Uma breve história de Florença

Cidade fortificada cenário de ascensões e quedas entre inúmeras batalhas que nela houveram. Florença se manteve sempre erguida após tantos conquistadores e conquistados que tiveram seus nomes registrados na história do mundo.

0 32

Uma breve história de Florença

Florença, na antiguidade, foi uma área fortificada. A cidade apresenta uma posição privilegiada: localizada na intersecção das estradas que uniam a costa do Tirreno aos Apeninos e, unidas, levavam para Roma através do vale do Arno. Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Nossa Introdução

Etruscos, romanos, godos, bizantinos, guelfos e gibelinos. Apenas alguns dos que tentaram dominar e se estabelecer em Florença, alguns com temporário sucesso. A capital da Toscana tem muita história a ser contada, impregnada em sua cultura e arte.

Uma breve história de Florença

Florença já foi uma cidade etrusca, quase totalmente dependente de Fiesole; no entanto, em 395 a.C. a civilização etrusca foi subjugada pelo Império Romano e, assim, foi fundada Florentia, que foi erguida em cima das cinzas dos etruscos.

Logo após a queda do Império Romano, Florença foi dominada por godos e bizantinos, enquanto na Idade Média, por conta de sua riqueza agrícola e estar estrategicamente localizada, Florença conseguiu se sobressair, chamando atenção dos lombardos que dominaram a cidade.

Depois disso, chegou Carlos Magno que conquistou a cidade em 774 e a tornou parte do Império Carolíngio; saltando para 1115, a cidade conquistou sua liberdade e os florentinos derrotaram o vigário imperial, tomando posse de castelos e aldeias próximas.

Quer conhecer um pouco mais sobre a historia de Florença, e por consequência da história da Itália e do mundo? Então veja nosso post sobre os Cinco museus imperdíveis em Florença.

Uma breve história de Florença

Em 1125, Florença conseguiu dominar Fiesole, aliou-se a Pisa na luta contra Siena, e disputava relações comerciais com a Santa Sé. Em busca da hegemonia da região da Toscana, Florença foi à guerra contra Pisa em 1218.

Entre os séculos XII e XIII, Florença enfrentou guelfos e gibelinos, povos que também disputavam a sucessão à coroa. Os guelfos defendiam o poder papal e não queriam os privilégios aos nobres, já os gibelinos tinham o auxílio do imperador alemão que se opunham ao poder papal.

Nesse período a nobreza foi abatida e, em 1293, todos os nobres foram expulsos do poder, o que deu início ao período do Segundo Povo. Nesse momento da história, Florença já era a cidade mais importante da Toscana, e Pisa tinha perdido a guerra para Gênova, em 1284, enquanto Siena começava a declinar.

Veja também nossos posts: Onde dormir em Florença? e Quais são os melhores hostels em Florença?

Uma breve história de Florença

Apesar dos conflitos religiosos, econômicos e políticos, Florença se superou e acabou se transformando um poderoso centro comercial de toda a Europa. Como celebração foram cunhados os florins de ouro, em 1252, moedas usadas por mais de três séculos. A partir de 1326 novas atividades comerciais surgiram e, nasceu o banco. Pois é: o banco foi criado em Florença.

Em 1406, Florença conquistou Pisa e tornou-se uma potência marítima, atraindo grande número de pessoas para a cidade. Florença floresceu e muitos aristocratas investiram ali para a construção de capelas e edifícios religiosos, além de transformarem suas casas e fazendas em verdadeiros palácios.

Em termos artísticos, a arte florentina iniciou o Renascimento no início do século XV. Já a partir do século XIV a política florentina, que era administrada por comerciantes, continuou a se sustentar com um exército de mercenários.

Uma breve história de Florença

A hegemonia dos Médici, que foi a família mais rica e influente de toda a história de Florença, começou nesse período, no início do século XV. Em 1434 Cosimo, o Velho, tomou posso da cidade.

É importante lembrar que os Médici não vieram da nobreza feudal e nem de uma dinastia, eles calcaram a ascensão social e econômica de forma lenta e inexorável, de maneira discreta, mas poderosa. Como? Eles eram experts em negociações de obras de arte e diversos outros negócios.

Dessa maneira, a família Médici escreveu grande parte da história de Florença por quase 350 anos! Eles foram os responsáveis pelo crescimento histórico e econômico da cidade e tornaram Florença um centro cultural indiscutível.

Uma breve história de Florença

Os Médici caíram com a morte de Lorenzo, o Magnífico, e quando seu filho Pietro assumiu o poder para comandar a cidade, em 1492, os florentinos se rebelaram contra ele e o expulsaram da cidade, findando, assim, o primeiro período do governo Médici.

Os comerciantes mais poderosos organizaram uma República e Maquiavel tratou dos aspectos diplomáticos da nova estrutura governamental. As escolas de arte surgiram em todos os lugares e, assim, Florença reforçou seu status de cidade cultural, embora muitos tenham se mudado para Roma ou Milão, cidades mais ricas e politicamente mais estáveis.

Já em 1512, com a ajuda dos espanhóis, os Médici voltaram ao poder por mais quinze anos e, em 16 de maio de 1527, eles foram derrotados e a República foi estabelecida mais uma vez. Porém, em 1530, o imperador Carlos V teve apoio do Papa Clemente VII para ocupar a cidade e Alessandro dei Medici, genro de Carlos, foi nomeado duque de Florença. Seu sucessor, Cosimo II, conquistou Siena e integrou seu território em 1555.

Uma breve história de Florença

Após isso, a família Médici voltou ao pleno poder e dominou por mais dois séculos. Em 1737, o Duque de Lorena, marido de Maria Teresa da Áustria, assumiu o poder e os Médici foram derrotados definitivamente da vida política de Florença, que foi adicionada aos territórios da coroa austríaca.

Logo após o Congresso de Viena, a Toscana tornou-se uma das regiões do Reino da Itália e Florença foi a capital do Reino da Itália, entre 1865 a 1871, sendo sede do primeiro Parlamento da nação.

Durante a Segunda Guerra Mundial, os acessos para a cidade foram destruídos, ou seja, as pontes, e somente a Ponte Vecchio foi poupada, especialmente por seu valor artístico.

Em 1966, a tranquilidade de Florença foi abalada por outra trágica calamidade: uma inundação que custou a vida de 34 pessoas, além de afetar diretamente grande parte do patrimônio artístico. O patrimônio foi salvo graças a voluntários do mundo todo que se ofereceram para salvar as obras afetadas, embora diversas grandes obras tenham sido perdidas.


Assista esse vídeo em nosso Canal no YouTube e faça uma viagem perfeita para Itália!

Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like!

GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Uma breve história de Florença. Guerra e paz. Destruição e Renascimento. Arte, cultura e lazer. Essa é Florença. Destino indiscutivelmente assertivo para qualquer pessoa que decida viajar para Itália.

Está inseguro para viajar?

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem.

O meu post te ajudou ou ainda tem dúvidas? Deixe o seu comentário abaixo que te respondo!



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!