Comidas típicas que você precisa provar em Milão

Milão, capital da região da Lombardia, é uma das cidades que melhor mescla o moderno e o tradicional, e isso se reflete também em sua gastronomia. Hoje nós vamos saber quais são as comidas típicas imperdíveis que você precisa provar em Milão.

0 54

Comidas típicas que você precisa provar em Milão.

Quando falamos de Milão, na Lombardia, logo pensamos em inúmeros pontos turísticos como, por exemplo, o Duomo e a Galleria Vittorio Emanuele II, mas a cidade é um antro gastronômico e hoje nós vamos saber quais comidas típicas milanesas você precisa provar por ali. Vamos? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!! Conheça também nossa Seção sobre Exemplos de Roteiros Turísticos na Itália!

Nossa Introdução

Ah a gastronomia italiana! Como não amá-la, não é mesmo? A gastronomia italiana é, na verdade, uma gastronomia de fusão, e cada região criou, recriou, adaptou e aperfeiçoou diversos sabores (muitos deles levados ao país por diversos povos) de uma maneira única e com seus toques muito especiais. Se tem algo nesse mundo que o italiano domina é a arte de comer bem e, evidentemente, isso se reflete em sua maneira de cozinhar, o que se tornou um símbolo da paixão dos italianos pela boa comida. Conheça nossos outros post sobre Comidas Típicas em: Florença, Veneza, Nápoles e Roma.

Bom Saber

  • O termo “Enogastronômico” (você também pode encontrar escrito como “enogastronomia”) significa “turismo de gastronomia e vinhos”. Essencialmente, é uma palavra italiana e, também, é uma palavra “nova” e não muito comum “AINDA”!

Um pouco da história da gastronomia milanesa

A tradicional culinária milanesa sempre se diferenciou por conta de seus diversos elementos territoriais, porém, como dissemos anteriormente, a cozinha italiana é uma cozinha de fusão, ou seja, diversas tradições culinárias difundidas pelos milaneses vieram pelas mãos dos diversos povos que passaram por aquela região. Quando falo de diversos povos, é bom lembrar que a Lombardia passou por diversos domínios: desde os celtas até os romanos, sem deixar de lado os espanhóis e os austríacos. A partir de famílias como os Visconti e os Sforza, poderosos nomes que governaram a cidade entre os séculos XIII e XVI, a arte culinária milanesa evoluiu de forma colossal. Clique aqui para dicas de restaurantes em Milão!

A majestosa gastronomia dos grandes nomes de Milão se apresentava de forma paradoxal com a culinária camponesa, aquela da população menos abastada. A gastronomia camponesa era uma gastronomia simples e feita de forma ‘pobre’, como se fosse, de fato, somente para ‘sobreviver’. Um dos melhores exemplos dessa fusão entre ‘rico e pobre’ é visível até hoje no prato mais simbólico de Milão: o Risoto Milanês. O arroz, preparado pelos camponeses, chegou à nobreza que adicionou em seu preparo o precioso açafrão, o que transformou o prato e o tornou a melhor e maior representação da gastronomia milanesa perante o mundo. Por isso, começaremos nossa lista de comidas típicas que você precisa provar em Milão com ele, o rei, o Risoto Milanês.

1) Comidas típicas que você precisa provar em Milão – PROVE O RISOTO MILANÊS

Pode ser feito com diversos tipos de arroz como o Arborio ou Carnaroli. É importante citar que a Itália possui uma grande relação com o grão desde sempre e, não à toa, é o principal país europeu produtor de arroz. O Risotto alla Milanese (Risoto Milanês) possui uma história milenar. A receita nasceu por acaso em 1574. A ‘mistura’ de arroz com caldo já era utilizada pelos camponeses, como vimos anteriormente, mas quando a nobreza adicionou o açafrão ao prato, tudo mudou! A intenção era deixar o prato bonito, com tom dourado e um sabor requintado. Deu certo! Em pouco tempo toda a cidade estava falando (e fazendo) o ‘tal’ do Risotto alla Milanese. Tradicionalmente o prato é acompanhado por ossobuco e é delicioso. O que encanta neste prato? Sua simplicidade e seu sabor amanteigado, suave e quase poético!

2) Comidas típicas que você precisa provar em Milão – PROVE O OSSOBUCO

O ossobuco é um queridinhos milaneses! Claro que você também o encontra em outras regiões italianas, porém, O OSSOBUCO DOS SONHOS, somente em Milão! Este nome deriva do dialeto ossbus, que quer dizer, literalmente, osso perfurado e indica o pedaço de carne utilizado. A carne é uma fatia de pernil de vitela e nos apresenta maciez e sabor. A receita do ossobuco milanês é antiquíssima e é possível vê-la em diversos livros de culinária já do século XVIII. A carne é feita de forma simples e temperada com uma “gremolada”, que consiste em alho, raspas de limão e salsa cortados finamente, o que dá ao prato frescor e leveza. Você também encontra o prato servido sem o risoto, nesses casos a carne pode ser acompanhada de legumes como ervilha, cenoura, feijão verde ou purê de batata; os mais modernos adicionam também bacon frito na guarnição do prato. Impossível não citar a ‘rainha’ do ossobuco: a polenta! Se o risoto é o rei, a polenta é a rainha e, tanto com um, quanto com o outro, é um prato que merece atenção especial!

3) Comidas típicas que você precisa provar em Milão – PROVE A COSTOLETTA OU COTOLETTA ALLA MILANESE

Nosso famoso ‘bife a milanesa’! Um dos favoritos de todos que visitam a capital da moda italiana! O prato também é conhecido como côtelette francesa, é um prato que pode causar certa discórdia entre milaneses e austríacos – que reivindicam sua criação – mas em Milão, o corte para o preparo do prato vem da coxa e não do lombo como na Áustria. Um dos primeiros registros deste prato é de um documento datado de 1148 e que fica na Basílica de Sant’Ambrogio; ali é possível ler “lumbulus cum panitio”, e em uma tradução livre, poderia ser algo como “lombo com migalhas de pão”. O prato é simples, saboroso e leve, mesmo sendo frito. Para seu preparo é necessário bater as costeletas de vitela, que devem permanecer na altura do osso, passar os pedaços de carne no ovo batido, e em seguida na farinha de rosca. A carne pode ser frita em óleo, mas os milaneses, geralmente, a frita em manteiga clarificada. Há quem diga que para fazer a cotoletta ideal, deve-se utilizar somente as seis primeiras costeletas do lombo de vitela em aleitamento, e a cotoletta PERFEITA, PRECISA ter o osso.

Curiosidade…

Sabendo da rivalidade entre Milão e Áustria para reivindicar a criação do prato, fato é que, com quase toda certeza, o prato foi criado no país vizinho de fato, mas em defesa de Milão: quem tornou o prato famoso foi a cidade! Há registros de que, durante a estada dos austríacos na região da Lombardia-Vêneto, eles já consumiam a carne preparada dessa maneira; isto é confirmado por uma carta que Radetzki enviou ao Imperador Franz Joseph, onde ele descreveu o prato como uma ‘costeleta saborosa’, expondo a receita em detalhes, e dizendo ao Imperador que ele devia provar essa receita.

4) Comidas típicas que você precisa provar em Milão – PROVE A CASSÖEULA

Não é um dos pratos mais leves da nossa lista! Tipicamente invernal, não é o mais indicado para quem gosta de sabores refinados, mas merece ser provado.  Apresenta-se com um sabor marcante e é feito com repolho, tomate, cebola, aipo, cenoura, pimenta do reino e carne de porco em todas as formas: filetes, linguiças, rabo e cascas. Poderíamos comparar este prato com nossa feijoada, mas sem o feijão. A lenda deste prato é antiquíssima e diz ele surgiu durante o domínio espanhol em Milão, no final dos anos 1500. Um oficial do exército teria ensinado sua esposa, que trabalhava para uma nobre família milanesa, essa receita deliciosa. O prato agradou e não demorou em se tornar famoso na capital lombarda, tanto que, tempos depois, ele se tornou o prato favorito de Arturo Toscanini, o italiano considerado o maior condutor de orquestras do mundo.

5) Comidas típicas que você precisa provar em Milão – PROVE O MINESTRONE MILANÊS

Para os apaixonados por legumes: eis o prato ideal! O minestrone nada mais é do que uma grande sopa que leva legumes e verduras de todos os tipos, sendo os mais tradicionais o uso de repolhos, beterraba, alface, aipo, espinafre, salsa e erva-doce. A receita original, porém, não é milanesa e ninguém sabe ao certo aonde ela surgiu, mas a sopa se tornou muito popular pela facilidade de ser feita, já que não há uma receita ‘fixa’ para seu preparo. Em 1858 a palavra minestrone não entrou no “Novo Dicionário de Sinônimos da Língua Italiana”, mas ainda assim o prato foi espalhado por toda a Itália e, em 1891, Pellegrino Artusi, crítico literário, historiador e gastrônomo italiano, inseriu o “minestrone” em seu manual de culinária. Artusi afirma ter conhecido o minestrone, pela primeira vez, em Livorno em 1855.

6) Comidas típicas que você precisa provar em Milão – PROVE O PANETONE

Vocês não acharam que falaríamos de gastronomia milanesa sem citarmos o abençoado, famoso e delicioso panetone, não é mesmo? Pessoal: é impossível falar de Milão sem falarmos do símbolo do Natal que ‘nasceu’ na cidade! Reza a lenda de que o panetone tradicional deve ter, pelo menos, trinta centímetros de altura, encimado por uma “cúpula”. Esse pão doce reina desde o século XV. É considerado um doce suave e elegante e pode ser enfeitado com passas ou frutas cristalizadas – atualmente já encontramos versões com chocolate, pistache, nozes, entre outros ingredientes. A massa é simples e feita com fermento, manteiga, ovos e farinha; pode ser acompanhado com café, vinhos, espumantes e ‘incrementados’ com cremes de confeitos, chocolate ou zabaglione (um creme doce e espumoso feito de ovos, açúcar e vinho).

Há diversas lendas quanto à criação do panetone, mas a mais difundidas são as seguintes: uma, que atestaria a derivação do nome panetone de “pan di Toni” (Pão do Toni), diz que o ajudante de cozinha de Ludovico il Moro, duque de Milão, inventou esse pão na noite de Natal e que ele colocou na massa frutas cristalizadas e sobras de macarrão para remediar uma sobremesa queimada. Outra lenda muito famosa é a de que Toni, um padeiro de Milão, se apaixonou pela filha do dono do local onde ele trabalhava e queria dar a ela um presente. Sem saber o que fazer, ele fez uma massa doce e incluiu frutas cristalizadas para finalizar tudo antes de levar o pão ao forno; e há quem diga ainda de que o pão nasceu ‘sem querer’, quando Toni deixou virar um pote de frutas em uma massa de pão doce que já estava pronta para ir para o forno. Seja como for, o pão caiu nas graças dos consumidores e se tornou famoso no mundo todo.

Curiosidade

No dia 3 de fevereiro, dia de São Biagio, que é protetor de todos os males da garganta, dizem que temos que comer uma fatia de panetone. Há uma lenda que diz que San Biagio salvou um jovem engasgado com uma espinha de peixe e que, por isso, ganhou de presente um panetone.

BÔNUS – Vamos falar de uma famosa bebidinha?

É sabido pela maioria das pessoas de que em Milão nasceu a fábrica Campari, que é uma bebida alcoólica com um sabor amargo e inconfundível; se apresenta com uma cor avermelhada e faz parte do famoso drink internacional Negroni Sbagliato, que, literalmente, nasceu “por engano” quando um barman errou e substituiu o gim pelo vinho espumante. Para constar: o Negroni tradicional é feito com vermute vermelho, bitters de Campari e gim.

DICA DE OURO:

  • Se você estiver em uma cidade fora da Lombardia, evite pedir pratos típicos da Lombardia. Isso porque, como dissemos, cada região possui seus próprios pratos típicos e eles se orgulham MUITO disso, podendo de sentir ofendidos se receberem o pedido de um prato que não é típico da região onde você está. Em alguns restaurantes, inclusive, não há nem opção de pratos de outras regiões – especialmente os restaurantes mais tradicionais – porém, muitos lugares já entenderam que a globalização também inclui a gastronomia e, por isso, em seus cardápios, disponibilizam pratos de diversas regiões italianas.

Vai se hospedar em Milão? Então siga nossas dicas exclusivas de Hotéis!!!

Aqui você encontrará gratuitamente indicações de hospedagem para não cair numa furada e não ficar em uma zona distante das atrações na Itália!

A seguir, não deixe de ler nossas dicas e conselhos sobre os bairros de Milão e onde se hospedar. Aqui você encontrará o melhor bairro e o tipo de hospedagem que mais se encaixa no perfil de sua viagem;)

Saiba que reservando dentro do nosso blog através da Booking.com você estará colaborando a manter nosso site e você não pagará nada a mais por isso, pois o serviço de reserva é GRATUITO. Ou seja, sem taxas de reservas ou administrativas, e as reservas podem ser canceladas Gratuitamente.

Hospedagens que aconselho nas Regiões de Malpensa e Linate

Vamos começar pelas regiões de Malpensa e Linate, as zonas aeroportuárias da cidade. Linate e Malpensa ficam perto dos dois principais aeroportos de Milão. Ideal para breves estadias e viagens a trabalho e se você estiver com carro.

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho na Região do Duomo

Uma das regiões mais encantadoras é a do Domo, catedral e símbolo da cidade, esta região é perfeita também para quem ama as cafeterias tradicionais, os bares da moda ou para quem sempre procura as novidades e segue as tendências. A região da Praça Duomo é equipada com duas linhas do metrô, que fazem com que esta região seja ainda mais prática para quem se hospeda na cidade.

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho na Região do Centro Histórico

Outra região para se levar em consideração é o Centro Histórico de Milão, um emaranhado de ruas encantadoras. O chamado “quadrilátero da moda”, o lugar ideal para se fazer compras em Milão, com suas famosas ruas: Montenapoleone, Manzoni, via della Spiga e corso Venezia (e as travessas Santo Spirito, Gesù e Borgospesso). Dentro dessa zona podemos também considerar a Zona Brera que é uma outra zona maravilhosa para se hospedar.

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho na Região de Brera

O bairro de Brera é famoso pelas suas butiques da alta moda, pelas exclusivas galerias de arte e pelos bares da moda – fica ao norte da Praça Domo. As ruazinhas características são convidativas para um passeio sem destino. A principal atração é a Pinacoteca de Brera, onde estão expostas obras de arte de valor inestimável – entre elas, as obras-primas de Raffaello e Mantegna. É na região sudeste de Brera que fica o “quadrilátero da moda”. A região é frequentada por VIPs e socialites que gastam horrores nas butiques de marcas como Armani, Valentino e Versace, nos arredores do elegante “Montenapo” (como os milaneses chamam carinhosamente a rua Montenapoleone).

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho na Região de Navigli

Também, o encantador bairro Navigli é uma região bem enérgica, que nos últimos anos tem se desenvolvido bastante. A região “bomba” de bares, cervejarias, restaurantes, padarias e pizzarias e abriga uma das feiras de antiguidade mais aclamadas do Norte da Itália. A agitada vida noturna, as típicas galerias de arte e as ruazinhas características fazem desta região uma ótima escolha para quem deseja se hospedar em Milão e para quem adora curtir a vida noturna.

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho na Região da Estação Central

Outra região de grande concentração de hotéis é a da Estação Central, principalmente se você vier de trem. Nesta região há várias estruturas receptivas e o melhor: para todos os bolsos.  Melhor região para quem pretende fazer bate-voltas a partir de Milão.

Se quiser algumas indicações de pousadas e apartamentos, tenho algumas opções que aconselho para economizar, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se preferir hotéis, tenho algumas opções que aconselho com ótimo custo benefício, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)


Assista esse vídeo em nosso Canal no YouTube e conheça o melhor da bela Itália!!!!


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Comidas típicas que você precisa provar em Milão – As comidas típicas de Milão são deliciosas e, o mais difícil, vai ser escolher qual delas degustar! E claro que há inúmeros pratos para degustarmos em Milão, mas alguns deles são, de fato, mais deliciosos onde ‘nasceram’.

Está inseguro para viajar?

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!