para quem ama as cafeterias tradicionais, os bares da moda ou para quem sempre procura as novidades e segue as tendências. A região da Praça Duomo é equipada com duas linhas do metrô, que fazem com que esta região seja ainda mais prática para quem se hospeda na cidade.

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho na Região do Centro Histórico

Outra região para se levar em consideração é o Centro Histórico de Milão, um emaranhado de ruas encantadoras. O chamado “quadrilátero da moda”, o lugar ideal para se fazer compras em Milão, com suas famosas ruas: Montenapoleone, Manzoni, via della Spiga e corso Venezia (e as travessas Santo Spirito, Gesù e Borgospesso). Dentro dessa zona podemos também considerar a Zona Brera que é uma outra zona maravilhosa para se hospedar.

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho na Região de Brera

O bairro de Brera é famoso pelas suas butiques da alta moda, pelas exclusivas galerias de arte e pelos bares da moda – fica ao norte da Praça Domo. As ruazinhas características são convidativas para um passeio sem destino. A principal atração é a Pinacoteca de Brera, onde estão expostas obras de arte de valor inestimável – entre elas, as obras-primas de Raffaello e Mantegna. É na região sudeste de Brera que fica o “quadrilátero da moda”. A região é frequentada por VIPs e socialites que gastam horrores nas butiques de marcas como Armani, Valentino e Versace, nos arredores do elegante “Montenapo” (como os milaneses chamam carinhosamente a rua Montenapoleone).

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho na Região de Navigli

Também, o encantador bairro Navigli é uma região bem enérgica, que nos últimos anos tem se desenvolvido bastante. A região “bomba” de bares, cervejarias, restaurantes, padarias e pizzarias e abriga uma das feiras de antiguidade mais aclamadas do Norte da Itália. A agitada vida noturna, as típicas galerias de arte e as ruazinhas características fazem desta região uma ótima escolha para quem deseja se hospedar em Milão e para quem adora curtir a vida noturna.

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho na Região da Estação Central

Outra região de grande concentração de hotéis é a da Estação Central, principalmente se você vier de trem. Nesta região há várias estruturas receptivas e o melhor: para todos os bolsos.  Melhor região para quem pretende fazer bate-voltas a partir de Milão.

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)


Assista esse vídeo e saiba: Como comprar o bilhete da Última Ceia de Leonardo da Vinci? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Todos nós conhecemos, mesmo que só de nome, a Milão ocupada, sempre na correria, a Milão da moda. Contudo, ela não é só isso, mas sim uma cidade rica em monumentos e atrações artísticas e culturais. De museus a igrejas e monumentos, atrações que merecem ser vistas, é dessa Milão que falamos neste breve guia.

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!


para sua viagem perfeita!

CONSULTORIA

Guias 100% customizados e dentro de seu orçamento!

Planejamento de Viagem

MINICURSO

Apenas para inscritos em nossa newsletter!

 

Aproveite melhor suas férias! Aprenda a planejar com segurança e eficiência sua viagem pela Itália. Curso grátis!