A vida de Leonardo da Vinci

Nascido na Toscana, Leonardo da Vinci foi um dos polímatas mais famosos do mundo todo. Hoje vamos conhecer mais a vida de Leonardo da Vinci.

0 171

A vida de Leonardo da Vinci

Mestre, gênio, único! Muitos adjetivos podem definir Leonardo da Vinci com precisão, mas qualquer um deles sempre parece que deixamos a desejar ao falar dessa mente brilhante. Hoje vamos saber mais sobre a vida e a magnífica história de Leonardo da Vinci. Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Bora conhecer a vida de Leonardo da Vinci?

No dia 15 de abril de 1452, em Anchiano, na região da Toscana, nasce um garotinho que não fazia ideia de que mudaria o mundo de forma significante! Entre Empoli e Pistoia, num sábado, veio ao mundo Leonardo di Ser Piero d’Antonio; Leonardo foi o filho mais velho, nascido de uma relação ilegítima entre seu pai, o notário Piero, de 24 anos, e Caterina, uma mulher de origem modesta. A notícia do nascimento de Leonardo foi anotada por seu avô Antônio, pai de Piero e também tabelião. Em um antigo livro notarial do século XIV, que era utilizado como um diário de “memórias” da família, encontramos o seguinte trecho: “Nasceu meu neto, filho de ser Piero, meu filho, no dia 15 de abril de sábado, às 3 horas (segundo o calendário gregoriano, 23 de abril, às 21h40). Ele recebeu o nome de Leonardo.”

Seu batizado na Igreja de Santa Croce

No registro, porém, não há exatidão do local de nascimento, mas como era comum as crianças nascerem em casa, acredita-se que Leonardo tenha nascido em uma fazenda, em Anchiano, onde a mãe dele morava. Ele foi batizado na igreja paroquial de Santa Croce, mas o pai e a mãe dele estavam ausentes, uma vez que não eram casados. Para Caterina a situação tornou-se delicada, já que ela buscava um marido que aceitasse sua situação ‘comprometida’ – lembrem-se de que estamos em 1453 e, naquela época, era um tabu uma mulher ser mãe solteira. Caterina então conheceu um camponês de Campo Zeppi, perto da aldeia Vinci: ele era Piero del Vacca da Vinci. Enquanto isso, já em 1452, seu pai Piero havia se casado com Albiera di Giovanni Amadori, com quem não teve filhos. Porém seu pai se casou novamente, por mais três vezes, e Leonardo teve, pelo menos, 16 meio irmãos. Quando o avô de Leonardo, em 1466, morreu, a família mudou-se para Florença e foi lá que a magia começou!

Sua Adolescência

Aos 16 anos ele se tornou aprendiz do pintor e escultor florentino Andrea del Verrocchio, no mesmo local onde trabalhava Filippino Lippi e outros pintores importantes da região. Em 1478, Leonardo da Vinci recebeu uma encomenda para executar um painel do altar da Capela de São Bernardo, no Palácio da Senhoria. Em 1481 ele foi encarregado de pintar um painel para a igreja dos frades de São Donato, de Scopeto, próxima de Florença, mas a obra “Adoração dos Magos” ficou inacabada. Entre janeiro de 1474 e o outono de 1478, não há obras conhecidas de Leonardo. Há quem diga que ele teria tirado alguns anos sabáticos e estudando outras áreas para se aperfeiçoar, porém não há nenhum registro de nenhum estudo feito nesse período que leve a assinatura de da Vinci.

Sua mudança para Milão…

Aos 30 anos, em 1482, da Vinci se mudou para Milão e ofereceu seus serviços a Ludovico Sforza, Duque de Milão. Chegando lá ele se apresentou como engenheiro, arquiteto e pintor. Em 1495, Leonardo da Vinci iniciou a obra “A Última Ceia”, um afresco de dimensões enormes: 9 metros de largura e 4 metros e 20 metros de altura, na parede do refeitório do Convento de Santa Maria dele Grazie, em Milão. Foram três anos de trabalho, e ele constantemente apagava e recomeçava o que acredita não estar perfeito. A encomenda foi feita por Ludovico.  Para o duque, Leonardo também prestou serviços como arquiteto e engenheiro. É dessa época também uma das obras mais notáveis de Leonardo: o Homem Vitruviano.

A vida de Leonardo da Vinci
Homem Vitruviano por Вера Мошегова (Pixabay)

Seu retorno para Florença e mudança para Veneza

Leonardo permaneceu em Milão até 1499 e tinha sido convidado para projetar a catedral da cidade, porém acabou criando e construindo a rede de canais de água da cidade e um vasto sistema de irrigação e abastecimento. É dele o projeto completo da urbanização da cidade e, nesse mesmo ano, quando os franceses invadiram a cidade, Leonardo retornou para Florença. De lá seguiu para Veneza, onde estudou o sistema defensivo da cidade que estava sendo ameaçado pelos turcos. Ali ele também estudou anatomia e foi acusado de desrespeito aos mortos, por dissecar cadáveres – o que era considerado crime na época, além de ser um ato visto como pecado pela igreja. Seus estudos foram registrados com detalhes da anatomia humana no livro “Tratado de Anatomia”. De volta a Florença, recebeu o título de Engenheiro Militar e acompanhou César Bórgia nas guerras.

Chegamos ao ‘ano de ouro’ de da Vinci: 1503

Em 1503, foi quando ele iniciou a tela “Gioconda”, popularmente conhecida como Mona Lisa. Há quem diga que o retrato foi uma encomenda de Francesco del Giocondo, um rico florentino, que pediu a Leonardo para fazer um retrato de sua esposa. Ele concluiu a pintura somente em 1507. O quadro se tornou sua obra prima. Ele pintou o quadro utilizando a técnica de sfumato. Com esse método de pintura, Leonardo apresenta suaves degradês nas tonalidades, o que possibilita recriar com impecabilidade a textura da pele humana. O quadro, hoje, está no Museu do Louvre, em Paris. Leia também: a casa de Mona Lisa em Vignamaggio, na Toscana!

A vida de Leonardo da Vinci
Monalisa de Vinci (Imagem de Foundry Co por Pixabay)

Sua jornada em Roma e na França

Leonardo foi para Roma, onde ficou entre 1513 e 1516, e foi protegido pelo irmão do Papa Leão X. Nesse período trabalhou para Juliano de Medici e pintou “São João Batista”, provavelmente sua última obra. Quando Juliano morreu, da Vinci deixou definitivamente a Itália e se mudou para o Castelo de Cloux, em Amboise, na França. Para lá ele levou seus manuscritos, centenas de desenhos e três quadros, todos feitos por encomenda, mas nenhum deles entregue.

Sua morte

Leonardo da Vinci faleceu no Castelo de Cloux, Amboise, França, no dia 2 de maio de 1519 e foi sepultado no convento da Igreja de Saint Florentin, em Amboise.

Um pouco mais sobre esse gênio

Leonardo não sabia que seria um dos nomes mais admirados da humanidade. Sua genialidade é algo indiscutível. Com uma mente brilhante, única no mundo, da Vinci nos deixou como herança muito mais do que obras de arte, ele nos ofereceu, mesmo sem saber: projetos, ideias, esboços, e tantos outros. Sua mente genial transformou o mundo! Como grande estudioso e amante da leitura, da Vinci estudou diversos assuntos com afinco e dedicação.

Ele tinha uma mente muito à frente de seu tempo…

Era um homem visionário, apaixonado por ideias, arte e por tudo que envolvesse conhecimento. Entre tantas invenções, ou esboços para que elas pudessem ser criadas mais tarde, Leonardo idealizou o conceito do paraquedas, do tanque blindado, do rolamento de esferas, da metralhadora, da roupa de mergulho e de tantas outras invenções fantásticas. Leonardo também foi alvo de contestações e foi denunciado por suspeita de homossexualidade e por defender o catolicismo, mas a importância de Leonardo para o mundo é maior do que qualquer polêmica.


Assista esse vídeo e saiba: Como comprar o bilhete da Última Ceia de Leonardo da Vinci? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

A vida de Leonardo da Vinci – A Itália é berço de mentes incríveis e de nomes únicos, que contribuíram para mudar toda história da humanidade e, um deles, sem nenhuma dúvida, é o nome de Leonardo da Vinci: mestre, gênio, único! E se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!