Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália?

Metrópole, praia, interior, montanha... A Itália é democrática e apresenta opções para todos os gostos! As aldeias italianas, porém, merecem atenção especial e, hoje, vamos falar de cinco delas! Vem com a gente!

0 5.162

Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália?

Olá leitor, estarei participando do blog Brasil com Z com um post super especial dedicado a Itália desconhecida, ou seja aos vilarejos e burgos italianos,  não deixe de me seguir, tenho certeza que você vai adorar!! Hoje vamos falar sobre as aldeias italianas. A Itália é a cidade das aldeias. De norte a sul existem lugares lindos, muitas vezes distantes das grandes cidades, imersos entre os bosques ou no topo dos montes. Empoleirados ou deitados sobre extensões verdes, encontramos essas pequenas maravilhas, onde o tempo parece passar lentamente. Mas afinal quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Nossa Introdução

As aldeias são consideradas verdadeiras joias do patrimônio artístico e paisagístico italiano, tem um fascínio especial que vem de uma maneira especial por seus pontos de vista, e as atmosferas que oferecem imagens relaxantes de lugares que permaneceram parados no tempo. Na maior parte dos casos se trata das cidadezinhas que remontam a época medieval, longe dos centos populosos e caóticos mais conhecidos. Do norte ao sul, a Itália é rica de aldeias características e fascinantes, muitas vezes subestimada dos circuitos turísticos que preferem as cidades ricas de monumentos, igrejas, museus e sítios arqueológicos.

Sugerimos nesse post algumas das aldeias consideradas imperdíveis, propondo uma viagem virtual através de cinco das numerosas aldeias mais bonitas da Itália, voltando a repetir que é só um modo para dar uma ideia desses lugares. Até porque a Itália é cheia dessas encantáveis cidadezinhas e citar somente cinco poderia ser muito redutivo.

1) Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália? VERNAZZA – LIGÚRIA

Iniciamos então esse pequeno tour entre as aldeias da Itália, falamos da primeira aldeia escolhida, se trata de Vernazza, uma das aldeias pertencente às maravilhosas Cinco Terras, na Ligúria. Um tripúdio de cores cercado por torres potentes acima da cidade, das tantas lojas, varandas e estreitas vielas.

Santa Margherita di Antiochia

Vernazza é considerada uma, senão a mais sugestiva e colorida entre as aldeias das Cinco Terras, é uma pequena joia que possui alguns monumentos notáveis como a igreja paroquial de Santa Margherita di Antiochia, colocada em uma invejável posição com vista para o mar. Essa igreja foi dedicada a Santa Margherita pois uma lenda diz que pode ter sido ali que encontraram um dedo da mão da Santa.

Castelo dos Doria de Vernazza

Interessante é também o castelo dos Doria de Vernazza que nos presenteia com vistas pitorescas, apesar de atualmente ser visto somente uma torre. Enfim tem o Santuário de Nossa Signora di Reggio onde se venera uma Virgem Negra com o menino e é festejada no primeiro domingo de agosto. DICAS SOBRE CINQUETERRE?

Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália?
Vernazza, Cinqueterre

2) Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália? CIVITA DI BAGNOREGIO – LÁCIO

A segunda aldeia que individuamos é Civita di Bagnoregio, em Lácio. Civita di Bagnoregio é também chamada de “a cidade que morre” causada desse fenômeno erosivo, mas resta como um dos centros mais bonitos e fascinantes da zona. Autentica ponta de diamante do turismo em Tuscia, na prática conseguiu sozinha fazer sistema com todos os outros lugares da província. Um lugar mágico da província de Viterbo, Bagnoregio é uma cidade car free, pois devido a sua situação é possível chegar através de uma longa ponte somente a pé ou de moto. É um lugar realmente fascinante graças a sua posição empoleirada em cima de um penhasco, mas também um lugar azarado porque é uma joia italiana “em fase de extinção”, pois a colina que a hospeda está erodindo lentamente.

Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália?
Bagnoreggio

3) Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália? CEFALÚ – SICÍLIA

A terceira aldeia que queremos inserir nesse elenco é Cefalù, situado próximo a um promontório, Celafù te fascinará já pela sua localização. Situada a cerca de 50 km de Palermo, Calafù é, com certeza, um dos locais turísticos mais famosos e renomados da Sicília. Se trata de uma antiga aldeia medieval, entre as mais belas e conservadas da Itália, que conseguiu manter intactas as próprias características e atmosferas, apesar de todo ano ser a meta predileta de milhares de turistas provenientes de todo o mundo.

Por do Sol

Não perca os espetaculares pores do sol dos antigos fortes e do Bastione di Capo Marchiafava que ficam de frente ao mar e nos presenteia com uma vista espetacular em toda a costa. Construída em um promontório no mar, Calafù oferece aos turistas notáveis atrações. Um passeio pelo centro histórico, entre as pequenas e estreitas ruas, as antigas habitações, as lojinhas, os restaurantes e sorveterias, te dará a impressão de estar em um lugar sem tempo, onde o passado e a modernidade se fundem em modo harmonioso, sem pisar nos pés. DICAS SOBRE A SICÍLIA?

Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália?
Cefalu, Sicília

4) Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália? CHIANALEA DI SCILLA – CALÁBRIA

Chianalea di Scilla, um espetáculo da natureza. Chianalea di Scilla é a pitoresca aldeia de pescadores que fica na ponta da bota, na encantadora Costa Viola na província de Reggio Calabria. Chianalea é famosa por ser considerada a “pequena Veneza do Sul”, podemos considerar como um mosaico de casas localizadas diretamente no mar e divididas por estreitos becos. Por essa sua particularidade, Chianalea de Scilla aparece entre as aldeias mais bonitas da Itália e merece realmente ser descoberta.

Atrações

O seu nome, Chianalea, deriva de “Piano della Galea”, mas é chamada também de Acquagrande ou Canalea, pelos becos que descem ao mar e que parecem pequenos canais. A espontaneidade da arquitetura, os pequenos acessos ao mar, as ingrimes escadarias e os becos atravessados pela brisa marinha e do som do mar batendo nas rochas, vai deixá-lo sem palavras. DICAS SOBRE A CALÁBRIA?

Palazzo Scategna

Em Chianalea encontramos todos essas particularidades e os tons das aldeias de mar mais autênticas. A sua origem é muito antiga, como se narra desde os tempos de Homero: construída pelos exilados de Tróia pela sua posição e pela riqueza das suas águas. No “Scaro Alaggio”, local de desembarque de barcos de pescadores, encontramos o harmonioso Palazzo Scategna, que agora se transformou em um hotel, toda a baía dominada pelo virtuoso Castello dei Ruffo, que surge em uma rocha que leva o nome do famoso monstro homérico.

Castello dei Ruffo

O Castello foi a habitação do Conde Paolo Ruffo que dominou o feudo de Scilla em 1523, defendendo a aldeia do Pirata Barbarossa. Dessa antiga fortaleza é possível admirar um panorama maravilhoso nas Ilhas Eolie e parte da costa siciliana. A pesca sempre foi a atividade principal da aldeia, a máxima expressão era a pesca do peixe-espada: realizada com os  “luntri”, ou seja, as típicas embarcações a remos, ou com as mais modernas “passarelas”, barcos a motor com a antena de vigia (medalhões) e os andaimes a proa.

A apoteose da pesca de peixe-espada se encontra nos meses de agosto, quando acontece a Sagra do Peixe-Espada. Um evento criado para a recuperação das antigas tradições, que conta histórias e cultura de Scilla e de Chanalea. Entre noites com momentos de folclore, música, mostras e eventos temáticos, tudo enriquecido com uma oferta enogastronomica onde se sobressaem naturalmente todos os pratos a base de peixe-espada.

Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália?
Scilla, a Veneza do Sul. (fonte pixabay)

5) Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália? SAN GIMIGNANO – TOSCANA

É preciso conhecer este vilarejo pela singularidade da arquitetura, pelo encanto do clima do povoado, pelas paisagens extraordinárias dos campos em volta e pelo vinho aqui produzido (e suas respectivas degustações). Por todos esses motivos, San Gimignano é um dos lugares mais visitados da Toscana, e não apenas por turistas estrangeiros ou de outras regiões, mas pelos próprios toscanos também, que aproveitam o tempo de folga para passar um dia agradável, passeando ao ar livre.

Casas-Torre

Podemos começar pelas casas-torre, que são uma das características típicas deste vilarejo. Das setenta que existiam na época medieval, hoje só restam apenas treze, e graças a elas, San Gimignano conservou toda a arquitetura fascinante de um período inspirador. No passado, as casas-torre não eram apenas um elemento de prestígio (detalhe: a competição era para quem tinha a casa-torre mais alta), mas também tinham razões práticas, como a defesa. Com certeza, são essas torres que distinguem esta linda cidade em relação às outras.

As casas-torre, ligadas entre si através de pontes, eram um sistema extremamente seguro de passar de uma casa-torre para outra sem ter de passar pela rua (que geralmente era frequentada por pessoas suspeitas ou com as quais poderiam ter pendências a pagar, brigas familiares e políticas). Outro motivo da difusão das casas-torre teria sido em relação ao mundo da indústria têxtil, nessa região eram usados corantes à base de açafrão. Para fixar bem a cor, era preciso manter o tecido longe do pó e do sol, não tendo espaço adequado para estender os tecidos, as pessoas sempre construíam casas mais altas.

Catedral de San Gimignano

Vamos continuar nosso passeio para admirar as principais atrações; dentre elas, não pode faltar a visita à Catedral de San Gimignano e o Palácio Comunale, que fica bem ao lado, onde está a Pinacoteca de Arte Medieval. Sua fachada romântica do século XII é toda original e lá dentro estão reunidas várias obras-primas, entre elas uma cruz de madeira de 1200.

A linda Colegiada de Nossa Senhora da Assunção, construída no século XII, é caracterizada por uma escadaria e uma fachada rústica, e dentro, três naves. Nela, está conservada uma série de obras-primas, como: o Martírio de São Sebastião, de Benozzo Gozzoli, as estátuas de madeira de Jacopo della Quercia e os afrescos de Lippo e Federico Memmi. Sem dúvidas, vale a pena subir até o topo da Torre Grossa, a torre mais alta da cidade, de onde é possível observar a melhor vista de toda San Gimignano. Ainda nessa região, vamos visitar o Palácio Comunale, a Pinacoteca e a Torre Grossa.

Palácio Comunale

Construído e ampliado entre 1288 e 1323, o Palácio Comunale é outra obra-prima da arquitetura tardo-medieval, onde fica a Sala de Dante, decorada com uma série de afrescos importantes que têm como tema a corte e sua cavalaria. Na Pinacoteca, há obras do período entre os séculos XIII e XVII.

A Torre Grossa

A Torre Grossa, que tem exatamente 54 metros de altura, pode ser visitada pelo Museu Cívico. Símbolo da cidade e do estado laico, a torre impera em todo o vilarejo e nos campos ao redor. Através de uma escada externa do palácio, é possível acessar o Museu Cívico (onde até Dante se hospedou por um período). Lá se destacam: a Majestade, de Lippo Memmi, a Cruz, de Coppo di Marcovaldo, o tondo com a Anunciação, de Filippino Lippi, além de uma das últimas obras de Pinturicchio.

Capela de Santa Fina

Outra obra-prima da arquitetura renascentista de Giuliano e Benedetto Da Maiano é a Capela de Santa Fina. Reza a lenda que Santa Serafina, após a morte de sua mãe, teria decidido passar o resto de sua vida rezando diante de um oratório. Essa história está ilustrada em um afresco de Ghirlandaio presente na capela, em que o artista narra a vida da santa.

Igreja de Santo Agostinho

Por fim, sem dúvidas vale a pena ver a Igreja de Santo Agostinho, nos arredores da Porta San Matteo. Ela tem um estilo românico-gótico e abriga uma obra de arte de Piero Pollaiolo (A Coroação da Virgem, no altar principal) – outra maravilha é o conjunto de afrescos de Benozzo Gozzoli sobre A Vida de Santo Agostinho, que decora as paredes do coral.

Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália?
San Gimignano – Toscana

Assista esse vídeo e saiba: Como planejar a sua viagem para Itália? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)

 


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Quais são as 5 aldeias imperdíveis da Itália? As aldeias mais belas da Itália representam o destino ideal para quem ama relaxar longe do caos cotidiano, em verdadeiros e próprios oásis de tranquilidade, que além de vistas fantásticas oferecem uma tradição culinária renomada e genuína. Para visitar a Itália de uma forma original e para uma estadia que não esquecerá nunca, então devem visitar esses lugares à procura de vistas de tirar o fôlego, de tradições esquecidas e sensações que serão uma surpresa.

BLOG BRASIL COM Z

Não deixe de conhecer o blog Brasil com Z!! Você vai adorar as matérias de brasileiros que vivem em outros países!! PARA LER TODO O TEXTO VAI NO BLOG BRASIL COM Z AGORA! Ps: lembre-se de deixar seu comentário. O Blog Brasil com Z, um site de cultura com dicas de turismo e viagens, feito por expatriados brasileiros dos quatro cantos do mundo. Estudos e trabalho fora do Brasil, reflexões sobre adaptação à cultura (língua, gastronomia, vestuário, burocracia), impressões e dicas para não cair em furadas. Não deixe de visitá-lo!! 🙂

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!