Comidas típicas que você precisa provar em Veneza

Cheia de história a cidade de Veneza, na região do Vêneto, é um dos lugares mais visitados da Itália e nos oferece uma gastronomia esplêndida. Hoje vamos descobrir quais comidas típicas você precisa provar em Veneza.

0 347

Comidas típicas que você precisa provar em Veneza

Quando falamos de Veneza, no Vêneto, a primeira coisa que nos surge em mente são seus canais. Considerada uma das cidades mais românticas do mundo, Veneza nos oferece, além de muita cultura e história, uma gastronomia muito especial. Hoje te convido a descobrir comigo quais são as Comidas típicas que você precisa provar em Veneza. Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Bom Saber

  • O termo “Enogastronômico” (você também pode encontrar escrito como “enogastronomia”) significa “turismo de gastronomia e vinhos”. Essencialmente, é uma palavra italiana e, também, é uma palavra “nova” e não muito comum “AINDA”!

Nossa Introdução

Falar de gastronomia italiana é sempre um desafio: o país oferece pratos para todos os gostos e bolsos e escolher os melhores pode ser uma missão, quase, impossível; por isso hoje trago para vocês uma breve lista de comidas típicas de Veneza que você PRECISA provar! É bom lembrar de que a cozinha italiana nos apresenta uma gastronomia de fusão, e cada região inventou, recriou, deu seu toque pessoal e aperfeiçoou diversos sabores (muitos deles levados ao país pelos diversos povos que passaram por ali ao longo dos séculos) de uma maneira única e com seus detalhes muito especiais. Se tem algo nesse mundo que o italiano domina é a arte de comer bem e, obviamente, isso se reflete em sua maneira de cozinhar, o que se tornou um símbolo da paixão dos italianos pela boa comida. Conheça nossos outros post sobre Comidas Típicas em:  Florença, Milão, Nápoles e Roma. Clique aqui para dicas de restaurantes em Veneza!

1) As Principais Comidas Típicas deVeneza: BIGOLI IN SALSA

Bigoli é uma especialidade preparada em toda a região do Vêneto. Bigoli é uma massa acompanhada com um molho que pode, muitas vezes, ser feito de carne ou peixe. Aquele temperado com peixe, à base de cebola e anchovas, é muito típico no Natal. Os bigoli são feitos com farinha de trigo e têm uma espessura de cerca de 2 milímetros. A massa ganha uma consistência firme e o molho é bem cremoso.

2) As Principais Comidas Típicas deVeneza: RISI E BISI

Esse é um dos pratos mais consumidos pelos locais. É um prato super tradicional e pode se apresentar com muitas variações. Esse prato não é nem um risoto, nem uma sopa: ele é uma mistura entre os dois e é uma delícia! Esse era o prato dos Doges, consumidos todo dia 25 de abril em homenagem à festa de San Marco, padroeiro de Veneza. O arroz (Risi) era estritamente de Veronese, e as ervilhas (Bisi) eram de Lumignano, na província de Vicenza. O típico Risi e Bisi é feito com arroz Veronese e com as ervilhas de Colognola ai Colli (VR), ou com as de Baone da região de Pádua. A receita é simples (e patenteada! Sua patente foi solicitada em 2013 pelo município de Scorzè, e está registrada na Câmara de Comércio de Veneza) e o resultado final é um equilíbrio cremoso e saboroso.

3) As Principais Comidas Típicas deVeneza: FÍGADO À VENEZIANA

O famoso “figà àea venessiana”, no dialeto local, é um prato MUITO tradicional e amado pelos locais. É uma receita bem rápida de ser feita e é muito saborosa, já que leva em seu preparo a deliciosa caramelização da cebola que, durante o cozimento, tende acaba ficando adocicada. O contraste de sabor entre o sabor forte do fígado e o doce da cebola, inebria nosso paladar! O fígado utilizado é o de porco, mas o prato também pode ser feito com fígado bovino. A carne é cortada em tiras de tamanho médio e cozida juntamente com a cebola branca, estritamente de Chioggia, cortada em rodelas finas.

4) As Principais Comidas Típicas deVeneza: SARDE IN SAOR

Não é dos favoritos dos turistas, não vou mentir, mas é um dos queridinhos dos venezianos e, se você gosta de peixe: prove! É preparado com muita, MUITA, muita cebola e sardinha e pode ser uma boa opção para quem busca algo diferente e muito saboroso! O prato tem um ‘segredinho’ para seu preparo ser impecável: depois de pronto ele fica ‘marinando’ por alguns dias.

5) As Principais Comidas Típicas deVeneza: MOECHE

Para quem adora frutos do mar, esse é um prato cheio (sem trocadilhos, ou sim? ahaha): os Moeche são caranguejos verdes encontrados na Laguna entre Burano e Chioggia. A receita tradicional de Veneza exige que o moeche seja apenas enfarinhado e depois frito, mas, antes disso, deve-se furá-lo para deixar escapar a água que fica acumulada na parte interna dele. É bem saboroso e servido com um limãozinho, o que traz a acidez ideal para degustar seu prato de forma magnífica!

6) As Principais Comidas Típicas deVeneza: BACALHAU AMANTEIGADO

Outro prato muito querido pelos venezianos: o famoso bacalhau amanteigado! Ele é servido com polenta e é de um sabor inigualável! Fica leve, saboroso, e desmancha na boca, pois após o preparo se transforma em uma espécie de creme. Essa receita já tem mais de 500 anos, e foi criada por conta de uma tempestade! Eu explico: em 1432, o comerciante Piero Querini navegava pelo Círculo Polar Ártico e encontrou o peixe na ilha do Mar Báltico – hoje parte da Noruega. Os habitantes dali se alimentavam desse peixe delicioso e de fácil conservação, assim, Piero trouxe o peixe para Veneza e o resto é história!

BÔNUS – Vamos falar de drinks?

Você sabia que o Spritz foi criado em Veneza? Pois é, o drink símbolo da Itália nasceu em Veneza e tem uma história bem curiosa! O Spritz tem origens durante a dominação austríaca na Lombardia-Vêneto no final do século XVIII, comecinho do século XIX. Ali ficavam os soldados Habsburgos que, depois do expediente, iam explorar Veneza e começaram a descobrir seus vinhos. Eles iam para as famosas Malvasie, que eram antigas adegas que comercializavam vinhos de altíssima qualidade e bem alcoólico, mas vale lembrar de que os venezianos sempre foram famosos por terem grande tolerância ao álcool. Sem falar uma palavra em italiano, eles pediam o vinho na sua língua local e pediam para que a bebida fosse ‘alongada’ com água, para deixa-la mais fraca, dizendo: “ein spritz” (o verbo alemão spritzen significa “borrifar”). Então eles começaram a tomar vinho branco com uma ‘borrifada’ de água com gás e, assim, nasceu o primeiro Spritz, que era austro-húngaro. Clique aqui e saiba tudo sobre Alimentação na Itália!

Tipos de Spritz

Para se ter uma ideia, até hoje, na região de Friuli Venezia Giulia, se você pedir um Spritz, ele te servirão exatamente isso: vinho branco com um toque de água com gás. No resto da Itália o drink passou por algumas modificações: a primeira delas aconteceu por volta de 1900, quando os primeiros sifões de água Seltz se popularizaram e se tornaram uma alternativa à água com gás, porém, o drink que conhecemos hoje, nasceu somente em 1920, quando alguém resolveu deixa-lo um pouco mais ‘amargo’, mas não deu tempo disso acontecer e, ai, nasceram duas versões do que conhecemos hoje: o Spritz mais “continental”, que surgiu em Pádua, com o famigerado Aperol; e a típica “lagoa” com o Select, que é uma bebida produzida pelos irmãos Pilla, tipicamente veneziano.

O drink caiu nas graças de todo o país e, em 1970, foi incluído nas listas da IBA (International Bartenders Association) com o nome de “Venetian Spritz”. Bom lembrar que cada cidade do Trivêneto, apresenta pequenas diferenças na preparação do drink: em Pádua é feito com espumante branco, em Treviso com o Prosecco, e em Veneza nada de bebidas com gás: se faz com vinho branco. A variação do drink pode ser feita com Campari no lugar do Aperol, ou com Martini, ou ainda com Cynar. Pessoal, é bom lembrar que a região do Vêneto oferece uma infinidade de pratos e bebidas para degustarmos, uma dica que dou: prove tudo que puder! Dificilmente você vai se arrepender!

Um pouco da história da gastronomia veneziana…

Por sua posição privilegiada, Veneza tornou-se rapidamente uma grande potência comercial e, com seus navios construídos no Arsenale, as viagens para o Oriente foram facilitadas e não demorou muito para que a Sereníssima se transformasse em uma ligação entre o mundo oriental e ocidental. O intercâmbio com povos tão distantes marcou toda a história do arquipélago, bem como sua gastronomia. Essa troca cultural explica com facilidade alguns pratos da região do Vêneto que, talvez, “não tenha cara de italiano”. A cozinha veneziana foi uma das primeiras da Itália a “abraçar” novos sabores, aromas e ideias, criando uma cozinha fantástica. É caracterizada pela forte presença de especiarias, cheia de cores e temperos como pimenta, gengibre, açafrão, noz-moscada, canela e cravo – apenas para citarmos alguns – que começaram a fazer parte da culinária veneziana.

As especiarias são muito utilizadas para o preparo de peixes, carnes e doces; tudo isso também era usado ​​para tratamentos de saúde, pois muitos acreditavam que as especiarias possuíam um grande poder benéfico contra as doenças, especialmente às ligadas ao estômago. Os sabores, unidos aos ingredientes venezianos, se mesclaram formando pratos incríveis, que mesclam o picante, com o  doce com o picante, o salgado com o azedo e explodindo na nossa boca de uma forma sublime. Particular, internacional.

Curiosidade

  • O arroz, tão difundido na gastronomia italiana, veio do Oriente. O produto era tão caro que eles vendiam contados grão a grão.

Dica de Ouro

Se você estiver em uma cidade fora da região de Vêneto, evite pedir pratos típicos de lá. Isso porque, como dissemos diversas vezes em nossos posts, cada região possui seus próprios pratos típicos e eles se orgulham MUITO disso, podendo até mesmo se sentir ofendidos se receberem o pedido de um prato que não é típico da região onde você está. Em alguns restaurantes, inclusive, não há nem opção de pratos de outras regiões – especialmente os restaurantes mais tradicionais – porém, muitos lugares já entenderam que a globalização também inclui a gastronomia e, por isso, em seus cardápios, disponibilizam pratos de diversas regiões italianas.


Conclusão

Comidas típicas que você precisa provar em Veneza – Reforço: experimente tudo que puder! Claro que, caso você seja vegetariano, tenha alguma restrição alimentar ou não goste de, por exemplo, peixe, não arrisque, mas caso você seja da turma da aventura: se joga! Vai ser uma experiência bem interessante, tenha certeza!

Está inseguro para viajar?

Se mesmo assim você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem;)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!