Visitando os Jardins de Boboli em Florença

Modelo para muitos jardins no mundo, os Jardins de Boboli são impressionantes e merecem uma visita!

0 1.119

Visitando os Jardins de Boboli em Florença

Os Jardins de Boboli é um dos lugares mais lindos da Itália. Ele nos oferece, além de sua beleza natural, uma paz que impressiona. O Jardim de Versalhes, na França, foi inspirado neste pedaço de paraíso italiano. Vamos ao nosso post do dia? Visitando os Jardins de Boboli em Florença Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!


Vídeo com imagens belíssimas dos Jardins de Boboli em Florença

(Fonte: MonYogui)


Nossa Introdução

O Jardim Boboli, atrás do Palazzo Pitti, é um parque histórico de Florença. Era o jardim grão-ducal e foi criado por Cosimo I de ‘Medici Ele é todo decorado com estátuas e fontes e foi ampliado por Cosimo II. Patrimônio da UNESCO, o Jardim recebe cerca de 800.000 visitantes todos os anos. Leia também Como ir a Florença a partir de Roma? e Como ir até Pisa a partir de Florença?

Um pouco da História dos Jardins de Boboli

As primeiras terras compradas aqui foram de Cione di Bonaccorso Pitti e datam de 1341. A origem do nome Boboli, muito provavelmente, deu-se pela união dos sobrenomes das famílias Borgolo ou Borgoli, que eram as donas anteriores do território. As terras chegaram às mãos de Luca Pitti em 1418, quarenta anos antes da construção do edifício que leva seu nome, o Palazzo Pitti.

Com a transferência da propriedade para os Medici, em 1549, Eleonora di Toledo, esposa de Cosimo I de ‘Medici, começou as melhorias no local, bem como sua ampliação. Apaixonada por jardins, ela queria que o arquiteto do jardim fosse Niccolò Tribolo, que dez anos antes já havia trabalhado nos jardins da Vila Medici em Castello. Porém, Tribolo morreu pouco depois, em 1550, e a direção dos trabalhos passou para Bartolomeo Ammannati e, por último, para Bernardo Buontalenti. Durante o reinado de Cosimo II (1609-1621), o jardim sofreu sua ampliação mais importante e quase triplicou sua extensão. Os responsáveis pelas obras foram Giulio Parigi e seu filho Alfonso, que criaram o segundo eixo chamado Viottolone. Nesse momento, o jardim foi aberto ao público pela primeira vez, claro, com limitações, durante o reinado de Pietro Leopoldo di Lorena. Em junho de 2013, os Jardins de Boboli tornaram-se Patrimônio Mundial da UNESCO.

1) Visitando os Jardins de Boboli em Florença: VISITE A FONTE NETUNO

O que vemos hoje foi passou por algumas transformações ao longo dos séculos, mas todas as melhorias valeram a pena: os jardins têm uma configuração triangular, sutilmente alongados, com declives acentuados e dois eixos quase perpendiculares que se cruzam perto da Fonte de Netuno, um dos destaques dos Jardins.

Um pouco mais sobre a Fonte Netuno

A Fonte de Netuno foi criada entre 1777 e 1778 e era uma alternativa à criação de um viveiro. Aqui são coletadas as águas que irrigam todo o jardim. No centro da fonte, podemos observar a estátua do Deus do mar emergindo de um esporão rochoso. A estátua principal é obra do escultor Stoldo Lorenzi, de 1571, e a fonte é chamada pelos locais de ‘a Fonte do Garfo’, por causa do tridente contestado por Netuno no ato de golpear. Ao redor da fonte há terraços inclinados e gramados, que reproduzem a forma do anfiteatro abaixo. A partir das rotas centrais há uma série de terraços e caminhos com vistas em perspectiva onde ficam estátuas, clareiras, pequenos jardins murados e rosas antigas: o jardim todo nos oferece panoramas incríveis e mágicos, de todos os ângulos.

2) Visitando os Jardins de Boboli em Florença: VISITE O GIARDINO DEL CAVALIERE

Outra atração é o Giardino del Cavaliere, um dos jardins murados de Boboli. Para acessá-lo, suba uma escada com rampas curvas e cruze com um pequeno terraço construído sobre uma pequena sala circular. Essa ‘subidinha’ foi projetada por Zanobi del Rosso entre 1790 e 1793. As duas estátuas que decoram a escada retratam Flora e Jupiter, ambas de Giovanni Battista Caccini. O jardim é decorado com plantas que criam belas formas geométricas e contêm espécies raras e perfumadas de dálias e rosas.

Fontana delle Scimmie

A fonte central é chamada de Fontana delle Scimmie por causa dos três macacos de bronze na base da fonte. Aqui você também encontra o cassino do Cavaliere, um edifício construído por volta de 1700 sob encomenda de Cosimo III. Aqui era onde o cardeal Leopoldo de Medici reunia nomes influentes das artes e da literatura florentina para conversas longas e regadas a bebida. As formas atuais são sóbrias; as paredes decoradas com vasos e estátuas de terracota e é tudo bem conservado. A posição privilegiada Boboli ainda oferece vistas panorâmicas até a Torre del Gallo, onde podemos avistar terras agrícolas parcialmente plantadas com oliveiras.

3) Visitando os Jardins de Boboli em Florença: VISITE A FONTE DE MOSTACCINO E A COLEÇÃO DE CAMÉLIAS

Aqui também encontramos a Fonte de Mostaccini, que constitui um exemplar do século XVII de antigos bebedouros de pássaros. Uma parte do jardim é totalmente dedicada à coleção das Camélias, que começou no século XVII e que, hoje, graças ao trabalho dos jardineiros, foi parcialmente recuperada após um período de declínio. Entre os anos de 2000 e 2005, houve uma grande restauração e limpeza dos ambientes externos e internos para tornar o edifício funcional novamente.

4) Visitando os Jardins de Boboli em Florença: VISITE A LIMONAIA

Além de todas as belezas imersas na natureza, caminhando pelo lado direito, que percorre a Via Romana, você encontra a Limonaia usada para as experiências de Cosimo às quais devemos a importação dos famosos limões na Toscana que, durante o no inverno, brotam aproveitando o clima ideal para crescerem fortes e belos. Hoje em dia é possível admirar as plantas cítricas que datam do período Medici, ali também ficam plantas exóticas cultivadas como plantas de abacaxi, café, bergamota, bergamota, toranja entre outras.

5) Visitando os Jardins de Boboli em Florença: VISITE O PAVILHÃO KAFFEEHAUS

Imperdível também é o Pavilhão Kaffeehaus, do século XVIII, que é um edifício em estilo rococó, construído em 1778 por Pietro Leopoldo. Era ali que a família reunia amigos para beber chocolates quentes e cafés excelentes junto com seus hóspedes, mas também para descansar das obrigações da vida pública, apreciando a vista sugestiva sobre o parque e a cidade. Não deixe também de fazer uma caminhada no sistema de galerias formadas por ‘círculos de natureza’ que nos faz reviver toda a atmosfera de glórias da corte.


Mapa com as atrações dos Jardins de Boboli

Visitando os Jardins de Boboli em Florença
Fonte: Google Maps

 

Informações Úteis


Assista esse vídeo e saiba: Como comprar o bilhete da Galeria dos Ofícios em Florença? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Visitando os Jardins de Boboli em Florença. Poderíamos passar dias te contanto o que você encontrará nos Jardins de Boboli, poderíamos te dar todos os ‘spoilers’ possíveis e imagináveis, mas, além de tempo, faltariam caracteres… hahaha… Mas uma certeza você pode ter certeza: mesmo que você leia e releia tudo sobre os Jardins de Boboli, só quando você estiver lá você vai conseguir ter dimensão de toda essa beleza e magia que cerca esse lugar tão fantástico em Florença.

Está inseguro para viajar?

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem;)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!