Visite Gradara na região de Marche

Eleita a vila mais linda da Itália em 2018, Gradara, na região de Marche, se apresenta de maneira impecável aos seus visitantes. Vamos nos apaixonar por essa cidadezinha esplêndida?

0 279

Visite Gradara na região de Marche

Gradara é uma pequena cidade da região de Marche e possui cerca de 4.900 habitantes. Em 2018 foi eleita a aldeia mais bonita da Itália e, hoje, é para lá que nós vamos. Prontos para conhecer Gradara? Então vamos ao nosso post do dia: Visite Gradara na região de Marche. Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!


Belíssimo vídeo sobre Il Borghi d´Italia, Gradara

(Fonte: Borghi d’Italia)


Nossa Introdução

Gradara é uma pequena cidade na região de Marche, província de Pesaro e Urbino, e, sua localização privilegiada, fez dela um cruzamento perfeito para o trânsito de mercadorias e pessoas. Durante a Idade Média, a fortaleza foi um dos principais palcos de confrontos entre o papado e as famílias Marche e Romagna. Gradara está localizada no interior da costa do Adriático Marche-Romagna, e não fica muito longe do mar; em uma área montanhosa, é um ramo extremo dos Apeninos e nos oferece panoramas cinematográficos.

É famosa por sua histórica Fortaleza de Malatesta e por ser uma cidade fortificada, com sua típica arquitetura medieval. Uma das frases de amor mais célebres da literatura mundial, de Dante, foi inspirada a partir da história de Paolo e Francesca que aconteceu no castelo de Gradara, o monumento mais importante da vila e um dos mais visitados da Itália: “o amor, que não perdoa ninguém (…) tirou seu prazer de mim tão forte que, como você pode ver, ainda não me abandona” – Divina Comédia.

1) Visite Gradara na região de Marche: VISITE O CASTELO

Impossível começar a falar de Gradara sem falar de seu Castelo, na Rocca Malatesta. O Castelo da cidade é um dos mais bem conservados da Itália; sua área externa se estende por quase 800 metros e ele se ergue numa colina a 142 metros acima do nível do mar. Construído por volta de 1150 pela poderosa família De Griffo, caiu em desgraça por conta do papado; foi nesse período que o castelo passou para as mãos do líder dos Guelfos da Romagna, Malatesta da Verucchio (chamado Mastin Vecchio), progenitor e fundador da dinastia Malatesta, os grandes senhores de Rimini, Cesena e Pesaro. O Estado Italiano comprou o castelo em 1928 e até 1983 foi utilizado pela viúva de Zanvettore, Alberta Porta Natale.

E a história de amor que aconteceu no castelo?

Bom, de acordo com Dante Alighieri, autor de a Divina Comédia, a fortaleza foi palco para o trágico amor entre Paolo e Francesca. Por volta de 1275 Guido da Polenta, senhor de Ravenna, ofereceu a mão de sua filha, Francesca, em casamento ao seu fiel aliado Giovanni Malatesta, senhor de Rimini, também conhecido como Gianciotto, o aleijado. No momento de se apresentar a Francesca, ele teria mandado em seu lugar o próprio irmão Paolo, um cavaleiro nobre, de uma beleza notável e muito cortês – que já era casado com Beatrice Orabile di Ghiaggiuolo, com quem teve dois filhos. O plano de Giovanni não deu muito certo, pois Paolo e Francesa se apaixonaram, porém foram pegos juntos e mortos por traição.

Tour pelo Castelo

O passeio no castelo começa pela incrível ponte levadiça, que te leva até o pátio principal. Aqui você começa a viajar no tempo através de ambientes extraordinários e perfeitamente bem preservados, que nos oferecem uma viagem mágica e poética aos quase mil anos da história italiana. No primeiro andar podemos encontrar visitar a Sala da Tortura, da Paixão, o camarim de Lucrécia Borgia, a Capela e entre tantas outras. A área mais visitada aqui é o quarto de Francesca, claro, que foi reconstruído durante a restauração do castelo na década de 1920. Ali você encontra todos os detalhes contados por Dante e Boccaccio: o livro do “condenado”, as cadeiras onde os dois amantes se sentaram e o alçapão de onde Paolo tentou escapar. É, realmente, uma visita muito interessante e imperdível!

Bom Saber

  • O ingresso custa 6 euros e o Castelo abre de terça a domingo, das 08h30 às 19h15; e de segunda, das 08h30 às 14h00.
  • Quando sair do castelo, não deixe de passear ao redor de suas muralhas do castelo. Os passeios por aqui são lindíssimos, principalmente se o clima ajudar, pois daqui você tem uma belíssima vista panorâmica. As antigas passarelas que serviam para a observação da guarda do castelo são hoje acessíveis ao público (algumas partes) e nos oferece vistas incríveis de verdade!

2) Visite Gradara na região de Marche: VISITE O CENTRO HISTÓRICO

Do castelo, aproveite a proximidade e vá até o centro histórico. O passeio por lá é super tranquilo, delicioso e muito interessante. Ali você encontra lojinhas, bares, restaurantes e uma atmosfera deliciosa.  As casas por ali são um espetáculo a parte: muito bem cuidadas, a maior parte delas possui varandas floridas cheias de charme, deixando a cidade belíssima.

3) Visite Gradara na região de Marche: VISITE O TEATRO MUNICIPAL

Outra visita imperdível é a visita ao Teatro Municipal. O local é pequeno, com capacidade para somente 70 pessoas, o que faz dele um dos menores da Itália. O teatro fica no lindo Palazzo Rubini Vesin a poucos metros do castelo. Foi erguido em 1800, e possui um mezanino, poltronas e hall de entrada, muito bonitinhos.

4) Visite Gradara na região de Marche: VISITE O MUSEU HISTÓRICO DE GRADARA

Outro local que vale uma visita é o Museu Histórico de Gradara. Ali você encontra uma coleção incrível de objetos antigos e documentos históricos que irão te apresentar a cidade de uma maneira deliciosa. Ali você encontra também a coleção de presépios, diversas obras dos artesãos miniaturistas de Gradara e outras exposições muito interessantes.

5) Visite Gradara na região de Marche: FAÇA UM PASSEIO ROMÂNTICO

Quer fazer um passeio romântico? Então caminhe pelas vielas de Gradara e admire cada esquina. Não deixe de percorrer o caminho chamado “Monte delle Bugie” que atravessa até o outro lado da vila. O caminho fica no meio de uma floresta e, dali, é possível admirar uma vista deslumbrante que vai de Gabicce até Cesenatico.

6) Visite Gradara na região de Marche: VISITE AS IGREJAS DE GRADARA

Claro que não podemos deixar a cidade sem visitar as igrejas de Gradara! Uma delas é a Igreja de San Giovanni e a do Santíssimo Sacramento. A igreja de San Giovanni é pequena, mas muito charmosa. Sua construção remonta ao século XIII e possui no seu interior uma esplêndida escultura do Cristo crucificado totalmente talhada em madeira, além de vários ornamentos religiosos clássicos como estátuas e pinturas. Já a Igreja do Santíssimo Sacramento perto da Torre do Relógio e foi erguida no século XVI, e restaurado no século XVIII. Admire o retábulo pintado pelo pintor Cimatori, um raro órgão de fole e os restos mortais de São Clemente, que datam do ano 200 d.C.

7) Visite Gradara na região de Marche: VISITE O JARDIM DAS OLIVEIRAS

Não deixe a cidade sem visitar o Jardim das Oliveiras (Giardino degli Ulivi) na via dei Cappuccini. Ali você encontra as fascinantes oliveiras centenárias de Gradara. As oliveiras que crescem neste jardim particular são esplêndidas e, merece um pouco do seu tempo.


Mapa com as atrações em Gradara

Visite Gradara na região de Marche
Fonte: Google Maps


Gastronomia em Gradara

Não deixe de saborear as típicas e famosas delícias da cozinha local. Entre os destaques podemos citar: os pratos à base de carne e vegetais genuínos que, muitas vezes, são regados com vinho Sangiovese DOC, além do fantástico azeite extra virgem de alta qualidade. O prato típico de Gradara é o “Tagliolini con la Bomba”, um prato tradicionalmente camponês que recebe esse nome por seu método de preparação. Os ingredientes são simples e o modo de fazer também: basta fritar a cebola, a banha (ou toucinho) com um pouco de azeite e, enquanto isso cozinhe sua massa. Depois que sua massa cozinhar, escorra – mas deixe um pouco de água na panela e, depois, junto com o refogado que fez anteriormente. O nome do prato vem por conta do efeito do óleo quente derramado na água, que provoca uma enorme quantidade de vapor – o que pode fazer parecer que você jogou uma ‘bomba’ na cozinha – e, por isso, o nome: “Tagliolini con la Bomba”!


Como chegar a Gradara?


1) Como chegar a Gradara? DE AVIÃO

O aeroporto mais próximo de Gradara é o aeroporto de Rimini, que fica a apenas 12 km de distância da cidade.

Leia também nossos Posts Especiais sobre Aeroportos na Itália:

2) Como chegar a Gradara? DE TREM

De trem, desça na estação Cattolica, S. Giovanni, Gabicce de Cattolica e pegue a linha Adriabus 130 até Gradara (linha Pesaro-Gabicce-Cattolica-Gradara); ou desça na estação de Pesaro e faça a conexão de ônibus utilizando o Adriabus n.130 para Gradara (linha Pesaro-Gabicce-Cattolica-Gradara).

Você sabia que a Trenitalia é a principal sociedade italiana destinada à gestão do transporte ferroviário. Saiba aqui “Qual é a diferença dos trens na Itália?“. Compre sua passagem online com antecedência e economize muito, leia o Post “Como comprar uma passagem de trem na Itália?“.

3) Como chegar a Gradara? DE CARRO

Você pode ir até Gradara de carro, utilizando a saída Cattolica-Gabicce pela A14: SS 16 em direção a Pesaro – e siga as indicações para Gradara (Gradara Centro, Gradara Castello ou Piazza Mancini). Você também pode utilizar a saída da rodovia A14 Pesaro: SS 16 em direção a Rimini – em Colombarone, e seguir as indicações para Gradara (Gradara Centro, Gradara Castello ou Piazza Mancini). Leia também VIAJANDO DE CARRO NA ITÁLIA: EXEMPLOS DE ROTEIROS

Se for alugar um carro não deixe de ler nossos posts na seção Dirigindo na Itália no blog Viajando para Itália. Além de dicas de roteiro de carro, temos tudo sobre sinalizações, pedágios, estradas e muitos mais dicas.

Vai viajar pela Itália de carro?

Não sabe onde alugar o carro? Nós temos um parceiro que pode te ajudar: Rent Cars! Já pensou em alugar um carro na Itália, sem sair de casa, com atendimento em português, pagando em Real, sem cobrança de IOF e ainda poder parcelar em 12x sem juros no cartão? E que tal um desconto de 5% para pagamento à vista? Gostou da ideia? Então clique no banner abaixo Pesquise, compare e escolha! : )

Importante Saber

Se for dirigir na Itália é imprescindível a carteira internacional ou a sua CNH do Brasil com tradução juramentada, O.K.? Se não possuir, não dirija, pois você terá muitos problemas caso seja parado pela polícia italiana! LEIA O POST PRECISO DE CARTEIRA INTERNACIONAL PARA DIRIGIR NA ITÁLIA (PID)?


Assista esse vídeo e saiba: Fazer uma viagem perfeita para Itália? Como funciona a consultoria da Ana Patrícia? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Visite Gradara na região de Marche. A região de Marche é uma das regiões menos visitadas pelo grande público brasileiro, mas abriga diversas cidades incríveis, como a própria Gardara que, sem nenhuma dúvida, merece demais uma visita! E se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!