Como funciona uma refeição na Itália?

A Itália é um país muito famoso por diversos motivos e um deles é sua, magnífica, gastronomia. Mas você sabe como funciona uma refeição all’Italiana? Vamos descobrir?

0 132

Como funciona uma refeição na Itália?

A Itália é um dos países com a gastronomia mais famosa no mundo. Se existe algo que o italiano gosta, e faz como ninguém, é venerar alimentos e bebidas e prepara-los de forma impecável. As refeições são, praticamente, rituais para eles e, hoje, trago para vocês os detalhes de como funciona uma refeição all’italiana. Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Nossa Introdução

A Itália nos oferece uma enogastronomia única! Aromas, cores e sabores dos mais diversos tipos, das mais diversas maneiras e como opções para todos os gostos. As refeições na Itália não são como as que conhecemos no Brasil e é disso que iremos falar hoje. Os italianos AMAM comer e tratam o momento de suas refeições como, de fato, sagrados. Vamos saber qual é o ‘ritual’ mais adiante… Conheça aqui a diferença entre os restaurantes na Itália!

Bom Saber

  • O termo “Enogastronômico” (você também pode encontrar escrito como “enogastronomia”) significa “turismo de gastronomia e vinhos”. Essencialmente, é uma palavra italiana e, também, é uma palavra “nova” e não muito comum “AINDA”!

A três principais refeições italianas

A três principais refeições italianas são o café da manhã, o almoço e o jantar, porém, é muito comum, que antes do almoço e do jantar, os italianos façam o famoso aperitivo que, normalmente, consiste em tomar uma bebida alcoólica (ou não) e comer alguns petiscos como amendoins, pães, frios, salgadinhos e afins. Tanto que há uma definição tipicamente italiana conhecida como ‘Apericena’, que é a união do ‘aperitivo’ e da ‘cena’ (jantar). Sim! Os aperitivos por aqui são bem generosos, então não é difícil que, ao invés de abrir nosso apetite o aperitivo nos tire a fome, tamanha a opção de escolhas que temos para degustarmos antes do jantar (ou do almoço!). Mas você pode fazer o aperitivo um pouco mais cedo (por volta das 17h30) e jantar após às 20h00 – aproveite o tempo entre as refeições para fazer uma caminhada pela cidade onde você está: assim você já chegará pronto para o seu jantar! Clique aqui e saiba tudo sobre Comer e Beber na Itália!

Dicas

  • Se viajar durante a alta temporada ou no período das festas de fim de ano, ou até mesmo no período de Páscoa, FAÇA RESERVAS ANTECIPADAS! Isso porque você pode encontrar dificuldade em encontrar um restaurante com uma mesa vaga e/ou aberto. Clique e saiba tudo sobre as Festividades na Itália
  • Bom saber que as refeições na Itália são chamadas depasti’.

A Ordem dos Pratos

Conheça agora como é a ordem dos pratos servidos na Itália. Clique aqui e aproveite minhas dicas de restaurantes na tália!

1) Antipasto:

O antipasto é, praticamente, autoexplicativo, não é mesmo? É também a entrada, ou seja, é o que vem antes do primeiro prato. Na Itália é servido, geralmente: uma seleção de pães da casa, frios, queijos, caponatas, azeitonas, entre outros. Evidente que cada lugar apresenta o antepasto de uma maneira, mas pães, embutidos e queijos, não faltam!

2) Primeiro Prato:

Para nós é o prato principal! Normalmente é uma massa ou um risoto, a escolha é sua. No Brasil nós degustamos o prato principal com o ‘segundo prato’, mas na Itália isso é diferente, ok!? Sabemos que a Itália oferece uma infinidade de molhos, ou seja: opções não faltam, indo desde as opções mais simples até as mais complexas. Alguns exemplos: molho branco, molho de tomate, al pesto, alho e óleo, etc. Nessa ‘categoria’ entram também: sopas e caldos.

DICA DE OURO:
  • Se você não é fã de pimenta, fique longe de tudo que remeta à Calábria, ou qualquer prato com ‘all’arrabbiata’. Normalmente são pratos bem picantes e, se você não se dá bem com esse condimento, fique longe! Lembrando de que quando falamos ‘picante’, estamos falando de PICANTE! Eles não brincam quando o assunto é pimenta! Então, fique ligado, ok?!

3) Segundo Prato:

A carne! Lembrando que essa carne pode ser carne bovina, frango, peixe, cordeiro, javali, entre outras. Caso você seja vegetariano e queira fazer a “refeição” completa, neste momento você poderá pedir, por exemplo, uma berinjela a parmegiana, por exemplo. Mas não se preocupe, há opções!

Bom saber…
  • Atualmente diversos restaurantes italianos já apresentam cardápios exclusivas para os vegetarianos. Basta que você solicite o cardápio ao garçom. Caso o restaurante não tenha um menu exclusivo para vegetarianos, questione ao garçom quais pratos são vegetarianos, ele te indicará o que você pode pedir, portanto, não se preocupe com isso, ok?! O mesmo vale para pessoas celíacas e/ou intolerantes a lactose: questione o garçom sobre as opções. Vale citar também que, hoje, há diversos restaurantes especializados e exclusivos para os casos citados anteriormente. Ou seja: se você se encaixa em alguns destes casos, fique com o coração em paz: você também vai comer muito bem na Itália!

4) Contorno:

Pasmem, são os vegetais! É o momento em que comemos algo mais leve, depois de toda a comilança, para facilitar nossa digestão! Sei que parece paradoxo, mas a “ordem” é essa. Neste momento é servida uma salada, verduras cozidas ou legumes. Pode ser, inclusive, batata frita. Bom saber: você pode pedir para começar sua refeição com essa etapa! Não há problema nenhum e o garçom não vai achar estranho!

5) Dolce:

Chegamos na parte favorita das ‘forminguinhas’ de plantão! O doce! Aqui você vai encontrar tanta opção, mas tanta opção, que pode ser que queira pedir tudo e mais um pouco! Sem contar que alguns restaurantes também disponibilizam frutas da estação e elas podem ser frescas ou em sobremesas especiais. As sobremesas mais pedidas são, normalmente, o clássico tiramissù, a panna cotta e tortas da casa – comumente feitas com as frutas das quais falamos anteriormente.

DICA DE OURO:
  • Alguns restaurantes oferecem a opção de menu degustação. Por determinado valor, eles te oferecem, literalmente, pequenas porções de diversos pratos apresentados no cardápio; alguns podem te oferecer a opção da escolha, outros trazem prato atrás de prato para que você tenha uma visão geral do que é servido ali.

6) Café ou com o Digestivo:

Depois desse verdadeiro banquete, chegamos ao final da refeição com café ou com o digestivo. O digestivo, normalmente, é uma bebida alcoólica bem forte como um licor hiperalcoólico, ou uma grappa, que podemos paragonar à nossa pinga. Claro que, se você está dirigindo, ou não bebe, desconsidere essa etapa. Aqui também há inúmeras opções de bebidas como limoncello, licores e até mesmo o famoso ‘caffè corretto’, que nada mais é café com um toque de álcool. Conheça aqui as melhores cafeterias italianas!

DICA DE OURO:
  • Se você é da turma que adora comer enquanto degusta um vinho, lembre-se de que a maioria dos restaurantes italianos produz seu próprio vinho; por isso não hesite em pedir o vinho da casa que, normalmente, é de excelente qualidade e harmoniza muito bem com todos os pratos presentes no cardápio. Se preferir, peça ao garçom a carta de vinhos, se quiser pode também pedir qual o melhor vinho para harmonizar com seus pratos pedidos. Alguns locais oferecem taças com o vinho sugerido, outros somente a garrafa, então se certifique de questionar como este vinho será servido, ok?!

“Mas Ana Patrícia, eu não quero comer tudo isso!”

Não tem problema! Lembre-se de que você tem a liberdade total de pedir somente o que deseja comer, não é obrigatório ‘seguir todo o cardápio’, você pode, inclusive, pedir os pratos em ‘outra ordem’, mas explique ao garçom qual prato você quer receber primeiro, tá?! Eles não se importam, fique em paz! Isso vale tanto para o almoço quanto para o jantar.


Assista esse vídeo em nosso Canal no YouTube e conheça o melhor da bela Itália!!!!


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Como funciona uma refeição na Itália? Os italianos AMAM comer e oferecem a mesma experiência de uma forma única aos turistas. Apesar de parecer que este ‘ritual’ é algo que envolve muita comida, é importante lembrar de que a dieta italiana é o símbolo master da considerada a melhor dieta do mundo, que é a Mediterrânea, ou seja, apesar de parecer algo ‘exagerado’, é uma refeição muito equilibrada e, em sua maioria, feita com ingredientes frescos, muitas vezes cultivados pelos próprios restaurantes e com um toque de amor único!

Está inseguro para viajar?

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!