Conhecer o subterrâneo do Coliseu?

O Coliseu é o símbolo da cidade eterna, mas sua visita pode ir além de suas belas ruínas. Hoje vamos dar dicas e informações para você acessar os ESPAÇOS ESPECIAIS do subterrâneo e o terraço do Coliseu.

0 4.230

Conhecer o subterrâneo do Coliseu?

Quando falamos de Roma logo nos vem à mente seu imponente Coliseu. Seu nome oficial é Anfiteatro Flaviano e suas ruínas são um dos monumentos mais visitados do mundo. Faz parte também da lista das sete maravilhas modernas, porém o Coliseu apresenta outras belezas além de suas ruínas históricas. Conhecer o subterrâneo do Coliseu? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

1) Conhecer o subterrâneo do Coliseu? A HISTÓRIA

A capital da Itália é uma das cidades mais visitadas do mundo. O Coliseu é, desde sempre, o cartão postal da cidade e recebe milhares de turistas do mundo inteiro todos os anos. O Coliseu começou a ser construído por ordem do Imperador Vespasiano, mas só foi concluído após a posse de seu filho, Tito.  É um dos monumentos mais antigos do mundo e um dos mais magníficos! Sua parede do lado de fora preserva quatro pavimentos de sua estrutura e nas três arquibancadas debaixo, ficam fileiras com vários arcos. Saiba mais sobre Coliseu clicando aqui!

Na quarta arquibancada é possível observar algumas janelas retangulares. Todos os assentos da construção eram feitos de mármore e a escadaria  era dividida em três partes, que ‘classificavam’ as classes sociais: o podium era reservado para os nobres, a meaniana era onde ficava a classe média dos moradores e os pórticos eram reservados para os plebeus e para as mulheres.  Para importantes nomes do governo ou ilustres visitantes, havia a tribuna imperial, que ficava ao lado do podium.

2) Conhecer o subterrâneo do Coliseu? A ORIGEM DO NOME

O anfiteatro comportava até 80.000 pessoas e havia cerca de 80 escadarias de entrada e saída, o que facilitava o fluxo da multidão. O Coliseu foi construído em cima do lago da casa de Nero, a famosa Domus Áurea e ficou conhecido como Coliseu porque ali, durante a construção, foi encontrada uma estátua colossal do imperador. O Coliseu, na época da perseguição cristã, era o ‘palco’ onde os devotos eram lançados aos famintos leões.

3) Conhecer o subterrâneo do Coliseu? A INAUGURAÇÃO

Foi inaugurado no ano 80 d.C. (8 anos após o início de sua construção) e a festa de inauguração durou 100 dias. Foi nesse período que, ali, morreram 9.000 animais e 2.000 gladiadores. Em 523 d.C. as atividades ali foram encerradas definitivamente, mas o ar da época do Império Romano perdura até hoje e, lá dentro, se fecharmos os olhos, conseguimos ouvir o rugido feroz dos leões e os gritos de torcida do público.

Dica

  • Opte, se possível, pela visita guiada ao Coliseu. A história desse lugar é fantástica e o guia te conta TODOS os detalhes desse lugar impressionante! Indo além do óbvio no Coliseu.

4) Conhecer o subterrâneo do Coliseu? O BELVEDERE E O SUBTERRÂNEO

Duas propostas ótimas de visita por ali são: o subterrâneo e o belvedere.  O Belvedere é o terceiro, quarto e quinto anéis da estrutura, o ingresso comum NÃO DÁ ACESSO a essas áreas, O.K.?! Estes espaços são muito especiais porque são preservados nas mesmas condições em que se encontravam no final do século V d.C., quando foram encerradas as atividades no Coliseu.

Belvedere

Antes de entrar no que agora é um belvedere, você atravessará a única galeria intacta da construção. Ali você encontra gesso, claraboias e elas se ligam aos corredores II e III. Quando chegar a área aberta, numa altura de 30 metros, a vista se apresenta de forma ÚNICA: você consegue ver os Fóruns Imperiais e o Palatino, o que faz com que sua mente te transporte instantaneamente para outra época.

Subterrâneo

Já na parte baixa, indo para o subterrâneo, toda a atmosfera que viviam os gladiadores é revivida pelo visitante. Pode-se ver uma réplica dos elevadores (que eram operados por escravos) que elevavam os animais e os lutadores até a arena, as paredes intactas e o chão muito bem preservado. Nesse corredor é possível ver também, no leste, onde ficava o Portão Libitinaria que, em sua parte inferior da arena, dava acesso aos gladiadores para chegar até subterrâneo da estrutura; esse mesmo caminho ligava o subterrâneo à escola Ludus magnus, a grande escola de gladiadores.

A construção do subterrâneo

Ali ainda há muito a ser estudado, mas é possível imaginar tudo que se passava por ali com facilidade. Os subterrâneos ficavam a seis metros abaixo da arena. A estrutura do subterrâneo é em tufo e travertino, pedra típica utilizada no Coliseu. A maioria do material utilizada para construção dessa obra colossal, foi transportada pelo Rio Aniene. Além das pedras, toda a estrutura dos subterrâneos também era apoiada por cilindros de ferro e chumbo, ou seja, a base é forte e resistente, apesar de serem visíveis alguns buracos por causa da ação do tempo.

Circo dos Horrores

Se fossemos resumir em poucas palavras, os subterrâneos do Coliseu eram os bastidores de cruéis espetáculos usados para divertir o público. Cruéis, porque ali morreram milhares de pessoas e animais. Esses bastidores consistiam em um corredor central de cada lado onde ficavam várias salas onde os gladiadores se preparavam para as batalhas. Eram nesses corredores também que ficavam as gaiolas dos animais, como leões e tigres.

Informações Úteis

Para maiores informações, a empresa responsável pela venda de ingressos é a CoopCulture (site oficial em italiano).

Veja aqui algumas opções de compra de ingressos com nossos parceiros (sites em língua portuguesa):

Dica
  • O local vive passando por manutenção, então nem sempre está aberto. Informe-se antes de viajar e COMPRE O INGRESSO COM ANTECEDÊNCIA! Comprar in loco é super complicado porque as filas são enormes. E chegue no horário combinado para encontrar com o grupo. Eles são bem pontuais e não se sentirão em culpa em começarem o tour sem você! Hahahaha…

Vai se hospedar em Roma? Então siga nossas dicas exclusivas de Hotéis!!!

Aqui você encontrará gratuitamente indicações de hospedagem para não cair numa furada e não ficar em uma zona distante das atrações na Itália!

A seguir, não deixe de ler nossas dicas e conselhos sobre os bairros de Roma e onde se hospedar. Aqui você encontrará o melhor bairro e o tipo de hospedagem que mais se encaixa no perfil de sua viagem;)

Saiba que reservando dentro do nosso blog através da Booking.com você estará colaborando a manter nosso site e você não pagará nada a mais por isso, pois o serviço de reserva é GRATUITO. Ou seja, sem taxas de reservas ou administrativas, e as reservas podem ser canceladas Gratuitamente.

Hospedagens que aconselho perto do Centro Histórico

Se você é apaixonado pela arte e gostaria de ficar no centro onde poderá se deslocar a pé, assim como ter inúmeras possibilidades de lugares para almoçar/jantar ou lanchar te aconselho a ficar no centro histórico. Podem ser consideradas “centro histórico” as regiões perto da Fonte de Trevi, do Coliseu, do Fórum Romano, Fórum Imperial e da Villa Borghese, da Piazza Spagna e da Piazza Navona. São as áreas mais caras, porém estará próximo de tudo, literalmente!

Se quiser economizar uma ótima opção é o B&B, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se prefere um bom hotel, tenho três opções que gosto muito, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho perto da Região de San Giovanni

Para quem deseja encontrar alternativas mais econômicas em áreas tranquilas, mas ao mesmo tempo perto dos meios de transporte para o centro, sugiro a região de San Giovanni ou do Monti (perto das estações de metrô San Giovanni, Castro Pretorio e Circus Massimo) – que é um bairro mais residencial; portanto, mais econômico e tranqüilo! E com apenas 15 minutos de metrô estará no centro também!

Tenho duas opções de Hotéis que recomendo, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Tenho duas opções de Pousadas que recomendo, clique nos links abaixo e conheça cada uma. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho perto da Cidade do Vaticano

Uma zona interessante para se hospedar e um pouco mais econômica que o centro histórico é a zona do Vaticano (Museus do Vaticano) que está muito bem conectada com tudo.

Tenho duas opções de Pousadas que recomendo, clique nos links abaixo e conheça cada uma. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se prefere um hotel, tenho três opções que recomendo, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho perto da Estação Termini

Para quem prefere ficam em bairros que tenham um bom acesso ao resto da cidade e com um preço melhor, então deve escolher uma acomodação nas intermediações da Estação Termini (de onde parte uma densa rede de meios públicos de transporte, que serve tanto o povo local quanto os turistas).

Tenho 3 sugestões boas de hotel em Termini, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se prefere pousadas tenho 2 sugestões boas, clique nos links abaixo e conheça cada uma. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho em Trastevere

Para quem prefere “saborear” a Roma autêntica e característica, não há nada melhor que reservar um hotel no Trastevere (nos arredores do histórico rio da cidade), pleno de história e tradições tipicamente romanas, conhecido pelas ruas tortuosas de pedras sampietrini e pelos centros habitacionais em estilo medieval.

O bairro fica no centro histórico e à direta do rio Tevere, em meio a uma paisagem espetacular, onde cada visitante pode observar as inúmeras igrejas e praças (como a de Santa Maria in Trastevere). Além disso, este bairro oferece vários restaurantes locais e cantinas para quem deseja experimentar a típica culinária romana.

Se quiser economizar uma ótima opção é o B&B, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se prefere um bom hotel, tenho duas opções que gosto muito, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)


Assista esse vídeo e saiba: Como comprar o bilhete do Coliseu online? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Conhecer o subterrâneo do Coliseu? Visitar o Coliseu além do óbvio é uma experiência única e merecer ser vivida, pelo menos, uma vez nada vida. Você vai se surpreender! E se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!


para sua viagem perfeita!

CONSULTORIA

Guias 100% customizados e dentro de seu orçamento!

Planejamento de Viagem

MINICURSO

Apenas para inscritos em nossa newsletter!

 

Aproveite melhor suas férias! Aprenda a planejar com segurança e eficiência sua viagem pela Itália. Curso grátis!