Documentação para entrar na Itália?

Apesar da isenção de visto para brasileiros, a Itália exige alguns documentos essenciais para poder visitá-la! Aqui você terá todas as respostas!

45 48.716

Documentação para entrar na Itália?

Nos últimos anos, vários países têm adotado medidas mais rígidas no controle de entrada e circulação de estrangeiros em seus territórios. Por isso, quando você for viajar para algum país, para turismo, estudo ou trabalho, cuidados redobrados devem ser tomados antes da sua partida. Os turistas brasileiros que irão visitar a Itália estão ISENTOS DE VISTO de entrada para permanência de até 90 (noventa) dias. Afinal de contas qual é a documentação para entrar na Itália? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!

Se você acha que tem muito para conhecer da Itália e não quer pensar em muitos detalhes para organizar essa viagem, leia após as Conclusões: “E agora quem poderá me AJUDAR?”


Assista esse vídeo e saiba: Qual a documentação necessária para entrar na Itália? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


1) Documentação para entrar na Itália? DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

A seguir, apresentamos os principais requisitos para ingressar na Itália:

  • Passaporte com validade superior a 03 (três) meses quando da saída do Espaço Schengen (*);
  • Passagem área de retorno para o Brasil;
  • Reserva do Hotel onde ficará hospedado ou a Carta Convite assinada por um cidadão italiano ou residente;
  • Seguro Médico Internacional;
  • Recursos financeiros que possam garantir o seu sustento durante sua estadia (aproximadamente 60 euros por dia).

Nota (*) Acordo de Schengen é uma convenção entre países europeus sobre uma política de abertura das fronteiras e livre circulação de pessoas entre os países signatários. Um total de 30 países, incluindo todos os integrantes da União Europeia(exceto Irlanda Reino Unido) e três países que não são membros da UE (IslândiaNoruega Suíça), assinaram o acordo de Schengen. LiechensteinBulgáriaRomênia Chipre estão em fase de implementação do acordo. Fonte: Wikipedia. Resumindo:

2) Documentação para entrar na Itália? REQUISITOS PARA ENTRADA DE TURISTAS

O cidadão brasileiro que pretende viajar para a Itália a turismo não necessita de visto de entrada se a permanência for de, no máximo, 90 dias. A seguir, apresentamos os principais requisitos para o ingresso na Itália:

Passaporte e Documentos de Viagem

Para o ingresso, a permanência ou o trânsito na Itália, o cidadão brasileiro deve estar munido de um passaporte com validade superior a 3 meses quando da saída do Espaço Schengen. Aceitam-se também outros documentos de viagem reconhecidos como válidos pelo Governo italiano. Viaje prevenido e leia nosso Post Especial sobre “Perda ou Roubo de Passaporte na Itália” e saia do Brasil seguro.

Disponibilidade de Recursos Financeiros

O brasileiro que pretende ingressar na Itália deve dispor de recursos financeiros que possam garantir o seu sustento durante a prevista permanência e cobrir eventuais despesas médicas e hospitalares. A disponibilidade dos recursos financeiros pode ser demonstrada mediante a apresentação de dinheiro em espécie, cartões de crédito internacionais, títulos de serviços pré-pagos ou de documentos comprobatórios da disponibilidade de fontes de renda na Itália. A seguir, uma tabela indicativa para a determinação dos meios mínimos de subsistência solicitados para o ingresso na Itália.

Tabela de acordo com o Ministério das Relações Exteriores italiano
Duração da viagem1 pessoa 2 ou mais pessoas
De 1 a 5 dias: quota fixa totalEUR 269,60EUR 212,81
De 6 a 10 dias: quota diária por pessoaEUR 44,93EUR 26,33
De 11 a 20 dias: quota fixa

Quota diária por pessoa

EUR 51,64

EUR 36,67

EUR 25,82

EUR 22,21

Acima de 20 dias: quota fixa

Quota diária por pessoa

EUR 206,58

EUR 27,89

EUR 118,79

EUR 17,04

Alojamento Idôneo

O cidadão brasileiro deve comprovar a existência de um alojamento idôneo na Itália, apresentando a reserva do hotel onde ficará hospedado ou a carta convite assinada por um cidadão italiano, ou estrangeiro legalmente residente, com a qual atesta a sua disponibilidade para oferecer hospedagem na Itália ao cidadão brasileiro. A carta convite deve estar acompanhada de uma cópia do documento de identidade de quem está convidando.

Bilhete Aéreo de Retorno para o Brasil

No momento do ingresso em território italiano o cidadão brasileiro deverá estar de posse do bilhete aéreo de retorno para o Brasil, já marcado para um prazo máximo de 90 (noventa) dias, e apresentá-lo às autoridades de fronteira italianas, quando solicitado. No momento da entrada na Itália, recomenda-se postura tranquila e séria, evitando tanto nervosismo, rigidez ou agressividade, por um lado, como postura desleixada ou excessivamente informal e familiar, por outro. A vestimenta deve ser sóbria.

É importante que o viajante brasileiro não conte com a boa vontade ou cooperação do agente de imigração, e muito menos com gestões ou facilidades que o mesmo possa proporcionar. Por exemplo, deve ir com as provas já constituídas, e não na dependência de poder obtê-las por via eletrônica, pois não contará com um computador nem com internet, ou mesmo buscá-las na bagagem despachada. O caso típico é o do bilhete de retorno.

Consulte as fontes oficiais!

A partir de 19 de julho de 2013, entraram em vigor novas normas europeias para nacionais de terceiros-países, entre os quais brasileiros, para ingressar no espaço europeu: Os passaportes dos viajantes deverão ter, no mínimo, três meses de validade no momento da saída do território europeu. Antes de viajar, verifique a validade de seu documento de viagem para evitar problemas ao ingressar na Europa.

Fonte: cgroma.itamaraty.gov.br/pt-br/News.xml

Fonte: www.portalconsular.itamaraty.gov.br/seu-destino/italia

3) Documentação para entrar na Itália? REQUISITOS PARA PERMANÊNCIA TEMPORÁRIA

O cidadão estrangeiro que pretende entrar na Itália por motivo de turismo deve declarar a sua presença no território italiano à “Questura” (que é um tipo de delegacia de polícia), no prazo de 8 (oito) dias, de acordo com o Decreto Lei n°.10 (de 15/02/2007) publicado no Diário Oficial (Gazzetta Ufficiale) n°. 68 (de 15/02/2007). Se, no entanto, o turista entrar na Europa pela Itália e se a Polícia de Fronteira carimbar em seu passaporte com a “Declaração de Presença”, então o turista não precisa ir à Questura.

Para os turistas que entrarem na Itália por outro país europeu (do Espaço Schengen) e não passarem pelo controle de fronteira italiano, será preciso sempre comparecer à “Questura” para declarar sua presença quando esta for por prazo maior do que 8 (oito) dias. Fonte: Consulado Brasileiro. Lembre-se também de consultar sempre seu agente de viagem!

4) Documentação para entrar na Itália? MAIS INFORMAÇÕES DO CONSULADO DE ROMA

Vamos agora a mais informações do Consulado de Roma.

O cidadão brasileiro precisa de visto para entrar na Itália? Quais documentos deve providenciar?

O cidadão brasileiro que viaja para a Itália a turismo não necessita de visto se a permanência no território italiano for de, no máximo, 90 (noventa) dias, de acordo com o “Regulamento (CE) N.539/2001 “del Consiglio dell’Unione Europea” del 15/03/2001.

Além do documento de viagem válido (passaporte), é preciso demonstrar que dispõe de recursos financeiros para garantir a sua subsistência durante a estadia. A disponibilidade de recursos financeiros pode ser demonstrada, por exemplo, mediante exibição de dinheiro em espécie, títulos de crédito ou comprovante de fonte de renda na Itália. É preciso demonstrar, ainda, a disponibilidade de um alojamento (que pode ser comprovada, por exemplo, através da “lettera di invito” (Carta Convite). É necessário que o passaporte do viajante tenha, no mínimo 03 (três) meses de validade depois da data de saída do território europeu. A ausência dos requisitos acima indicados provoca a rejeição do estrangeiro por parte da Polícia de Fronteira.

Para maiores informações, consulte os seguintes links: poliziadistato.it / www.esteri.it

Entrei na Itália como turista. Por quanto tempo posso permanecer de forma legal?

A autorização de entrada e permanência para o turista possui validade de 90 (noventa) dias. Ultrapassado esse período, a pessoa passa à condição de clandestinidade, o que, atualmente, é considerado crime pela lei italiana.
Por isso, é preciso prestar muita atenção no prazo da autorização de permanência. A pessoa clandestina pode sofrer algumas consequências: além de responder a um processo, receberá a carta de expulsão e poderá ficar impedida de entrar no espaço Schengen por um período de 10 anos.

É possível estender o prazo para o visto de turismo?

Infelizmente NÃO! O visto de turismo ou, mais propriamente, a autorização de permanência não pode ser prorrogada.

Quanto tempo devo esperar para entrar novamente na Itália como turista, de forma regular?

A lei permite a permanência máxima na Itália de 3 (três) meses por semestre, contados a partir da data do primeiro ingresso no país. Somente é possível entrar novamente na Itália (ou em qualquer país que faça parte do espaço Schengen) e permanecer por mais 3 meses como turista, de forma regular, após transcorridos 6 (seis) meses da data do primeiro ingresso. Está verificação é feita com base nos carimbos de entrada/saída no passaporte

Como faço para trabalhar na Itália regularmente?

Não compete ao Consulado dar informações sobre questões sobre imigração, permanência e residência na Itália. Para tal, aconselhamos a leitura atenta da página do Ministerio Dell InternoFonte: cgroma.itamaraty.gov.br/pt-br/perguntas_frequentes.xml#autorizacao2

Atenção para quem vai dirigir na Itália!

A PID (Permissão Internacional para Dirigir) ou a carteira nacional com uma tradução juramentada é um documento que você também precisa levar. Te lembro que, se for querer dirigir, é obrigatória a carteira de motorista internacional. Muitas vezes as locadoras não solicitam, mas se a polícia te parar é multa na certa, além de uma possível apreensão do veículo. Não corra riscos! Leia tudo sobre a PID em nosso Post Especial “Preciso de carteira internacional para dirigir na Itália?


Assista esse vídeo e saiba: Como passar pela imigração italiana? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Quando formos viajar é de fundamental importância ter todos os documentos necessários para evitarmos qualquer tipo de problema no destino da viagem. E se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!


para sua viagem perfeita!

CONSULTORIA

Guias 100% customizados e dentro de seu orçamento!