Itinerário de carro pelo Valle D’Aosta

Viajar de carro pelo Valle D’Aosta é uma experiência única.

0 392

Itinerário de carro pelo Valle D’Aosta

Viajar de carro pela Itália é sempre agradável! As estradas, além de muito bem conservadas, são bem sinalizadas e pode-se rodar de Norte a Sul sem maiores problemas. Hoje oferecemos um itinerário de carro pela belíssima região do Vale D’Aosta, que é cheia de charme e elegância! Vamos lá? Vamos ao nosso post do dia? Itinerário de carro pelo Valle D’Aosta. Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Nossa Introdução

O Vale de Aosta é uma das mais belas regiões da Itália, além de fascinante e espetacular, uma região que oferece muitas oportunidades para seus visitantes; é conhecida não só por suas montanhas, mas também pelos fascinantes castelos que, com a natureza que os rodeia, tornam a paisagem ainda mais extraordinária. Esta pequena região contém maravilhas naturais, vales e colinas, verdadeiramente extraordinária, e é um território que oferece diversão e atrações para todos e para todas as idades. Que tal fazer uma excursão privada ao castelo de dia inteiro com almoço na Vale de Aosta? Clique aqui para saber mais!

Os deslocamentos são facilitados pelo fato de que as distâncias não são enormes, na verdade, o Valle D’Aosta pode ser percorrido em poucas horas de carro. É por isso que decidimos oferecer-lhe um itinerário de cinco dias para descobrir seus fascinantes castelos, suas aldeias e os mais belos resorts nas montanhas usando o carro como meio de transporte. Neste ponto, tudo o que resta é sair para descobrir esta interessante região. Leia também Onde esquiar na Valle d´Aosta?

1) Itinerário de carro pelo Valle D’Aosta – PRIMEIRO DIA

Primeiro Dia: Qual melhor local para começar a viagem se não a partir do Parque Gran Paradiso, visitando Cogne, que é considerado o mais belo e famoso vale por aqui. Esta vila encantadora preserva ambientes de grande atração, povoados por uma rica fauna alpina e com uma grande variedade de espécies vegetais, incluindo algumas das raridades florísticas da região. A posição é linda, na verdade, com os picos do Gran Paradiso ao fundo, que parece ver uma pintura, tanto no verão, quando é um dos destinos mais populares para os caminhantes quanto no inverno, quando a neve envolve tudo em um casaco branco e maravilhoso.

Um pouco mais sobre Cogne

Entre outras coisas, os cogneins puderam proteger o habitado do desenvolvimento de edifícios excessivos e assim as aldeias retêm as características do passado, com casas tradicionais cuidadosamente restauradas. Cogne tem um passado rico em história, cultura e tradições, que a população conta através de seus costumes, exposições e reuniões. No verão, com o veillà, os ofícios que foram praticados nas vigílias dos longos invernos são reminiscentes nas ruas de Cogne. E é no inverno que a ampla área entre Cogne, Valnontey e Lillaz é atravessada por trilhas de esqui cross-country, enquanto as dezenas de quedas de gelo embelezam o vale e fazem dela uma atração internacional. Depois de visitar este lugar maravilhoso, aproveite para saborear um excelente jantar com produtos locais e depois ir para a cama.

2) Itinerário de carro pelo Valle D’Aosta – SEGUNDO DIA

Segundo Dia: no segundo dia seguimos para a capital, a cidade de Aosta, localizada no coração da região que representa um centro rico em história e cultura. Aosta irá surpreendê-lo com a sua elegância e as incríveis ruínas romanas, é um destino que atrai turistas durante todo o ano: na primavera, quando os vales florescem novamente; no verão, para aqueles que amam o mar e gostam de observar o fresco da montanha e, claro, no inverno, com as pistas de esqui mais próximas. Que tal um passeio a pé privado com degustação de alimentos e vinhos em Aosta? Clique aqui para saber mais!

Um pouco mais sobre Aosta

Seu centro pode ser visitado em algumas horas e você encontrará uma combinação interessante de monumentos dos tempos romanos e medievais como, por exemplo, o Arco de Augusto, a Porta Pretória, o Teatro, as Muralhas e o Colegiado famoso de Sant ‘Orso, padroeiro da cidade. Depois de visitar a cidade e fazer uma pequena pausa para uma refeição leve, à tarde você pode visitar o Castelo de Issogne, a luxuosa residência renascentista conhecida por seus muitos afrescos, tetos em caixotões e a famosa fonte em forma de romã de ferro batido, símbolo da família Challant. Neste ponto você volta para Aosta, o dia pode ser dito terminou você apenas tem que desfrutar de um jantar em um restaurante típico para provar as especialidades dos vales do Vale de Aosta, e então você vai dormir. Conheça nossa seção sobre Alimentação na Itália!

3) Itinerário de carro pelo Valle D’Aosta – TERCEIRO DIA

Terceiro Dia: no terceiro dia você vai visitar o Castelo de Fenis, um dos castelos mais famosos do Vale de Aosta. É um dos destinos mais populares e foi decidido incluí-lo no itinerário, pois é um destino imperdível para os amantes de castelos. O castelo de Fenis está localizado no município de Fenis, na aldeia de Chez-Sapin, que pode ser alcançado a pé sem quaisquer problemas devido à sua posição ao nível da aldeia. Perto do castelo há um grande estacionamento gratuito com toaletes e área de piquenique. A sua aparência, de um castelo medieval típico com torres e muros ameados, tornou-se um ícone e símbolo da região, representado em livros, folhetos e usado como localização em vários filmes. Leia também Qual o melhor período para viajar para Itália?

Um pouco mais sobre o Castelo de Fenis

O castelo de Fenis está localizado em terra quase plana e não em uma colina ou em um afloramento rochoso, como geralmente todos os outros castelos da região estão localizados. O Castelo de Fenis é uma pequena joia, especialmente graças ao valioso ciclo de afrescos do século XV que estão localizados no pátio interno do castelo e na capela privada. O castelo de Fenis só pode ser acedido através de visita guiada incluída no preço de entrada ou através de visitas guiadas privadas. A visita começa no maravilhoso pátio com afrescos e continua em alguns quartos no térreo e no primeiro andar. Depois de visitar o castelo, você pode andar entre os muros do castelo, onde há prados com trilhas no meio da natureza, onde você pode tirar belas fotos e até relaxar no meio do verde. Se você decidir dormir em Fenis, a poucos passos do castelo, tem em um b & b de gerência familiar, basta ir e provar os produtos típicos e depois ter uma boa noite de sono.

4) Itinerário de carro pelo Valle D’Aosta – QUARTO DIA

Quarto Dia: depois de um saboroso café da manhã, você deixa o hotel para se dirigir ao sopé do Monte Bianco, onde está localizado, Courmayeur, um dos resorts turísticos mais famosos da Itália. De uma pequena cidade de agricultores, Courmayeur tornou-se uma estância de esqui de renome, bem como uma das melhores estâncias de férias. Em 1850, a Companhia de Guias foi fundada em Courmayeur, a primeira na Itália e a segunda no mundo é a que fica em Chamonix.

Um pouco mais sobre Courmayeur

A casa histórica dos guias abriga um interessante Museu Alpino que permite conhecer a atividade e a história dos guias de Courmayeur, também no museu você também pode ver uma exposição de belos cristais coletados no maciço do Monte Bianco. Courmayeur conta, entre seus leais convidados, numerosas personalidades da economia, política e cultura. Aqueles que amam esportes de inverno vão se divertir nas encostas da imensa área que cerca algumas das mais belas montanhas do mundo. Não termina aqui, ao longo da Via Roma, depois há lojas de renome, bares e cafés elegantes que evocam uma atmosfera antiga e mágica. Além disso Courmayeur é o campo ideal para um passeio para descobrir a oitava maravilha do mundo, o vertiginoso teleférico do Mont Blanc, um deslumbre do paraíso, entre geleiras e picos nevados. É feito à noite, então você vai para um lugar típico em busca de um jantar especial e saboroso como a área pode oferecer. Depois: cama!

5) Itinerário de carro pelo Valle D’Aosta – QUINTO DIA

Quinto Dia: no último dia você vai visitar Bard. Pouco mais de cem habitantes vivem nesta esta vila medieval que considerada a menor cidade do Val d’Aosta e faz parte do circuito das mais belas aldeias da Itália. A aldeia de Bard é hoje considerada uma das vinte mais belas aldeias da Itália. É uma típica vila de trânsito nascida ao longo da estrada romana que hoje mantém sua estrutura urbana medieval quase intacta.

Um pouco mais sobre Bard

O cenário que coroa as casas é magnífico, terminando no esporão rochoso sobre o qual nasce a maravilha pela qual Bard é famosa: o seu Castelo, a fortaleza, reconstruída pela Casa de Savóia no século XIX. O Forte Bard liga seu nome à passagem de Napoleão e a sala de estar de Camillo Benso di Cavour. Andando pela única rua da vila, você pode respirar uma atmosfera autêntica do passado, que se torna ainda mais emocionante durante os eventos que são organizados durante o ano, como os presépios que iluminam a vila nas noites de dezembro. Todo o caminho, o traje medieval desfila em coincidência das festividades de meados de agosto ou durante o Marché au Fort, o festival de comida e vinho realizado todos os anos no segundo domingo de outubro. Depois de visitar esta maravilhosa aldeia, você só tem que desfrutar um bom jantar e depois ir para a cama, porque no dia seguinte você vai voltar para casa.


Como Chegar a Valle D’Aosta?


Valle d’Aosta tem um excelente sistema rodoviário.

1) Como Chegar a Valle D’Aosta? DE AVIÃO

O Valle d’Aosta tem um aeroporto regional, o Corrado Gex, localizado fora da capital. É pouco usado, tendo a Air Vallée como a única empresa operacional. O Aeroporto de Torino Caselle fica a 115 km de Aosta e oferece um bom número de voos para destinos italianos e europeus. O aeroporto de Milão Malpensa é muito utilizado e fica a 180 quilômetros de Aosta, oferecendo um grande número de conexões, mesmo de baixo custo, com destinos italianos e europeus.

Leia também nossos Posts Especiais sobre Aeroportos na Itália:

2) Como Chegar a Valle D’Aosta? DE TREM

Aosta pode ser alcançada em cerca de duas horas de trem das estações Torino Porta Nuova e Torino Porta Susa. Os trens fazem paradas intermediárias em Pont-Saint-Martin, Donnas, Chatillon, a partir das quais há ônibus disponíveis para chegar aos locais localizados nos vales laterais.

Você sabia que a Trenitalia é a principal sociedade italiana destinada à gestão do transporte ferroviário. Saiba aqui “Qual é a diferença dos trens na Itália?“. Compre sua passagem online com antecedência e economize muito, leia o Post “Como comprar uma passagem de trem na Itália?“.

3) Como Chegar a Valle D’Aosta? DE CARRO

A maior parte dos fluxos turísticos penetra no Vale D’Aosta, proveniente das regiões vizinhas do norte da Itália, chegando mais frequentemente às estâncias de férias através de um meio de transporte privado. Turim está ligada à autoestrada A5 e fica a cerca de 55 km de Pont-Saint-Martin, a cerca de 98 km de Aosta (1 hora e 20 minutos de viagem) e a 136 km de Courmayeur. De Milão, seguindo pela autoestrada A4 para Santhià, a distância é de 185 km da capital Aosta (demora cerca de duas horas). Leia também VIAJANDO DE CARRO NA ITÁLIA: EXEMPLOS DE ROTEIROS

Se for alugar um carro não deixe de ler nossos posts na seção Dirigindo na Itália no blog Viajando para Itália. Além de dicas de roteiro de carro, temos tudo sobre sinalizações, pedágios, estradas e muitos mais dicas.

Vai viajar pela Itália de carro?

Não sabe onde alugar o carro? Nós temos um parceiro que pode te ajudar: Rent Cars! Já pensou em alugar um carro na Itália, sem sair de casa, com atendimento em português, pagando em Real, sem cobrança de IOF e ainda poder parcelar em 12x sem juros no cartão? E que tal um desconto de 5% para pagamento à vista? Gostou da ideia? Então clique no banner abaixo Pesquise, compare e escolha! : )

Importante Saber

Se for dirigir na Itália é imprescindível a carteira internacional ou a sua CNH do Brasil com tradução juramentada, O.K.? Se não possuir, não dirija, pois você terá muitos problemas caso seja parado pela polícia italiana! LEIA O POST PRECISO DE CARTEIRA INTERNACIONAL PARA DIRIGIR NA ITÁLIA (PID)?


Assista esse vídeo e saiba: Qual o melhor período para viajar para a Itália? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Itinerário de carro pelo Valle D’Aosta. Valle d’Aosta tornou-se um destino popular para muitos amantes da natureza. Há mais e mais pessoas que vão lá todos os anos para visitar e desfrutar de suas belezas. E se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!