Curiosidades sobre a Sicília

A Sicília merece muito ser descoberta e redescoberta!!! Cheia de encantos, a Sicília nos traz algumas curiosidades através de sua história. Vem comigo descobrir!

0 59

Curiosidades sobre a Sicília

Sicília é uma das grandes ilhas italianasLocalizada no sul da Itália, é uma região cheia de encantos. Com uma história que impressiona, devido aos diversos povos que passaram por ali, a Sicília é uma das regiões mais belas da Itália: nos oferece praia, montanha, arquitetura, natureza e detalhes únicos! A partir de agora vamos conhecer algumas curiosidade sobre a Sicília! Vamos lá? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!


Vídeo sobre a Sicília, não perca!

(Fonte: Drone Snap)


A Origem do Nome Sicília

o topónimo da maior ilha italiana deriva do grego Sikelia que vem do povo indo-europeu Siculos, em grego Sikeloi (variação de Sikelos). Há também um estudo que diz que Sicília deriva da sica itálica, que é uma “foice”, portanto significa “terra dos cortadores”. Leia também: os dez lugares mais lindos da Sicília!

Um pouco de História da Sicília

No ano de 3000 a.C, a Sicília já tinha habitantes de diversas etnias como  Siculos, os Sicanos e pelos Élimos. Os primeiros foram os que deram o nome a esta ilha. Depois, no século VIII a.C, a ilha foi um território predominantemente frequentado pelos gregos, e nessa mesma época os gregos fundaram cidades como Siracusa e conquistaram a ilha. Nos tempos romanos, na primeira guerra púnica, os romanos conseguiram tomar conta de tudo e dominaram a Sicília, menos de Siracusa, que aguentou firme até a II Guerra Púnica.  Depois disso a Sicília acabou virando outra província Romana.

Mais tarde…

Mais tarde os Vândalos expulsaram os romanos da região e no século V eles foram expulsos pelos Ostrogodos. Na mesma época chegaram os Bizantinos e os muçulmanos, por volta do século VII e IX. Depois disso tudo, no século XI, o Normandos conquistaram a ilha e expulsaram os Bizantinos e Muçulmanos. No século XII a Sicília foi anexada á Itália e a região ficou conhecida como o reino das duas Sicílias. Já no século XIII, novos períodos de tensão chegaram a esta zona e o reino das duas Sicílias foi dividido por imposição da coroa de Aragão, que tomou controle da ilha e deixa o continente como o Reino de Nápoles. No século XV as duas Sicílias voltam a se unir após a conquista do reino de Nápoles por parte de Alfonso V o magnifico de Aragão. E depois, colocando um fim definitivo à unificação, a Ilha tornou-se ‘livre’. Em meados do Século XX, a ilha passou a ter autonomia dentro da republica Italiana com destaque para Enna, Catania e Caltanissetta, assim como Caltagirone ou Siracusa. Hoje as invasões, do bem, são feitas por turistas!

A Bandeira da Sicília

A Sicília era conhecida pelos gregos como Trinácria (Tríscele em português); o nome foi dado por causa do formato triangular da ilha: Trinácria, quer dizer treis (três) akras (pontas). No grego triskelion. O símbolo tem, ao centro, a figura da Medusa, uma górgona (Górgona é uma criatura da mitologia grega.) com serpentes no lugar dos cabelos transformando em pedra quem olhasse diretamente em seus olhos, o símbolo conta também com asas, três pernas e espigas de trigo. Na Trinácria, a Medusa simboliza a sabedoria, suas duas asas representam o passar do tempo e as espigas de trigo simbolizam a fertilidade (a Sicília era definida o “celeiro” da Antiga Roma); as três pernas representam as três pontas da ilha. A Trinácria foi adotada em Fevereiro de 2000 pelo Parlamento siciliano como parte da bandeira da Sicília, onde foi colocada no centro da bandeira entre as cores vermelha e dourada.

Dados rápidos e básicos sobre a Sicília:

Curiosidades sobre a SicíliaCapital: Palermo (a mais habitada); Habitantes: 5. 029, 675; a região tem 6 províncias e 390 cidades; tem 25.711 km² de extensão; altitude máxima de 3.340 acima do nível do mar e fica na cidade de Pizzo Carbonara; prato típico: Arancini (bolinho de risoto) e Cannoli (doce com massa frita e recheada com ricota); Bebidas típicas: Limoncello, licor doce de limão siciliano e Marsala, vinho doce e DOC. Leia também sobre a Enogastronomia Siciliana!

 

Os Vasos Cabeças – Le teste di Moro e sua lenda: você já ouviu falar?

Curiosidades sobre a Sicília
Fonte: Flick

Na Sicília é comum ver nas varandas das casas vasos em formato de cabeça. Tem uma lenda que diz que durante o domínio mouro na Sicília havia uma jovem que vivia no bairro de Kalsa, em Palermo, e que cuidava todo dia das plantas em sua varanda. Um dia, um jovem mouro passou pela varanda, a viu cuidando das flores e ficou se apaixonou por ela.

Alguns dias depois, se declarou e eles começaram a viver um romance. Depois de alguns meses, ela descobriu que ele iria voltar pra casa e que ele era casado e tinha filhos. Como vingança, ela esperou anoitecer e o decapitou. Sem saber o que fazer com a cabeça, ela o transformou em vaso. No vaso ela plantou temperos que cresceram vigorosamente. A população achou aquilo lindo e começou a fazer vasos de argila e cerâmica em formato de cabeça de mouro.

Outra versão….

Outra versão para essa lenda diz que o rei da Sicília descobriu uma traição da esposa e decidiu decapitar ela e seu amante, deixando as cabeças à mostra para o povo para que eles vissem qual era o castigo para traição. Hoje os vasos são coloridos, enfeitados e belíssimos. Saiba aqui o que fazer na Sicília em pouco tempo.

Os Vulcões Sicilianos

A Itália tem mais de 10 vulcões e todos são ativos e monitorados 24 horas por dia, 7 dias por semana! O ‘conjunto’ de alguns vulcões ficam no arquipélago Isole Eolie (Ilhas Eólias). O principal vulcão desse conjunto de ilhas é da ilha homônima, Stromboli

Stromboli

Stromboli, com sua área de 12,6 km² e 940 metros de altura, ao norte da Sicília. Esse é um dos vulcões mais ativos do Planeta, onde o  fogo e a água se encontram, num grande espetáculo de luzes e cores. O vulcão ocupa quase toda a área de ilha do mesmo nome e está em constante atividade há 13 mil anos.

Vulcano

Outro vulcão que também recebe o nome da ilha é o Vulcano. Na verdade a ilha tem três vulcões: um meridional, completamente inativo, que forma um vasto planalto constituído de lava e chama Monte Aria (500 m), outro ao norte, o Vulcanello quem tem 123 m, e o último, a ocidente, ativo, aparentemente formou-se após a extinção do primeiro, com lava, muito ácido, que gerou o monte chamado Fossa de Vulcano, que tem 386 metros. A cratera ativa, Vulcano, fica a noroeste. A atividade vulcânica é pouco frequente, só com emissão de fumo e ao norte numerosas fumarolas continuam a emitir ácido bórico, cloreto de amônia e enxofre que alimentam um complexo industrial para a produção de enxofre. A Gran Cratere de Vulcano tem aproximadamente 90.000 anos e ainda é um vulcão ativo. A última erupção, que foi devastadora, aconteceu a mais de um século e durou dois anos: foi entre agosto de 1888 e março de 1890. Na época quase todos os habitantes foram obrigados a deixar a ilha. O cheiro do vulcão é de enxofre e pode incomodar os narizes mais sensíveis.

Etna

E por último, mas não menos importante, o rei dos vulcões: Etna. Com seus imponentes 3.350 metros de altura, tem extensão de 1190 km² e é o mais alto da Europa. Apesar de ainda estar em atividade, suas erupções são pequenas e não causam grandes estragos. A origem de seu nome é grega e significa ‘aquele que queima violentamente’. Que tal De Catânia: Excursão Monte Etna pela Manhã? Clique aqui para saber mais!.

Os Terremotos na Sicília

A Sicília é uma das regiões que mais tem terremotos e vários deles com intensidades destruidoras. O mais antigo que se tem noticia foi em 91 a. C. e destruiu Reggio CalabriaMessina Tindari, atingindo a intensidade de 5.6 na escala Richter. O mais intenso, com medição de 7.4, foi em 1693 e levou completamente ao chão as cidades de a Augusta e Occhiolà; e o mais recente foi em outubro de 2016, com intensidade 5.7, que, apesar da força, não destruiu quase nada nem machucou ninguém; mas foi sentido até em Roma.

Curiosidades sobre a Sicília

O famoso limão siciliano:

Apesar do nome o fruto veio da Ásia e é de uma pequena árvore de folha perene. A cor amarela e o cheiro característico fazem do limão siciliano um dos mais apreciados do mundo.

 

MAIS CURIOSIDADES SOBRE A SICÍLIA

  • Os sicilianos comem sorvete com pão e juram que coisa melhor não há nesse mundo!
  • Eles comem pulmão e baço de boi, e adoram! O prato chama Milza!
  • O trânsito é doido! Os Sicilianos são meio sem noção e fazem loucuras atrás do volante! Então tome cuidado se você estiver de carro, bicicleta ou a pé! Redobre o cuidado!
  • A Itália é a campeã do mundo em propriedades registradas como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.
  • Existem 300 tipos de pães na Itália!

Assista esse vídeo em nosso Canal no YouTube e siga minhas dicas para um roteiro perfeito na Sicília!


GANHE UM GUIA DE VIAGEM PARA A ITÁLIA!

Clique no botão abaixo e baixe sua cópia gratuita do Guia "Sua Viagem para a Itália".

BAIXAR MINHA CÓPIA DO GUIA!


Conheça nossos outros Guias de Viagem

Ver lista completa

Conclusão

Curiosidades sobre a Sicília – Se você tem curiosidade em conhecer a Sicília ou ainda tem alguma dúvida, não deixe de me procurar, pois garanto que a Sicília vai te surpreender como roteiro de viagem na Itália. A Sicília é rica em história, gastronomia, cultura, paisagens e tem um povo muito acolhedor.

Está inseguro para viajar?

Se você se sentir inseguro ou não tem tempo, e precisa de ajuda para organizar sua viagem, não hesite em me procurar ! Vou adorar ajudar você a realizar sua tão sonhada viagem para a Itália. E como posso fazer isso? Continue lendo esse post até o fim e você entenderá como facilitamos a sua vida e a sua viagem:)

O meu post te ajudou? Se sim, não deixe de colocar o seu comentário abaixo, mas se ainda tem dúvida basta deixar o teu comentário abaixo que te respondo, O.K.?



Uma Ajuda Extra para sua Viagem para a Itália



Os melhores conteúdos do Viajando para a Itália!