Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália?

A Itália apresenta inúmeros santuários e para hoje preparamos uma lista especial com os dez santuários imperdíveis para você colocar pelo menos alguns deles em seu roteiro pela Itália.

0 800

Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália?

O turismo religioso tem grande procura na Itália: o país abriga dezenas de igrejas, capelas e santuários, e é um mais lindo que o outro, verdadeiras obras de arte! Hoje vamos falar sobre os santuários e vamos te apresentar os considerados imperdíveis! Vamos lá? Vamos ao nosso post do dia: Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Nossa Introdução

Os lugares que são propostos neste texto são dez dos mais belos santuários da Itália, lugares para examinar a vida religiosa que se desenvolve em torno deles e a devoção aos santos fundadores dos vários santuários e às várias ordens religiosas. A Itália, além de ser um território extraordinário, também é rica em Santuários de Marinheiros, Santos e Beatos. Todos podem gabar-se de um santuário de interesse particular.

Uma lista interessante, que mostra como um Santuário pode se tornar uma zona de peregrinação para os cristãos em busca da espiritualidade. Belos lugares cheios de grande religiosidade e serenidade interior, onde o silêncio, a fé, a natureza, a arte e a cultura se encontram. É uma viagem pelas belezas da Itália que permite que os peregrinos tenham uma experiência espiritual única, sem abrir mão das belezas turísticas do território. Este texto apresenta uma jornada pelos santuários mais belos e menos conhecidos, mas igualmente fascinantes da Itália.

1) Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? SANTUÁRIO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

Bem, começamos esta jornada a partir do Santuário de São Francisco de Assis, considerado o santuário por excelência, porque São Francisco de Assis é o Padroeiro da Itália, além disso, é ‘dono’ do lugar sagrado por excelência da cidade de Assis, pois é aqui que os restos do famoso santo são preservados e mantidos. A Basílica consiste em um complexo de imenso valor artístico, tanto por suas estruturas arquitetônicas quanto por seus preciosos afrescos e decorações interiores. Saiba aqui Como ir a Assis a partir de Roma?

O Complexo

O complexo da Basílica tem duas igrejas sobrepostas: a Basílica Superior, com uma aparência gótica, luminosa e esbelta, e a Basílica Inferior, que é austera e pode ser alcançada através de um portal de estilo gótico. A isto se soma a Cripta com o Túmulo de São Francisco, que é o coração de todo o complexo. A Basílica de São Francisco, desde 2000, foi incluída na lista da UNESCO de Patrimônios da Humanidade, juntamente com vários locais franciscanos na Região da Úmbria. Saiba aqui onde dormir em Assis?

2) Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? BASÍLICA DOS SANTOS VITTORE E CORONA

Continue a viagem e você estará na província de Belluno, em Feltre, para visitar a Basílica dos Santos Vittore e Corona, uma obra-prima de arquitetura, escultura e pintura, cercada por uma natureza de tirar o fôlego, uma parada imperdível na área de Belluno. Feltre, além de estar acima de tudo por seu símbolo de excelência, tem também o Castelo de Alboino, que ocupa uma posição dominante com seu emaranhado de estilos e arquitetura, além de ser conhecido pelo Santuário dos Santos Vittore e Corona. Um monumento importante que sabe proporcionar surpresas e emoções.

Sua Construção

A construção do Santuário tem origens antigas e foi iniciada em 1096, enquanto a igreja foi consagrada em 1101 para receber as relíquias dos santos padroeiros de Feltre. A longa e encantadora escadaria que leva à entrada da Basílica e sua fachada sombreada por um antigo plátano criam uma atmosfera extraordinária; o Santuário é um dos mais belos monumentos presentes em toda a província de Belluno.

3) Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? SANTUÁRIO DE SÃO MIGUEL ARCANJO

Há outro canto espetacular do Gargano, onde um grande testemunho de fé e religiosidade flui, é o Santuário de São Miguel Arcanjo. No topo do Monte Sant’Angelo, a 800 metros de altura suspensos entre o céu e a terra, com vista para o Golfo de Manfredonia, encontra-se este complexo rochoso sagrado que esconde a sua majestade no interior e nas partes subterrâneas, deixando o visitante encantado.

Patrimônio Mundial da UNESCO

Foi registrado como Patrimônio Mundial da UNESCO desde junho de 2011, enquanto a caverna em frente a ele foi mencionada na lista das dez mais belas cavernas do mundo pela revista National Geographic, em 2014. Devido à sua importância, o Santuário pode ostentar nomes ilustres entre os seus peregrinos como os papas Leão IX, João XXIII e João Paulo II, mas além de nomes ilustres ainda é um destino de peregrinação há mais de quinze séculos e local de culto e oração.

4) Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? BASÍLICA DE SANTISSIMA MARIA ADDOLORATA

Outro santuário imperdível está localizado na província de Isernia; falamos da Basílica de Santissima Maria Addolorata que lembra a Sagrada Família, a imponente Basílica localizada em Barcelona. Aqueles que passam pelo município de Castelpetroso, na província de Isernia, não podem deixar de admirar este maravilhoso complexo que emerge das montanhas e que deve sua fama a uma aparição e curas milagrosas. A Basílica de Nossa Senhora das Dores de Castelpetroso é apresentada no exterior como uma grande igreja em estilo neogótico. A fachada está localizada no meio entre duas torres de sino e é dividida em seções da mesma altura.

Sua Estrutura

A estrutura, que lembra a da Sagrada Família, é dominada pela cúpula central, com 52 metros de altura, que suporta toda a arquitetura radial e simboliza um coração, completado por sete capelas laterais representando sete espadas, ou as sete dores de Maria. Situado entre os campanários, destacam-se os três portais com mosaicos nas lunetas e rosetas nas quais os pináculos se destacam. É uma incrustação de pedra, que traz de volta para os antigos membros de Molise e que sugerem imediatamente a tradição do tombolo. Toda a fachada ornamentada é trabalho de artistas de pedra locais.

5) Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? SANTUÁRIO DE SÃO FRANSCISCO DE PAULA

Neste ponto vamos para a maravilhosa Calábria para visitar um dos santuários mais importantes desta região, o Santuário de São Francisco de Paula, um dos lugares de fé e cultura mais visitados do sul da Itália. O santuário de São Francisco de Paula está localizado na parte superior e montanhosa da cidade de Paola, a cidade natal do Santo. A fama do santo padroeiro da Calábria é conhecida em todo o mundo e todos os anos, por ocasião das celebrações dedicadas a ele, milhares de fiéis vêm prestar-lhe homenagem.

Memória de Francesco D’Alessio

O edifício de culto ergue-se em memória de Francesco D’Alessio, conhecido como Martolilla, nascido em Paola no século XV que viveu como eremita no lugar onde hoje se encontra o Santuário. Foi Francisco que quis construir a primeira igreja com um convento neste lugar para acolher os peregrinos e seguidores que ali chegavam atraídos pela sua reputação de santidade. A estrutura original tinha um estilo gótico muito simples, substituído nas intervenções realizadas após os violentos ataques dos turcos por formas barrocas e depois restaurado. Do Santuário existe a fachada da Basílica construída no final do ‘600, em estilo clássico, enriquecida por uma varanda e no topo uma cúpula com a estátua do santo e o emblema da ordem que fundou.

6) Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? SAN GIOVANNI ROTONDO

Passamos então para Puglia, precisamente em San Giovanni Rotondo, conhecido hoje em todo o mundo como a cidade onde viveu o Padre Pio de Pietrelcina, venerado frade de milagres, que se tornou santo em 2002. Foi Padre Pio quem fundou um Santuário adjacente à antiga igreja conventual de Santa Maria delle Grazie, onde hoje se encontra um segundo grande Santuário, inaugurado em 1 de julho de 2004 e projetado pelo renomado arquiteto Renzo Piano. Foi aqui que o Padre Pio recebeu os estigmas, em 1918, e sempre aqui aconteceram todos os eventos miraculosos que levaram à beatificação e a posterior canonização do frade.

Visitando o Convento e as Celas

Visitar este convento e as celas onde o Padre Pio viveu significa dar um salto em lugares cheios de espiritualidade e misticismo, uma obrigação tanto para os devotos quanto para os muitos turistas que lotam este Santuário. Ao lado do convento fica a igreja de Santa Maria delle Grazie. A cripta da Igreja abrigava, até poucos anos atrás, também o túmulo do Padre Pio, que hoje foi transferido para a cripta do novo complexo adjacente. Também no complexo de Santa Maria delle Grazie, há o novo Santuário projetado por Renzo Piano de cerca de 6000 metros quadrados, que é a segunda maior igreja da Itália, após o Duomo de Milão.

7) Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? SANTUÁRIO DE SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA

Outro santuário a mencionar é o de Santo Antônio de Pádua. De fato, a cidade de Pádua (Padova) está inextricavelmente ligada à figura de Santo Antônio, um frade franciscano do século XIII e padroeiro da própria cidade. A Basílica de Santo Antônio é uma das principais atrações de Pádua. Reflete uma forte influência bizantina e é dedicada a Santo Antônio, cuja tumba está localizada dentro da igreja. O destaque de cada peregrinação e de cada visita à Basílica de Santo Antônio é a Capela das Relíquias no final da basílica, destino de peregrinação para todos os fiéis de toda a Europa e hoje dezenas de milhares de peregrinos vêm todos os anos a Pádua para rezar na Basílica de Santo Antônio e o homenagear.

Acesso ao Convento

Tanto da Basílica de Santo Antônio como da praça, você pode acessar o convento franciscano adjacente com seus quatro claustros medievais, dos quais três são acessíveis e abertos ao público. Por causa de todo o esplendor da Basílica, a famosa estátua equestre de Gattamelata, construída em frente à igreja, na maioria das vezes não é notada. Esta estátua foi criada por Donatello e é considerada uma das obras mais importantes do início do Renascimento. Saiba aqui onde dormir em Pádua?

8) Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? SANTUÁRIO DE POMPÉIA

Não podemos deixar de mencionar o Santuário de Pompeia ligado à história do bendito Bartolo Longo, seu fundador, e descobridor da imagem da Madona, que se tornou o símbolo da adoração e é dotada de fama milagrosa. O Santuário de Pompéia atrai mais de quatro milhões de fiéis a cada ano, tornando-se um dos destinos mais importantes para o turismo religioso. Em particular, em 8 de maio e no primeiro domingo de outubro, muitos peregrinos chegam à cidade de Pompéia, para testemunhar a chamada Súplica à Madona de Pompéia, um texto escrito pelo mesmo Beato Bartolo Longo. O santuário foi construído graças a ofertas feitas por devotos de todo o mundo. A construção começou em 8 de maio de 1876. A igreja teve várias fases construtivas, porque a fama se espalhou e com ela a visita de milhares de peregrinos.

Dentro do Santuário

Dentro do Santuário há mármores, afrescos e mosaicos, uma cruz latina e três naves. Construído em estilo coríntio, é caracterizado por cinco ordens sobrepostas, no último encontramos um terraço, onde você pode subir graças a um elevador interno, a partir daqui você pode ter uma bela vista de Pompéia e das cidades vizinhas. O Santuário é muito interessante e característico também pelo seu belo jardim, a partir do topo da torre do sino você pode admirar as belas formas geométricas dos canteiros de flores, arbustos e a bela fonte. O Santuário está localizado no centro de Pompéia a poucos metros das escavações arqueológicas.

9) Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? SANTA CASA DA VIRGEM MARIA

Vamos para Marche para visitar a bela cidade de Loreto, imerso na paisagem de Marche que deve sua fama ao Santuário onde a Santa Casa da Virgem Maria é mantida e venerada, um lugar sagrado, definido por João Paulo II como o ‘verdadeiro coração mariano da cristandade’. Loreto é famoso no mundo todo porque dentro de sua Basílica se preserva o Santuário da Santa Casa que recorda numerosas e contínuas peregrinações. Neste santuário fica a Santa Casa, que é a ‘câmera’ da Virgem Maria, cujas paredes seriam transferidas, segundo a tradição, para esse lugar de Nazaré, em 1294, por anjos voando, ou, no caso de eruditos confiáveis, transportado pelo mar para os homens, como uma preciosa relíquia.

O que ver no Santuário?

Ao redor do pequeno edifício sagrado que foi construído no final do ‘400, a grande basílica, de arquitetura solene e fina, é rica em ornamentos pictóricos e esculturais, um cenário perfeito para um lugar de tal devoção. A Basílica de Loreto é um monumento de estilo gótico-renascentista, as vistas são o Dome, as passarelas de Ronda, a fachada com as portas de bronze, o sino Vanvitelliano e o monumento em memória do Papa Sisto V, bem na frente da fachada. O santuário existe há séculos e ainda hoje é um dos lugares de peregrinação mais importantes do mundo católico.

10) Quais são os dez santuários imperdíveis na Itália? BASÍLICA DE SANT´ANDREA

Chegamos ao décimo santuário e ele está localizado em Mântua (Mantova), a capital italiana da cultura em 2016, que tem muitas razões para se visitar, muitas das quais estão ligadas ao esplendor do Renascimento, mas outras vão ainda mais para trás no tempo, misturando história e lenda. Na história da Basílica de Sant’Andrea, a maior igreja de Mântua, o esplendor da arquitetura renascentista cruza com as regras estritas de Leon Battista Alberti com a lenda de São Longuinho e algumas das mais importantes relíquias religiosas do mundo, como do sangue de Cristo.

O Interior da Basílica

Seja pela fé ou pelo encanto do mistério, as relíquias atraem muitos visitantes há séculos. A Basílica reflete a vontade de Leon Battista Alberti de misturar o antigo com o moderno, princípio que é encontrado em vários elementos arquitetônicos, em primeiro lugar na impressionante fachada que evoca um arco romano triunfal. Lá dentro, além do esplendor arquitetônico da Renascença, há um rico mobiliário pictórico, com obras de Andrea Mantegna e seus alunos Correggio e Giulio Romano, mas as atrações principais são a guardiã da cripta do século XVI, os dois Vasos Sagrados, as taças de ouro contendo as relíquias, mas, vale lembrar, que aqueles no andar superior são réplicas.

GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Assista esse vídeo e saiba: Qual transporte utilizar na Itália: carro ou trem? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


Conclusão

Nos últimos anos, o turismo religioso está crescendo cada vez mais e não faltam peregrinações bem organizadas, a fim de chegar facilmente a um belo santuário. Neste texto você encontrará sugestões interessantes, que mostram como um lugar como o santuário pode se tornar um local de peregrinação para os cristãos, e não apenas, mas também para os que estão em busca da espiritualidade.

Se você está indo para Florença de carro e quer estacionar com comodidade: opções não irão faltar! E se mesmo assim você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem;)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!


para sua viagem perfeita!

CONSULTORIA

Guias 100% customizados e dentro de seu orçamento!