Itinerário de quatro dias em Florença

A capital da Toscana é uma das cidades mais bonitas da Itália e, se você tem quatro dias em Florença, preparamos um itinerário bem especial para você.

0 1.163

Itinerário de quatro dias em Florença

Arte, cultura, arquitetura e pontos imperdíveis: Florença reúne tudo isso e muito mais. Se você tem um Itinerário de quatro dias em Florença, capital da Toscana, considere-se uma pessoa abençoada, pois nesse período é possível visitar lugares muito especiais. Malas prontas? Vamos lá! Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Bom saber…

Florença pode ser percorrida a pé com toda tranquilidade, sem nenhum problema. Organizada de uma maneira espetacular, concentra a maior parte de seus pontos turísticos no centro histórico e, portanto, não há necessidade de utilizar carro e nem transporte público. Tem quatro dias em Florença? Ótimo! É disso que você precisa para nosso itinerário que começa agora!

1) Itinerário de quatro dias em Florença: PRIMEIRO DIA

É praticamente impossível começar um passeio por Florença se não for pelo ponto mais importante da cidade: a Piazza Del Duomo! Com uma ótima localização, é possível chegar ali com 10 minutos de caminhada da estação de trem Santa Maria Novella, que é também uma das ruas mais elegantes da cidade. SAIBA TUDO SOBRE FLORENÇA AQUI!

Itinerário de quatro dias em Florença
(Fonte: Google Maps)

Piazza Del Duomo…

Na Piazza você encontra a majestosa Catedral de Santa Maria del Fiore, que é uma das uma das mais lindas, além de ser uma das maiores, catedrais da Europa. Sua fachada é característica e a cúpula feita pelo mestre Brunelleschi. Em frente você encontra o Batistério de San Giovanni e logo ao lado o campanário do Duomo Giotto, onde você pode subir os 414 para ter uma vista ÚNICA de toda a cidade. Para comprar os ingressos para a Catedral, reserve o ingresso pelo site oficial Clique aqui! ou CLIQUE AQUI PARA SITE EM PORTUGUÊS!

Dica:

Piazza della Signoria…

Da Piazza del Duomo, seguimos pela charmosa Via dei Calzaiuoli, para que possamos chegar até outra importante Praça da cidade: Piazza della Signoria. Aqui você pode observar a bela Fonte de Netuno, o Palazzo Vecchio e a Loggia dei Lanzi. A poucos metros dali, você encontra a magnífica Galeria Uffizi, onde estão reunidas obras-primas de arte de valor imensurável. Aqui você pode ver, por exemplo, “O Nascimento de Vênus” e “Primavera”, de Botticelli. A visita dura, no mínimo, 2 horas e, acredite, parece que o tempo passa a ser contados em segundos, pois é tudo de uma beleza IMPRESSIONANTE! Para comprar ingressos com antecedência, entre no Site Oficial: www.uffizi.it/ ou CLIQUE AQUI PARA SITE EM PORTUGUÊS!

Pausa para o Almoço…

Saindo da Galeria, você pode fazer uma pausa para o almoço! Depois de tomar um café, seguimos o passeio!

Ponte Vecchio…

Agora vamos atravessar uma das pontes mais famosas do mundo! Estamos falando da Ponte Vecchio, que é um dos símbolos mais famosos e característicos da cidade. Aqui você poderá observar as antigas joalherias e suas vitrines encantadoras. A ponte é toda coberta, mas em algumas frestas é possível ver uma parte do Rio Arno. Quando atravessar a ponte, a alguns passos, você encontra o imponente Palazzo Pitti. Aqui você encontra os belíssimos Jardins Boboli e os incríveis Museus do Palácio. Os Jardins Boboli são embelezados com pequenas cavernas, fontes, gramados e belos caminhos.

Palácio Pitti…

Dentro do Palácio Pitti, que foi construído por Fancelli, um dos alunos de Brunelleschi, você encontra – logo no primeiro andar a Galeria Palatina – com sua coleção de pinturas do século XVI. Quando sobre até o mezanino, você pode visitar o Museo degli Argenti, com as preciosas peças que pertenceram aos Medici. Em seguida você pode visitar os Apartamentos Reais com seus móveis de época; o prédio também abriga a Galeria de Arte Moderna, com suas pinturas do século 19; o Museu da Porcelana e a Galeria do Traje, com relíquias de roupas dos últimos 300 anos. No Palazzo Pitti o tour pode durar algumas horas, dependendo do que você pretende visitar. Para comprar seus ingressos online no Site Oficial clique aqui ou CLIQUE AQUI E COMPRE SEU INGRESSO ATRAVÉS DE UM SITE EM LÍNGUA PORTUGUESA!

Piazza Santo Spirito…

Quando sair do Palazzo Pitti, vá até a Piazza Santo Spirito, onde você pode conhecer a igreja de homônima, também construída pelo mestre Brunelleschi. A fachada já é encantadora e, dentro da igreja, você encontra verdadeiros tesouros!

Repouso…

Depois de um dia cheio: um belo jantar e um descanso merecido de volta ao hotel! Aproveite meus conselhos e dicas sobre hospedagem em Florença:

2) Itinerário de quatro dias em Florença: SEGUNDO DIA

Podemos dizer que o primeiro dia foi somente um ‘aquecimento’! Partimos para nosso segundo dia de passeio, onde começaremos com as majestosas Capelas Medici, juntamente com a igreja de San Lorenzo. Aqui ficam abrigados os restos mortais de uma das famílias mais poderosas de Florença, a família Medici.

Itinerário de quatro dias em Florença
(Fonte: Google Maps)

Piazza Santa Maria Novella…

Siga para a Piazza Santa Maria Novella, que fica de frente para a igreja de mesmo nome. Ela é famosa pro sua fachada, feita em mármores verdes e brancos e por sua capela Tronabuoni, obra de Leon Battista Alberti decorada com afrescos de Ghirlandaio.

Piazza Santa Croce…

Depois você pode ir para a Piazza Santa Croce, com sua catedral belíssima onde foram sepultados importantes personagens toscanas como Galileu e Michelangelo. Uma parada estratégica para recuperar as energias e, vamos em frente!

Galeria Accademia…

Chegamos, finalmente, na esplêndida Galeria Accademia, que é onde fica uma das obras de arte mais impressionantes do mundo: o Davi de Michelangelo. É difícil descrever a beleza dessa obra, bem como a sensação de estar diante dela. Duas outras cópias da obra são encontradas em Florença: uma no Palazzo Michelangelo e uma no Palazzo Vecchio, mas a original está aqui na Accademia. Para comprar os ingressos no Site Oficial clique aqui ou INGRESSO EM LÍNGUA PORTUGUESA CLIQUE AQUI!

Piazzale Michelangelo…

Depois, mais caminhada: vamos para o Piazzale Michelangelo! Aqui você tem uma vista INCRÍVEL de toda a cidade! O pôr-do-sol por aqui é um momento muito esperado, por isso, nem sempre, você vai encontrar esse lugar vazio, mas vale a pena, pois ver a cidade de tingir de dourado com o cair da noite é uma experiência única!

Noite Livre…

Não nos resta do que jantar, dar uma passeio a pé pelos arredores do hotel e, depois de uma taça de vinho no bar do hotel, cama!

3) Itinerário de quatro dias em Florença: TERCEIRO DIA

Depois de um belo descanso, acordamos renovados e, hoje, vamos descobrir o Chianti Florentino. A cidade de Florença está ligada a Chianti pela SS222, que também é conhecida como Chiantigiana. Te ofereço algumas sugestões de visita por aqui… Saiba aqui: Como ir até o Chianti a partir de Florença?

Itinerário de quatro dias em Florença:
(Fonte: Google Maps)

Greve di Chianti…

Em Greve di Chianti, visite a linda Piazza Matteotti e a igreja de Santa Croce, onde você vai poder ver as fantásticas obras de Andrea della Robbia. Imperdível na cidade, obviamente, é o charmoso Museu do Vinho. O museu apresenta mais de cem tipos de objetos relacionados à nobre bebida e é fantástico! Leia também Estrada do vinho do Chianti e suas melhores vinícolas

Panzano…

De Greve, saímos para Panzano, que é uma charmosa vila com uma vista das colinas toscana que é de tirar o fôlego! Sem contar que a cidade abriga também um antigo castelo e o açougue Cecchini, famoso pela ‘bistecca alla Fiorentina’ IMPECÁVEL, citada com todo louvor na Divina Comédia, de Dante.

Castellina e Siena…

Castellina é o limite do Florentino de Chianti e marca a fronteira com a área de Siena. Seguindo para Siena, visite o Museu Arqueológico do Chianti de Siena, muito interessante!

Dica

  • Se for fazer degustação em alguma vinícola da região, NÃO DIRIJA! Você pode contratar um transfer privado, ou comprar o vinho para degustar no seu hotel, junto com alguns frios. Fica a dica para um jantar, diferente em Florença!
  • Clique aqui para dicas no Chianti.

Repouso…

De volta à Florença: um jantar, uma taça daquele vinho que você comprou e, bom descanso!

4) Itinerário de quatro dias em Florença: QUARTO DIA

Acordamos bem e descansados e já partimos para nosso último dia de tour! Hoje o dia é dedicado aos amantes dos museus, parques e complexos artísticos! Se você não é grande fã, pode ir para alguma cidade próxima à Florença.

Dica

  • Se o seu hotel estiver perto de alguma estação de trem, organize sua viagem para fazer um bate e volta (veja aqui algumas opções de bate-volta a partir de Florença). Bom saber que, o bate e volta ideal, deve usar somente – e no máximo – quatro horas (ida e volta) do seu dia! Se o tempo de ida e volta for superior a esse tempo, dependendo da cidade escolhida, não compensa, pois ficará muito corrido!

Os Museus…

O Museu sugerido é o Museu das obras de Fra ‘Angelico, ou Museu de San Marco. Localizado em um convento dominicano, foi ampliado por Michelozzo em 1396 e é um exemplo típico de convento do século XV. Até hoje conserva renomadas obras expostas no que era um antigo manicômio de peregrinos. Algumas das obras mais famosas são: Crucificação com os Santos, as Três Marias na Tumba, a Anunciação, o Depoimento na Cruz e o Juízo Final. A Última Ceia criada por Ghirlandaio também é impressionante! As salas subterrâneas guardam uma preciosa coleção de sinos e outras relíquias muito interessantes!

Quer fazer um passeio por jardins e parques?

Você pode ir até o Parco delle Cascine, que te oferece natureza, tranquilidade e belezas que se mesclam entre bosques e prados ao longo do Arno. Imperdível é o Roseiral, com as estátuas bem interessantes de Folon, e o Jardim Iris. O Jardim da Villa Bardini é considerado um dos dez mais bonitos da Itália, então, de fato, a visita pode ser bem interessante!

Um pouco fora da cidade, você encontra o Jardim da Villa Peyron, no bosque Fontelucente. Outros locais bem interessantes, especialmente por seu interesse histórico durante o período Medici são: Villa Petraia, Villa Demidoff com o Parco di Pratolino e a Villa di Castello.

Noite Livre…

Depois de um passeio a pé perto do hotel e um bom jantar, é hora de voltar ao hotel para fazer as malas, dar uma última respirada no ar Fiorentino e boa noite!

Um pouco mais sobre Florença…

Quando falamos de Florença, Toscana, logo pensamos em diversas palavras para defini-la: elegante, histórica, artística e linda – são algumas delas. Florença é muito mais do que o berço do Renascimento italiano, se apresenta de forma única, com seu museus maravilhosos, que exibem as obras dos maiores pintores e escultores de todos os tempos; seus palácios, que fizeram parte da história italiana durante séculos, além de simbolizarem poder de uma maneira ímpar; exibe igrejas impressionantes, com interiores que fascinam e é desenhada em um conjunto de ruas que nos levam de volta ao passado, da maneira mais despretensiosa possível.

Apesar de tanta história, a cidade tem uma alma jovem, ativa, moderna – mas faz questão de se apresentar com classe e tradição. Tem cerca de 380 mil habitantes, e é de origem etrusca. Florença foi governada pela poderosa família Médici desde o início do século XV até meados do século XVIII e, por isso, abriga muitos monumentos em homenagem a essa família. Em termos artísticos, Florença é um cenário de obras de artistas do Renascimento, como Michelangelo, Leonardo da Vinci, Giotto di Bondone, Sandro Botticelli, Rafael, Donatello, entre tantos outros.

Curiosidade

Você sabia que o símbolo de Florença é uma flor de lis? O símbolo é usado no brasão e no estandarte da cidade (em italiano: giglio bottonato ou giglio di Firenze). Tornou-se símbolo da cidade no século XI e, atualmente, a flor se apresenta vermelha sobre fundo branco. Antes dessa mudança – as cores eram invertidas e o que vemos hoje foi determinado em 1251, quando os gibelinos continuavam a ostentar o símbolo de Florença, porém, isso incomodou seus adversários e, insatisfeitos, os guelfos (que dominavam a cidade na época), inverteram as cores para se diferenciarem de seus inimigos. E assim permanece até os dias de hoje!

Leia também:


 


Assista esse vídeo e saiba: Como ir do centro de Florença para o aeroporto de Florença? Se inscreva em nosso canal e receba mais vídeos com informações e dicas sobre a Itália. Não se esqueça de deixar aquele Like;)


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Itinerário de quatro dias em Florença? Florença é apaixonante! Se você quiser passar seus quatro dias só caminhando pelas ruas dessa cidade fascinante, tenha certeza de que você não se cansará com facilidade, pois cada esquina, cada Piazza e cada Palácio se apresentam, sempre, de forma surpreendente diante de nossos olhos! É, realmente, uma cidade mágica!

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem;)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!