Vamos visitar a aldeia Calcata em Virtebo?

A apenas 40 km de Roma, você encontra Calcata. Uma pequena aldeia, famosa por ser conhecida como a terra das bruxas, hippies e artistas. Vamos conhecer?

0 155

Vamos visitar a aldeia Calcata em Virtebo?

Com seus pouco mais de 900 habitantes, Calcata é uma cidadezinha muito particular! Os resquícios da presença humana, na área onde hoje fica Calcata, remontam aos tempos pré-históricos. Ali, em uma colina perto de Narce, foram encontrados inúmeros objetos e indícios de vida relacionados às fases mais antigas da civilização etrusca-faliscana. Vamos ao nosso post do dia? Vamos visitar a aldeia Calcata em Virtebo? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Um pouco sobre Calcata…

A apenas 40 km de Roma, podemos fazer um bate-volta até essa aldeia. Quando chegamos aqui, o tempo parece simplesmente ter parado há séculos e, ao caminhar pelas ruas da cidade, você encontrará oficinas e lojas de artesanato, casas de chá, bares e restaurantes. Com facilidade, você se depara com artistas, que fazem suas artes com tranquilidade, sentados na frente de casa ou no portão de seus ateliês. Você logo irá notar como a cidade é limpa e bem tratada! A aldeia é serpenteada por arcos e escadarias, que, dependendo do ângulo, nos oferecem – muitas vezes – vistas belíssimas do vale, denso de árvores e bosques. Calcata ergue-se sobre a ponta de uma imensa rocha, com se estivesse suspensa no ar. Nas ruas você sempre vai encontrar um ambiente cordial e festivo, leve, divertido, quase mágico e poético!

A entrada principal

Calcata está ‘montada’ sobre um contraforte de tufo, precedida por uma porta de entrada monumental que leva ao seu interior. Lá ‘dentro’, casas e edifícios, como um todo, se apresentam com cores homogêneas a harmônicas, com um ‘cinza pedra’ que dá o tom aos seus arredores e as flores nas janelas que encantam nossos olhos (curiosidade: algumas flores são artificiais! Outras não! Vale a brincadeira de observá-las com carinho para saber diferenciá-las!).

1) Vamos visitar a aldeia Calcata em Virtebo? VISITE A CÂMARA MUNICIPAL E O CASTELO BARONAL

Vamos começar pela bela praça principal abre-se à sua frente com a Câmara Municipal e o Castelo Baronal – do século XIII, construído pelos Anguillara. Também vimos ali o monumento em memória dos caídos da Segunda Guerra Mundial. A série de torres de observação permite um primeiro vislumbre do exterior.

2) Vamos visitar a aldeia Calcata em Virtebo? VISITE O GRANARONE

Visite também o Granarone, um antigo celeiro de 1670. Ele foi salvo da decadência após 1950 e restaurado, hoje serve como sede de uma associação cultural. Tão pequena em tamanho, mas imensa em cultura, história e aconchego. Esse lugar vai te encantar!

3) Vamos visitar a aldeia Calcata em Virtebo? VISITE A SALA DE CHÁ

IMPERDÍVEL em Calcata é a Sala de Chá! Com mais de 100 tipos de chás, a Sala oferece um ambiente MAGNÍFICO, além de ser impressionante! Com diversas ervas, chegou o momento de você saber que Calcata é famosa por ter sido a ‘casa de bruxas’, mas no melhor sentido da palavra: eram bruxas que cuidavam do meio ambiente e do bem estar de seus habitantes, utilizando elementos da natureza. Hoje, as ‘bruxas’, são os artistas que recebem os turistas como se fossem amigos, criando um vínculo eterno com quem visitar esse lugar tão especial!

4) Vamos visitar a aldeia Calcata em Virtebo? VISITE O MUSEU DE ARTE DA NATUREZA OPERA BOSCO

Entre os espaços expositivos de Calcata você também encontra o Museu de Arte da Natureza Opera Bosco (ingresso, 10 euros). É um museu-laboratório experimental de arte contemporânea a céu aberto e oferece obras de diversos artistas. Estende-se por dois hectares na garganta do Vale de Treja e oferece, ao longo do caminho, obras de arte feitas com as matérias-primas da floresta.

Curiosidade

Reza a lenda, vindas do povo Falisci, que as energias primitivas da cidade surgem do subsolo de Calcata e alimentam histórias sobre ocultismo e paganismo. Há quem diga que as bruxas ‘cantam’ junto com o som dos ventos.

Vamos conhecer um pouco da história de Calcata?

O nome Calcata aparece pela primeira vez em um documento oficial do final do século VIII, sob o pontificado de Adriano I (772-795). É o período das domuscultae (grandes fazendas) e propriedades papais destinadas a garantir o abastecimento de Roma. Uma das domuscultae de Adriano I possuía a ‘parte dos fundos’, conhecida como Calcata. Calcata é mencionada em um inventário do patrimônio de Francesca D’anguillara, em 1363, e nos 400 anos seguintes foi elemento de consecutivas trocas, entre Sinibaldi e os Anguillara. Já em 1828, tornou-se parte do Ducado de Rignano, sob o domínio da família Massimo; e, nos anos 1900, passou para a família Ferrauti, ex-agricultores da família Massimo.

Os habitantes

Apesar de pouco habitada, a cidade nunca chegou a ser completamente abandonada. Famosa por seu artesanato, os artistas alimentam sua (fofas) lojinhas e mantém o espírito livre da cidade muito vivamente! Muitos artistas são estrangeiros e a cidade tem bastante belgas, holandeses, americanos que, junto com os hippies locais – que ainda vivem nas cavernas escavadas na rocha calcária – dão vida a esse pedacinho de terra tão especial.

Por estar em um terreno pouco favorecido por sua formação natural, foi promulgada uma lei, em 1930, que exigia o despejo de um determinado número de assentamentos considerados inseguros, obrigando o Estado a contribuir para a construção de habitações seguras, porém foi somente na década de 1990 que um decreto salvou o país do ‘abate forçado’. Apesar de muitos acharem que a modernidade não tem vez aqui, é importante dizer que muitos profissionais das tecnologias digitais também escolheram Calcata como sua cidade para viver, tanto que é aqui que se encontra um centro de arte telemática.

O mito sobre a cidade

Calcata representa uma espécie de “mito coletivo” e há três razões para isso: uma é sua natureza sociológica; a outra sua natureza arqueológica e, finalmente, sua natureza naturalista.

As razões sociológicas derivam da busca de seus habitantes por lugares distantes dos anseios da sociedade atual, da correria do dia a dia, da paz de espirito e a fuga do consumismo desenfreado. Do ponto de vista arqueológico e social, Calcata oferece ideias BEM interessantes. Podemos fazer uma analogia entre duas realidades MUITO diferentes: Calcata e Roma!

O Vale de Treja

O vale de Treja parece reproduzir, em pequena escala, a paisagem fluvial do Tibre – da época em que Roma se erguia apenas sobre as sete colinas. Já os motivos naturalistas remontam à implantação do Parque Regional de Treja, em 1979 – da cidade de Calcata, você pode ir ao parque a pé ou a cavalo: uma verdadeira imersão na natureza.

Um pouco sobre o Parque Regional de Treja

O Parque foi fundado em 1982, e possui uma área de cerca de 650 hectares. Localizado no trecho médio do rio Treja, um afluente direito do Tibre, faz parte dos municípios de Mazzano Romano e Calcata, respectivamente nas províncias de Roma e de Viterbo. O território do Parque é caracterizado pela paisagem de ravinas, paredes verticais talhadas nas rochas vulcânicas pelas águas do rio, colinas cultivadas com terras aráveis, hortas, vinhas, olivais e avelãs. O curso do rio é interrompido por grandes e pequenas cascatas.

O Monte Gelato

Merece destaque o Monte Gelato, em correspondência com as quais se ergue um antigo moinho de água. A formação vegetal encontrada aqui é a de madeiras mistas de carvalho. No “coração” do Parque você encontra uma importante zona arqueológica: os mais antigos achados arqueológicos encontrados na área são da Idade do Bronze (1440-1200 a.C.). Ainda hoje no Parque é possível admirar os restos de inúmeros túmulos, estradas de comunicação, túneis construídos para fins hidráulicos e fortificações erguidas para defender a antiga cidade de Civita Castellana, famosa por ter sido, na época pré-romana, a capital do População Faliscana.

O Monte Li Santi

Já no sopé da colina do Monte Li Santi, a poucos metros da margem direita da Treja, podemos ver os vestígios de um antigo edifício monumental e que, provavelmente, era utilizado para o culto da fertilidade. O Parque pode ser visitado em todas as estações do ano; o percurso ao longo do rio, com os seus moinhos e cascatas, é incrível e cheio de significados ambientais, mas também nos apresenta vistas e paisagens de raríssima beleza.

O Prepúcio Sagrado

Segundo lendas de Calcata, em 1527 um soldado que teria participado de um roubo em Roma foi capturado e ele estava com o Sancta Sanctorum de San Giovanni in Laterano. Preso, ele teria escondido o relicário contendo o Prepúcio Sagrado em sua cela, onde foi descoberto somente em 1557. A partir de sua descoberta, a igreja passou a venerar a relíquia, concedendo aos peregrinos uma indulgência de dez anos.

Importante saber…

Nenhum carro pode passar pelo centro da vila, pois é ZTL (clique aqui para saber mais sobre as ZTLs). Ah: e na cidade não há linha telefônica na cidade e os telefones celulares não pegam bem!


Como chegar a Calcata de carro?


1) Como chegar a Calcata? A PARTIR DE ROMA

Utilize a SS 2bis Cassia Veientana e pegue a saída 5; passando a terceira saída para Campagnano, após 200 metros, pegue a estrada para Mazzano Romano e siga as indicações para Calcata.

2) Como chegar a Calcata? A PARTIR DO NORTE DA ITÁLIA

Utilize a rodovia A1 e siga pela saída Magliano Sabina; depois pegue a SS 3 Flaminia em direção a Roma, e depois basta seguir as indicações para Faleria – Calcata. Clique aqui para Itinerário de 20 dias pelo Norte da Itália!

3) Como chegar a Calcata? A PARTIR DE VIRTEBO

Siga pela SS 2 Cassia ou pela mais panorâmica: Cassia Cimina, em direção a Roma; passe Monterosi, saia em Mazzano Romano – Trevignano e siga as indicações para Calcata. Clique aqui para Itinerário de 10 dias pelo Sul da Itália!

4) Como chegar a Calcata? A PARTIR DO LESTE OU DO SUL DA ITÁLIA

Vá pela Rodovia A1 até G.R.A. De Roma Saída 5 – SS 2bis Cassia V. (Veientana), pegue a saída para Mazzano Romano e siga as indicações para Calcata.

Importante Saber

NÃO HÁ ESTAÇÃO DE TREM EM CALCATA. A estação mais próxima é a ESTAÇÃO DE CIVITA CASTELLANA, que fica a 20 minutos de distância de Calcata – de carro. Para saber mais sobre os trens na Itália clique aqui!


Vai viajar pela Itália de carro?

Se for alugar um carro não deixe de ler nossos posts na seção Dirigindo na Itália no blog Viajando para Itália. Além de dicas de roteiro de carro, temos tudo sobre sinalizações, pedágios, estradas e muitos mais dicas. Leia também VIAJANDO DE CARRO NA ITÁLIA: EXEMPLOS DE ROTEIROS

Não sabe onde alugar o carro? Nós temos um parceiro que pode te ajudar: Rent Cars! Já pensou em alugar um carro na Itália, sem sair de casa, com atendimento em português, pagando em Real, sem cobrança de IOF e ainda poder parcelar em 12x sem juros no cartão? E que tal um desconto de 5% para pagamento à vista? Gostou da ideia? Então clique no banner abaixo Pesquise, compare e escolha! : )

 

Importante Saber

Se for dirigir na Itália é imprescindível a carteira internacional ou a sua CNH do Brasil com tradução juramentada, O.K.? Se não possuir, não dirija, pois você terá muitos problemas caso seja parado pela polícia italiana! LEIA O POST PRECISO DE CARTEIRA INTERNACIONAL PARA DIRIGIR NA ITÁLIA (PID)?


Assista esse vídeo e saiba: Fazer uma viagem perfeita para Itália? Como funciona a consultoria da Ana Patrícia? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Vamos visitar a aldeia Calcata em Virtebo? Calcata é o tipo de cidade que vai te encantar! Não é uma cidade grande, não requer tanto tempo, mas, uma dica: visite com calma, ela merece! E se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!