Vaticano: o menor país do mundo!

O Vaticano é o menor país independente do mundo e vai muito além da Basílica de São Pedro e dos museus do Vaticano. Hoje vamos saber o que visitar no Vaticano.

0 186

Vaticano: o menor país do mundo!

Com apenas 44 hectares e 825 habitantes, o Vaticano é o menor país do mundo, mas nem por isso perde sua importância, beleza e relevância! Com sua suntuosa Basílica São Pedro, oferece ao visitante muito mais do que essa beleza arquitetônica e sagrada. Hoje vamos saber o que fazer no Vaticano: o menor país do mundo! Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Nossa Introdução

O Vaticano é o menor país do mundo! Famoso por ser sede da Santa Sé, o Vaticano se apresenta de forma magnífica aos nossos olhos, logo que somos recebidos pela esplêndida Basílica San Pietro, localizada na Praça homônima. Leia também como ver o Papa em Roma? e  Como solicitar a Bênção do Papa?

Dica Importante

  • Visite o Vaticano pela manhã! Tem menos gente e o passeio é mais tranquilo! A Praça de São Pedro libera o acesso às 06h30 da manhã, a Basílica de São Pedro abre às 07h00 e a cúpula às 08h00. Porém, saiba que as quartas de manhã (até o final da audiência papal), tanto a Basílica quanto a Cúpula NÃO ABREM! Os Museus do Vaticano funcionam de segunda a sábado, das 09h00 às 18h00, e, durante o verão, as sexta-feira eles ampliam o horário e funcionam das 19h às 23h.

1) VISITE NO VATICANO: A BASÍLICA DE SÃO PEDRO!

Seria uma heresia não começarmos com o ponto principal do Vaticano: a estrela mor, a mais querida das Igrejas, e uma das mais lindas do mundo, a poderosa Basílica de São Pedro. É a igreja mais importante do cristianismo, e também um belo exemplo de arquitetura barroca e é, de fato, suntuosa!

As atrações da Basílica….

Uma das atrações mais especiais da Basílica é, sem dúvida, a Pietà de Michelangelo; além dos muitos túmulos papais monumentais construídos dentro da basílica. Na cripta da igreja ficam alguns túmulos de papas anteriores à construção da basílica e dos papas do século passado, incluindo o túmulo do Papa João Paulo II. Da sacristia você pode acessar os belos Museus do Vaticano (que veremos em breve!).

Gente, é bom saber que as igrejas na Itália, têm o acesso gratuito e aberto a todos, mas há dois dias específicos na semana que elas ficam BEM cheias: quarta e domingo! Para acessar as igrejas na Itália, já te informo que, algumas, fazem controle de segurança na entrada, mas é algo muito rápido; outra coisa: evite ir com roupas muito decotadas, curtas e com ombros à mostra, você pode ser barrado na entrada. Saiba tudo sobre Basílica São Pedro aqui!

Nota:

  • Pessoal, ao contrário do que muitos pensam, quando falamos em visitas à igrejas, é bom saber que a religião não é, de fato, o principal motivos para visita-las; as igrejas italianas vão além da religião e dominam por suas histórias, arquitetura e obras de valores inestimáveis.

Dica de Ouro:

  • Faça o passeio com um guia! Contrate um guia para ter, literalmente, outra visão do que for visitado! Os guias nos dão outra visão de TUDO que está sendo visto, sem contar que tudo fica muito mais interessante, pois eles te apresentarão histórias e curiosidades que, talvez, você nem saberia se estivesse sozinho! Mande uma mensagem que envio o valor da guia em Roma!

2) VISITE NO VATICANO: A CÚPULA DA BASÍLICA

Também famosa como ‘er Cupolone, a cúpula da Basílica de São Pedro é visível de TODOS os pontos altos do centro da cidade, o que confirma sua majestade e grandiosidade! A visita à Cúpula de Michelangelo custa 10 euros, caso prefira utilizar o elevador, e 8 euros se você quiser subir a pé! Uma vez no topo, prepare-se para ter uma das visões mais lindas da sua vida: a esplendorosa Roma, literalmente, aos seus pés! Leia também sobre as vistas panorâmicas mais bonitas de Roma!

Importante Saber…

  • Se você sofre de claustrofobia e vertigem, sugiro que você não a visite; o mesmo vale se você tem problemas respiratórios e/ou cardíacos. Lembrando que os últimos 300 degraus podem ser feitos a pé; o grande problema não é o esforço físico, e sim sua inclinação e altitude, além do espaço estreito e fechado! Caso tenha algum dos problemas citados, opte por não subir, O.K.?!

3) VISITE NO VATICANO: OS MUSEUS DO VATICANO

Chegamos aos magníficos Museus do Vaticano. Os museus são, sem sombra de dúvida, dos mais LINDOS do mundo e abrigam relíquias de valores inestimáveis! Realmente peças impressionantes! Além das salas incríveis, a escadaria em espiral, feita todinha em mármore, merece destaque. Vale a pena visitar em qualquer época do ano, mas é bom saber que, também em qualquer época do ano, pode ser que você pegue uma pequena fila para acessá-la. Pessoal, reserve, pelo menos, metade do dia para conhecer os Museus! É um complexo imenso e cheio de obras maravilhosas! Você pode ficar por ali de 4 a 6 horas e nem ver o tempo passar, pois é um lugar, realmente, muito especial! Leia aqui como visitar os Museus do Vaticano!

Dica Importante

4) VISITE NO VATICANO: A CAPELA SISTINA

Podemos falar do Vaticano sem falar dessa joia? Claro que não! A Capela Sistina é esplêndida! Todos os adjetivos positivos que você conhecer, pode ter certeza, se encaixam com perfeição para descrever este lugar! É bom você saber que o ingresso pode ser combinado com os Museus do Vaticano, então, programe bem sua visita, O.K.?! Até porque o número de visitantes diários, por aqui, é limitado.

Uma das obras primas de Michelangelo nos oferece um mundo de cores e beleza! É impossível não ficar de queixo caído, ou sem palavras, quando seus olhos encontrarem essa poesia em forma de pintura! Com detalhes impressionantes e técnicas únicas utilizadas por Michelangelo, te sugiro fazer a visita com um guia, que vai te contar TUDO sobre uma das capelas mais famosas da história da humanidade, sem contar suas curiosidade que são incríveis! Leia tudo sobre a Capela Sistina aqui!

5) VISITE NO VATICANO: O CASTELO SANT´ANGELO

Outro símbolo mor do Vaticano! O Castelo de Sant’Angelo surgiu como um mausoléu para Adriano e foi transformado em uma fortaleza medieval onde o Papa se refugiou durante para se proteger de possíveis ameaças e se tornou, finalmente, uma prisão. O Castelo está ligado à Cidade do Vaticano por uma passagem fortificada, que no passado era usada para fazer o papa fugir em segurança a qualquer sinal de perigo eminente. Atualmente é um museu e é possível, também, passar por essa passagem citada anteriormente! Também te sugiro comprar o ingresso com antecedência e fazer a visita com uma guia! Leia tudo sobre o Castelo aqui! e  Clique aqui para adquirir ingresso com a Ticketbar!

6) VISITE NO VATICANO: BÔNUS – VISITE ÀS CATACUMBAS!

Embora não tenha muito que se ver por aqui, pode ser algo diferente e interessante de se fazer! As Catacumbas do Vaticano não possuem um horário oficial de funcionamento e, confesso, que é preciso um pouco de sorte para poder entrar! Porém, se você conseguir, você poderá ver o famoso Túmulo de São Pedro. Leia tudo sobre o Túmulo de São Pedro aqui!

As grutas são formadas por uma igreja com três naves e nichos, com corredores e capelas. Diversos papas, reis e rainhas estão enterrados aqui e, tudo, para poderem ficar ‘perto’ de São Pedro. O espaço foi reformado há pouco tempo, não pode tirar fotos, o passeio não dura mais do que 15 minutos (mais do que suficiente) e, novamente, não é aconselhável para quem tem claustrofobia, problemas respiratórios e/ou cardíacos. Conheça aqui outras catacumbas em Roma!

Dica

  • O que comprar no Vaticano? Terços, cartões postais, e lembranças religiosas.É bom saber que as compras realizadas na Cidade do Vaticano são isentas de IVA, ou seja, você não paga impostos, porém, não é tudo que o turista pode comprar; produtos como selos especiais, perfumes, cosméticos e cigarros podem ser comprados somente para residentes que possuem um cartão especial emitido pelo Estado do Vaticano. Leia também onde fazer compras em Roma!
Abaixo podemos ter noção da dimensão do Vaticano com esse mapa bem claro que nos mostra como é formado o país!
Vaticano: o menor país do mundo!
FONTE: Site Oficial da Cidade do Vaticano

A história do Vaticano… 

Bom, vamos para o início de tudo: a história diplomática do Vaticano começou, de fato, no século IV. Embora muitos pensem que o papado sempre exerceu poder no pequeno país, não foi bem assim! Os limites de poder do papado foram evoluindo com o passar dos séculos, já que suas prerrogativas lideraram uma grande parte da península italiana, incluindo Roma, por praticamente todo um milênio. Este poder pleno veio da (falsa) Doação de Constantino, (a Constitutum Donatio Constantini ou Constitutum domini Constantini imperatoris, em latim) e foi um documento apresentado na Idade Média como pelo império romano. Houve, porém, um imenso questionamento sobre sua validade e sua legitimidade, que oferecia à Igreja Católica o domínio pleno de seus territórios; como é sabido, havia muito mais interesse político do que propriamente religioso e a própria igreja considera o documento sem validade nenhuma.

Um pouco mais sobre história do Vaticano… 

Em 756 d.C, os Estados Pontifícios foram fundados quando Pepino, o Breve atendeu ao pedido de ajuda do papa e combateu os lombardos, que no século VIII ameaçavam invadir Roma e seus territórios próximos. O Papa Estêvão II recorreu ao povo franco, que era governado não pelo rei, mas pelo mordomo do palácio real, Pepino. Assim, Pepino teria reconhecido ao Papa o título de “Soberano do Patrimônio de São Pedro”. Depois de muito tempo, em 11 de Fevereiro de 1929 a chamada Questão Romana (o documento era ou não falso?) o ditador fascista Benito Mussolini e o Papa Pio XI assinaram, finalmente, o famoso Tratado de Latrão, documento VERDADEIRO, no qual a Itália reconhece a soberania da Santa Sé sobre o Vaticano e o declara como estado soberano, neutro e inviolável.


Como chegar ao Vaticano?


1) Como chegar ao Vaticano? DE AVIÃO

Desembarcou em Fiumicino e a ansiedade está falando mais alto? Pegue o trem Leonardo Express que vai te levar direto para a estação central de Roma, Termini; dali você pega o metrô da linha A na direção Battistini; desça na parada Ottaviano ou Cipro e siga a pé!

Leia também nossos Posts Especiais sobre Aeroportos na Itália:

2) Como chegar ao Vaticano? DE TREM / METRÔ

A Cidade do Vaticano tem sua própria estação ferroviária e se chama Roma San Pietro. Da estação, que é servida pelas linhas regionais FL3 e FL5, parte uma via única; seguindo por ela, após cruzar o viaduto, você já está em território do Vaticano. Aqui fica a Linha Vaticana e a rota é ótima para quem vem, também, de Civitavecchia, o porto de cruzeiros da capital italiana.

Da estação até a Praça de São Pedro, são cerca de 10 minutos caminhando. Se quiser ir de metrô, utilize a linha vermelha do metrô (linha A), em direção a Battistini, e desça na parada Ottaviano ou Cipro: a primeira parada é a mais próxima da Basílica, já a segunda fica perto da entrada dos Museus do Vaticano. Se você não lembrar o nome das estações, não se preocupe, pois há as indicações marcadas: Ottaviano – San Pietro e Cipro – Musei Vaticani. As duas ficam a 10 minutos de caminhada de seu destino final. Leia tudo sobre o Metrô em Roma aqui!

Você sabia?

Que a Trenitalia é a principal sociedade italiana destinada à gestão do transporte ferroviário. Saiba aqui Qual é a diferença dos trens na Itália?. Compre sua passagem online com antecedência e economize muito, leia o Post Como comprar uma passagem de trem na Itália?.

3) Como chegar ao Vaticano? DE ÔNIBUS

Há inúmeras linhas de ônibus que operam o trecho Roma/Vaticano! Vai depender de onde você está hospedado, mas deixo à vocês alguns exemplos:

  • ônibus número 40 (Termini / Piazza Venezia / Argentina / Piazza Pia / Vaticano);
  • ônibus número 62 (Repubblica / Piazza di Spagna / Piazza Venezia / Argentina / Vaticano);
  • ônibus número 64 (Termini / Piazza Venezia / Argentina / Vaticano); e
  • ônibus número 81 (Museus do Vaticano / Piazza Imperatore / Escadaria Espanhola / Piazza Colonna / Fonte de Trevi / Piazza Venezia / Circo Massimo / Coliseu). Se quiser um passeio diferente: vá de bonde! Utilize o bonde número 19 (Piazza Risorgimento / Vaticano / Villa Borghese) ou o número 8, que vai para o bairro de Trastevere; de lá, siga caminhando em direção ao norte ao longo do rio, até chegar ao Vaticano.
  • Leia também como se locomover em Roma com Transporte Público.

4) Como chegar ao Vaticano? CAMINHANDO

Ideal para quem não está com nenhuma pressa! Se você gosta de caminhar e quer conhecer o máximo possível de onde você está, pode ir caminhando! Tome como ponto de partida Coliseu, o Panteão ou a Estação Termini, siga para oeste em direção a uma ponte atravessar o rio (há várias que cruzam o Tibre); minha sugestão? A ponte que leva diretamente ao Castelo de Sant’Angelo, chamada, justamente, Ponte Sant’Angelo. Além disso, não se preocupe: os caminhos que levam ao Vaticano, de Roma, são muito bem sinalizados!

Vai se hospedar em Roma? Então siga nossas dicas exclusivas de Hotéis!!!

Aqui você encontrará gratuitamente indicações de hospedagem para não cair numa furada e não ficar em uma zona distante das atrações na Itália!

A seguir, não deixe de ler nossas dicas e conselhos sobre os bairros de Roma e onde se hospedar. Aqui você encontrará o melhor bairro e o tipo de hospedagem que mais se encaixa no perfil de sua viagem;)

Saiba que reservando dentro do nosso blog através da Booking.com você estará colaborando a manter nosso site e você não pagará nada a mais por isso, pois o serviço de reserva é GRATUITO. Ou seja, sem taxas de reservas ou administrativas, e as reservas podem ser canceladas Gratuitamente.

Hospedagens que aconselho perto do Centro Histórico

Se você é apaixonado pela arte e gostaria de ficar no centro onde poderá se deslocar a pé, assim como ter inúmeras possibilidades de lugares para almoçar/jantar ou lanchar te aconselho a ficar no centro histórico. Podem ser consideradas “centro histórico” as regiões perto da Fonte de Trevi, do Coliseu, do Fórum Romano, Fórum Imperial e da Villa Borghese, da Piazza Spagna e da Piazza Navona. São as áreas mais caras, porém estará próximo de tudo, literalmente!

Se quiser economizar uma ótima opção é o B&B, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se prefere um bom hotel, tenho três opções que gosto muito, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho perto da Região de San Giovanni

Para quem deseja encontrar alternativas mais econômicas em áreas tranquilas, mas ao mesmo tempo perto dos meios de transporte para o centro, sugiro a região de San Giovanni ou do Monti (perto das estações de metrô San Giovanni, Castro Pretorio e Circus Massimo) – que é um bairro mais residencial; portanto, mais econômico e tranqüilo! E com apenas 15 minutos de metrô estará no centro também!

Tenho duas opções de Hotéis que recomendo, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Tenho duas opções de Pousadas que recomendo, clique nos links abaixo e conheça cada uma. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho perto da Cidade do Vaticano

Uma zona interessante para se hospedar e um pouco mais econômica que o centro histórico é a zona do Vaticano (Museus do Vaticano) que está muito bem conectada com tudo.

Tenho duas opções de Pousadas que recomendo, clique nos links abaixo e conheça cada uma. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se prefere um hotel, tenho três opções que recomendo, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho perto da Estação Termini

Para quem prefere ficam em bairros que tenham um bom acesso ao resto da cidade e com um preço melhor, então deve escolher uma acomodação nas intermediações da Estação Termini (de onde parte uma densa rede de meios públicos de transporte, que serve tanto o povo local quanto os turistas).

Tenho 3 sugestões boas de hotel em Termini, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se prefere pousadas tenho 2 sugestões boas, clique nos links abaixo e conheça cada uma. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Hospedagens que aconselho em Trastevere

Para quem prefere “saborear” a Roma autêntica e característica, não há nada melhor que reservar um hotel no Trastevere (nos arredores do histórico rio da cidade), pleno de história e tradições tipicamente romanas, conhecido pelas ruas tortuosas de pedras sampietrini e pelos centros habitacionais em estilo medieval.

O bairro fica no centro histórico e à direta do rio Tevere, em meio a uma paisagem espetacular, onde cada visitante pode observar as inúmeras igrejas e praças (como a de Santa Maria in Trastevere). Além disso, este bairro oferece vários restaurantes locais e cantinas para quem deseja experimentar a típica culinária romana.

Se quiser economizar uma ótima opção é o B&B, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)

Se prefere um bom hotel, tenho duas opções que gosto muito, clique nos links abaixo e conheça cada um. Se gostar da sugestão já faça sua reserva e garanta bons preços;)


Assista esse vídeo e saiba: Como comprar o bilhete do Museu Vaticano? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Vaticano: o menor país do mundo! O Vaticano é riquíssimo em heranças históricas e culturais. Apesar de seu tamanho, pode ser chamado de ‘pequeno gigante’, pois oferece aos seus visitantes relíquias e preciosidades impressionantes!

Está inseguro para viajar?

E se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!