Galeria da Academia em Florença: Tudo que você precisa saber!

Um dos museus mais lindos da Itália fica em Florença, capital da região da Toscana. Estamos falando da esplêndida Galeria da Academia, famosa por abrigar uma das maiores obras prima da história da arte: David, de Michelangelo. Vamos conhecer?

0 47

Galeria da Academia em Florença: Tudo que você precisa saber!

Florença é uma cidade muito especial para os amantes de museus. Com diversos deles, alguns são muito especiais e merecem destaque, entre eles temos o magnífico Museu da Galeria da Academia, local de grande importância por abrigar o esplêndido David de Michelangelo. Vamos saber mais?

Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Exemplos de Roteiros Turísticos na Itália!

Nossa introdução

A cidade berço do Renascimento italiano, Florença – capital da região da Toscana – é única! Cultural e histórica, a cidade nos oferece uma imensa gama de atrações e, entre as mais visitadas, estão seus incríveis museus. E hoje vamos conhecer um pouco melhor um dos museus mais divinos de toda a Itália: a Galeria da Academia de Florença. Vem comigo!

Um pouco da história…

A Galeria foi fundada por vontade do Grão-Duque Leopoldo de Lorena, em 1784, que queria um local para proteger uma coleção de pinturas e esculturas. Seu objetivo principal era facilitar as pesquisas dos jovens estudantes da vizinha Academia de Belas Artes.

A sede principal consistia em somente um edifício, que pertencia ao hospital de San Matteo. Posteriormente, foram adicionadas outras salas ao local, o que aumentou o museu de forma considerável. Apesar de ter sido ampliado, o museu não deu conta de abrigar todas as obras, e diversas delas foram levadas para outros museus, como a Galleria degli Uffizi.

A Galeria da Academia – Galleria dell’Accademia – é localizada onde, antigamente, ficavam os conventos de San Matteo e San Niccolò di Cafaggio, ou seja: entre a praça Santissima Annunziata e a Via Ricasoli.

O museu é mundialmente celebrado graças a diversas obras, no entanto a mais importante delas, claro, é David de Michelangelo, que veremos em detalhes adiante ainda neste post. Veja também: Cinco museus imperdíveis em Florença

O museu reúne também grandes obras da Academia de Design, da Academia de Belas Artes e dos antigos conventos localizados ali, que foram doados pela igreja. Entre as obras é possível encontrar pinturas feitas pelos grandes mestres que trabalharam em Florença desde a segunda metade do século XIII até o final do século XVI.

CURIOSIDADE: o famoso David de Michelangelo ficava na Piazza Signoria, porém, em 1873, a obra foi transferida para a Galleria dell’Accademia, sendo colocada como destaque em um tribuna monumental, obra do arquiteto De Fabris. A estátua de David vista na área externa da Galleria degli Ufizzi, é uma réplica, embora muitos acreditem que seja a obra original!

Galeria da Academia em Florença, Davi, de Michelangelo
Davi, de Michelangelo

A Galeria da Academia foi recentemente enriquecida com a criação do Museu de Instrumentos Musicais que exibe importantes instrumentos do Conservatório Luigi Cherubini, além de mostrar peças das coleções de Medici, de Lorraine, alguns instrumentos de Stradivari e de Bartolomeo Cristofori, inventor do piano.

As Salas da Academia

Sabemos que a atração principal do museu é David, no entanto, o local nos oferece diversas obras distribuídas em várias salas e que valem a pena conhecer. O tempo médio de visita, para poder ver grandes obras com calma, é de, aproximadamente, duas horas, mas pode durar um pouco mais, dependendo do tipo de visita que você pretende fazer. Uma sugestão: faça o passeio com calma, pois os detalhes são, realmente, encantadores. Vamos conhecer as salas da Academia?

Galeria da Academia em Florença: SALA DEL COLOSSO

É a sala de entrada da Galeria, é ela que nos recebe e que nos encanta já a primeira vista. A Sala foi totalmente reorganizada em dezembro de 2013 e, hoje, abriga, diversas pinturas do século XV e início do século XVI.

A sala foi batizada por conta de um dos modelos de gesso de Dioscuri di Montecavallo que eram exibidos na Galeria até o início do século XX. As paredes do local apresentam diversas pinturas dos séculos XV e XVI de grandes artistas como Paolo Uccello, Filippino Lippi, Botticelli, Domenico Ghirlandaio e Perugino. Não fique sem saber: Quais são os 10 pontos turísticos imperdíveis de Florença?

Ana Patricia Italia - Roteiros PersonalizadosQue tal viajar e economizar ao mesmo tempo?
VIAJE MELHOR E PAGANDO MENOS!

Receba o roteiro ideal para suas férias - ou o seu dinheiro de volta!

Curta mais sua viagem, conheça os segredos de cada cidade, tenha vantagens nos pontos turísticos e locomova-se pela Itália como um nativo.


Quero o meu roteiro!

Galeria da Academia em Florença: GALLERIA DEI PRIGIONI

Ao caminhar por aqui, podemos observar o mágico processo de criação de David. É aqui que você pode ver os rascunhos inacabados de Michelangelo que nos levam até o ápice da perfeição formal, anatômica e complementar sob a claraboia que abriga o magnânimo David.

O corredor que nos leva à atração principal do museu deve seu nome por conta das quatro esculturas de nus masculinos, conhecidas como “Prisões” ou “Escravos”, iniciadas por Michelangelo para o projeto do túmulo do Papa Júlio II della Rovere.

A primeira encomenda foi realizada em 1505, antes da realização dos afrescos da Capela Sistina, que foi em 1508; o projeto tinha como objetivo a construção do túmulo mais majestoso de toda a história já construído em tempos cristãos para um papa. O local também apresenta esboços, desenhos e afrescos muito interessantes.

MERECE DESTAQUE…

A Tribuna do David de Michelangelo.

Na metade do século XIX houve um debate sobre a conservação de David. Em uma decisão unânime, foi decidido que, por se tratar de uma obra de valor inestimável, seria necessário coloca-la em um ambiente propício para sua conservação.

A estátua ficava ao ar livre desde 1504, em frente ao Palazzo Vecchio, porém a ação do tempo e do clima a estava destruindo lentamente. Quando ocorreu a ideia de abrigá-la em um local adequado, surgiu o problema do famoso “onde a colocaremos?”.  Foi então que o arquiteto Emilio De Fabris projetou a Tribuna de David. O arquiteto projetou o espaço no final da então chamada “Galeria de pinturas antigas”, que hoje é a Galleria dei Prigioni. 

COMPRE O BILHETE SEM FILA AGORA!!!

David deixou a Piazza della Signoria em 1873, mas durante o transporte para a Academia, algo inesperado aconteceu: por conta de problemas burocráticos, além de problemas com a construção das paredes da Tribuna, que ainda não haviam sido levantadas, a obra ficou trancada dentro de uma estrutura de madeira até 1882 quando, finalmente, ela foi devidamente posicionada e apresentada, restaurada e em todo seu esplendor, ao público apaixonado.

Galeria da Academia em Florença: Tudo que você precisa saber!
David, de Michelangelo. Fonte: Pixabay

Galeria da Academia em Florença: GIPSOTECA BERTOLINI

Como dissemos anteriormente, em 1784, o Grão-Duque da Toscana, Pietro Leopoldo di Lorena, converteu o hospital San Matteo em uma espécie de museu para que ele pudesse apresentar obras de arte aos estudantes, fundando a Galeria da Academia de Belas Artes.

Uma “gipsoteca” é uma coleção de gesso e, ali, encontramos vários tipos de bustos, estátuas completas e monumentais obras sepulcrais. Entre as obras presentes ali encontramos Maquiavel de Bartolini, Arnolfo di Cambio e Brunelleschi.

GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Há também obras de encomendas feitas por diversas famílias nobres russas, inglesas e polonesas, que confiaram à sensibilidade de Lorenzo Bartolini e Luigi Papaloni a criação de diversos retratos, medalhões e estátuas para homenagear seus entes queridos.

Bartolini era muito procurado, pois era um excelente retratista. Com delicadeza e precisão, ele conseguia entregar resultados impressionantes. Ali também estão expostas várias pinturas belíssimas que merecem ser observadas.

Galeria da Academia em Florença: Il Gotico Fiorentino

A última parte do museu, no térreo, é dedicada à pintura dos séculos XIII ao XV e se divide em três salas – e todas apresentam temas sagrados e, em sua maioria, foram doados por igrejas e conventos de toda a Toscana.

  • a Sala das Pinturas em têmpera e ouro sobre madeira dos séculos XIII e do início do século XIV em Florença;
  • outra sala dedicada aos seguidores de Giotto com obras de meados do século XIV, a Sala Dei Giotteschi;
  • e a sala dos irmãos Orcagna, a Sala Orcagna. Esta é a parte com as obras mais antigas de todo o museu.

 

Museu dos Instrumentos Musicais

Para os amantes da música e do teatro, encontramos aqui está uma verdadeira preciosidade. Inaugurado em 2001, o Museu dos Instrumentos Musicais expõe cerca de cinquenta instrumentos musicais que faziam parte das coleções particulares dos Grão-Duques da Toscana, Médici e Lorena.

As peças foram recolhidas entre a segunda metade do século XVII e a primeira metade do século XIX e, mais tarde, do Conservatório Cherubini de Florença, que já emprestava algumas peças para o museu desde 1996. Essa é uma ala muito interessante e é a mais nova de todo o museu.

Informações úteis

Horários de funcionamento: de terça a domingo, das 9h00 às 18h45 (última entrada 18h15). Não abre nas segundas, dia 1º de janeiro, e no dia 25 de dezembro.

Ingressos: importante, o site da B-Ticket é o único canal oficial de emissão de bilhetes online autorizado pelo MiC. Os valores são os seguintes: inteira, € 12; reduzido (para jovens de 18 a 25 anos) € 2; Bom saber: a bilheteria fecha 30 minutos antes do horário de fechamento do museu. Sugiro que você compre o ingresso com antecedência.

Acessibilidade: todo o museu é totalmente acessível e há um banheiro destinado unicamente a esse público.

Endereço: Via Ricasoli, 58/60.

Atenção!

Bom saber…

Há controle de segurança na entrada do museu. Por motivos de segurança, o acesso pode ocorrer somente após a verificação realizada por meio de um detector de metais e/ou manualmente caso seja necessário. É proibido entrar com facas, tesouras ou qualquer outro objeto pontiagudo – todos serão recolhidos pelos seguranças.

O local NÃO OFERECE PORTA VOLUMES, e é proibida a entrada de malas e mochilas grandes, capacetes, entre outros. O consumo de alimentos e bebidas dentro do museu é proibido e é liberado somente o acesso de garrafas de água de até 500 ml.


Assista esse vídeo em nosso Canal no YouTube e faça uma viagem perfeita para Itália!


CONCLUSÃO

Uma enriquecedora visita que lhe renderá muito conhecimento e cultura acerca não só da história italiana, mas do mundo. Visitar a Galeria da Academia é uma experiência única e vai transformar sua viagem por Florença! Não perca!

Está inseguro para viajar?

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem.

O meu post te ajudou ou ainda tem dúvidas? Deixe o seu comentário abaixo que te respondo!



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!