Sua viagem vira um post: a viagem do Aristides

Confira agora este post da nosso leitor, Aristides, ele compartilhou sua experiência pela Itália com a gente! Vamos conferir suas dicas?

0 764

Sua viagem vira um post: a viagem do Aristides

Nosso Post de hoje vem de uma série chamada “sua viagem vira um post”, e foi elaborado pelo nosso querido leitor, Aristides Plácido, que trouxe através da sua experiência de viagem o melhor da Itália. Creio que cada viajante tem seu ponto de vista muito particular quando se trata de viagem, principalmente quando falamos em viagens internacionais, onde a cultura é extremamente diferente para nós brasileiros. Vamos agora a nossa Série: Sua viagem vira um post: a viagem do Aistides? Vamos conferir agora sua viagem pela Itália! Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Nossa Introdução

Vamos aprender mais sobre a Itália com ele? Ecco!!! Agora, nosso convidado especial vai relatar sua maravilhosa experiência pela nossa bela Itália! AGORA FIQUEM COM O TEXTO DO ARISTIDES! (amei tudo!!!). O Aristides respondeu a todas as nossas perguntas e tenho certeza que a experiência dele vai te ajudar muito! 🙂 Boa leitura!!

1) Aristides, há quanto tempo você planejava sua viagem para a Itália?

Sua viagem vira um post: a viagem do Aristides
Praça São Pedro, Vaticano.

O primeiro contato com a Itália foi em um banco de escola, ainda garoto, quando estudávamos o Império Romano. Foi paixão à primeira vista. Desde sempre então o desejo de colocar os pés na terrinha foi companheiro de vida. Ainda jovem não imaginava ter condições financeiras para atravessar o oceano. Era um projeto que não estava dentro de minhas posses.

O mundo ainda não era globalizado, rsrsrs , e tudo parecia impossível. Quando o desejo virou projeto, levando-se em conta agenda, férias, orçamento, prioridades e tudo mais, ainda tive que aguardar uma data oportuna por vários anos.

2) Aristides, quando foi a sua viagem?

Sua viagem vira um post: a viagem do Aristides
Ponte Rialto, em Veneza.

A primeira viagem a Itália foi em Março de 2012, junto com a esposa. Depois voltamos outras duas vezes, em Julho de 2016 e Outubro de 2017 com amigos e casais. Desta forma passamos por lá em três estações, fim de inverno, verão e outono. Cada uma com suas belezas particulares. Gosto mesmo é de movimento, pessoas e agitação. Para isso a melhor época foi a de verão, coincidindo com a alta temporada na Europa.

3) Aristides, para quais cidades você foi e qual delas você mais gostou?

Sua viagem vira um post: a viagem do Aristides
Vaticano, Praça São Pedro.

Visitamos algumas cidades nestas viagens distintas. Veneza, Florença, Verona, Assis e Roma. Inegavelmente o ponto alto das viagens foi a cidade eterna, Roma. Respirar história é algo inebriante. Não se deve ir a qualquer lugar da Itália sem antes estudar um pouco. Entender sua história e representatividade. Assim toda a aventura toma um corpo diferente. Cada canto da Itália nos causa emoções diferentes. Veneza, romantismo. Florença, cultura. Verona e Assis, curiosidade e Roma, tudo junto.

Sua viagem vira um post: a viagem do Aristides
Ponte Vecchio, em Florença.

4) Aristides, em qual hotel você ficou hospedado?

Em Veneza ficamos em um hotel próximo a Estação de Trem Santa Lucia. Logística perfeita para chegadas e saídas, quer seja de carro, trem ou avião. O Hotel foi o Universo Nord. Simples e muito aconchegante. Instalações satisfatórias. Um atendimento por parte da equipe muito bom. Em Roma ficamos no Hotel Residence Luci, muito próximo a Estação Termini. Esse hotel, também muito simples, atende às necessidades de um turista que só aparece para dormir. Boas instalações. Atendimento de bom nível.

Conte-nos um pouco sobre o hotel em que você ficou…

Fale um pouquinho sobre o local do hotel, a estrutura, se foi confortável, o atendimento e se valeu o custo benefício.

Onde fica o hotel? 

A opção para escolha de hotel sempre contemplou em primeiro lugar a logística, claro não dispensando o conforto.. Proximidade a metrô e pontos estratégicos. Em Roma a Estação Central é a Termini. Sem contar o metrô, temos ali todas as saídas de trem para a Europa. Então a melhor opção de local, observando custo/benefício,  foi neste bairro. Quem opta por áreas mais centrais, ao lado de pontos turísticos, pode esperar pagar o dobro do preço, até por um hotel de menor retorno.

O Hotel é bem localizado em relação aos pontos turísticos principais?

Sua viagem vira um post: a viagem do Aristides
Roma.

Roma – Estação Termini: de metrô estamos a cinco minutos de vários pontos turísticos.

Veneza – Estação Santa Lucia: para os principais pontos de Veneza, vale caminhadas memoráveis.

 

 

A diária tinha café da manhã incluído? Como era? O valor estava incluso na diária?

Café incluso na diária de todos os hotéis que ficamos hospedados.

Como foi o atendimento?

Atendimento cordial. Impessoal e satisfatório.

Qual a relação custo benefício?

Logisticamente bem instalado, economiza-se em transportes e locomoções. A relação custo/benefício ficou potencializada.

Como era o quarto? (Ex.: amplo, pequeno, funcional, bem iluminado…)

Quartos pequenos para casal. Bem iluminado e com instalações banho/sanitárias em boas condições.

Você voltaria a se hospedar ali?

Com certeza voltaria a me hospedar.

Você recomendaria para os nossos leitores?

Recomendaria com certeza. A relação custo benefício é boa. Não existe luxo, muito pelo contrário, bem simples.

Que nota você daria para cada hotel de 0 a 10 considerando que 10 é Excelente, 0 é péssimo e 5 é na média.

  • Universo Nord em Veneza – Nota 08 – Para saber mais e reservar este hotel clique aqui!
  • Washington Residence Luci em Roma – Nota 07 – Para saber mais e reservar este hotel clique aqui!

5) Aristides, onde você comeu?

20171015_212327Evitei sempre frequentar restaurantes próximos a pontos turísticos. Os preços eram bem salgados. Encontramos vários restaurantes e lanchonetes, perdidos nas ruelas de Roma, Veneza e Florença, com qualidade e preços interessantes. Nosso objetivo era essencialmente o de andar e bater pernas por todos os lugares possíveis dentro dessas cidades.

Aristides, conte-nos um pouco sobre os lugares que você comeu (algum lugar que vc realmente acha que vale a pena recomendar):

Em Veneza um jantar romântico não pode desprezar um restaurante à beira do grande canal. Em Roma vale a pena sentar em um barzinho/restaurante de frente para o Panteon. Caríssimo, mas a vista do ambiente compensa.

Como foi o atendimento?20171016_190350

O Italiano, diferente do francês, sempre foi muito cordial. Onde então a frequência e a rotatividade é menor, fica-se amigo dos garçons e gerentes.

Como era o restaurante? (Ex.: amplo, pequeno, poucas ou muitas mesas,tempo de espera, fez reserva?)

Tenho fixação por mesas na parte externa. Debaixo de sombrinhas sempre foi nossa preferência. Não consigo ficar fechado sem ter a visão  do corre corre ou do trança trança dos turistas. Energia pura.

Comeu algum prato típico? O que achou?

Na Itália como um todo só uma coisa me decepcionou sobremaneira. A Pizza. A nossa, brasileira, é muito melhor. Que me desculpe os donos da matéria, mas precisavam caprichar mais.

6) Aristides, o que você visitou?

Todos os top 20 de cada cidade. Programar ainda é um bom negócio. Roteirizar a viagem ainda é produtivo, mesmo contrariando  alguns que teimam em deixar a coisa acontecer. Ir a estas cidades e deixar de visitar algo dos top 10 é perder com as cartas na mão.

Qual foi seu passeio favorito?

Nossa atividade favorita, flanar. Andar com calma, saboreando cada espaço do lugar é o passeio ideal. Um bom tênis e uma roupa confortável e despojada são recursos fundamentais para o passeio.

Qual passeio você menos gostou?

Absolutamente nada nos desagradou. Tudo na Itália é interessante e tem seu valor. O que não recomendo são algumas estações de metrô na hora do rush. Não é diferente de São Paulo e Rio.

Pegou fila nas atrações turísticas?

Em alta temporada evitamos entrar em lugares em que a visitação exigia filas e ingressos. Na baixa temporada comprávamos na hora e no local.

O que achou muito diferente?

Por ter estudado muito e viajado muito pela internet antes da viagem, nada nos surpreendeu.

Como você se locomoveu pela cidade?

Metrô e gastando a sola do tênis.

O que achou do transporte utilizado?*

Táxi muito tranquilo, mas caro. Metrô, sofrível mas barato.

Conseguiu comprar passagens para transportes públicos com facilidade?*

Muito fácil o tempo todo.

O que achou imperdível?

Em Roma, Fontana de Trevi, Piazzas Navonna e Espanha, Panteon, Altar da Pátria, Igrejas e Museus.

Qual sua visão geral da experiência que viveu?

Todo ser humano deveria ter o direito de viajar sempre. Para a Itália então, o primeiro de todos eles.

GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Adorei ler a história do Aristides! E você? Super espontâneo, verdade?

Sua viagem vira um post: a viagem do Aristides

Obrigada pela participação Aristides!!

E você? Será o próximo participante da nossa seção “Sua viagem vira um post” ?

Te aguardo:)

Um abraço da Ana Patricia, diretamente de Cosenza.


Assista esse vídeo em nosso Canal no YouTube e saiba tudo sobre a bela Itália!!!!



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!